Correio de Carajás

Homem acusado de assalto é linchado no Bairro Cidade Jardim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Até o início da tarde desta segunda-feira (16) ainda não havia sido identificado o homem que foi morto a pedradas no início da noite do último sábado, dia 14, no Bairro Cidade Jardim, em Parauapebas. Segundo informações de testemunhas, o homem estaria praticando assalto e acabou sendo agarrado por populares, que o lincharam.

Ele ainda chegou a ser socorrido por uma viatura da Polícia Militar, mas morreu antes de chegar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que fica no mesmo bairro. De acordo com o sargento Antonio Rodrigues Matos, da Polícia Militar, ele juntamente com o soldado Leoni, fazia ronda ostensiva pelo bairro na cidade, quando ambos foram informados pela Central de Controle de Operações (CCO) que a população tinha detido um homem na Rua 11, que estaria praticando assalto.

Eles se deslocaram até a rua, mas quando chegaram lá foram informados por populares que o acusado havia conseguido fugir do local. Pouco depois, também pela central, receberam a informação de que uma pessoa estava sendo linchada no final da Avenida A.

Leia mais:

“Nós seguimos para o local citado e lá, em um terreno baldio, encontramos um homem caído, com ferimentos na cabeça e desacordado, mas ainda respirando. Nós o socorremos, mas ele acabou morrendo antes de chegar à UPA”, relata policial.

De acordo com o policial, perto do homem, que não tinha nenhuma identificação ou pertence, havia uma pedra suja de sangue, com a qual provavelmente foi agredido. (Tina Santos – com informações de Ronaldo Modesto)

 

Fotos: Ronaldo Modesto

Até o início da tarde desta segunda-feira (16) ainda não havia sido identificado o homem que foi morto a pedradas no início da noite do último sábado, dia 14, no Bairro Cidade Jardim, em Parauapebas. Segundo informações de testemunhas, o homem estaria praticando assalto e acabou sendo agarrado por populares, que o lincharam.

Ele ainda chegou a ser socorrido por uma viatura da Polícia Militar, mas morreu antes de chegar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que fica no mesmo bairro. De acordo com o sargento Antonio Rodrigues Matos, da Polícia Militar, ele juntamente com o soldado Leoni, fazia ronda ostensiva pelo bairro na cidade, quando ambos foram informados pela Central de Controle de Operações (CCO) que a população tinha detido um homem na Rua 11, que estaria praticando assalto.

Eles se deslocaram até a rua, mas quando chegaram lá foram informados por populares que o acusado havia conseguido fugir do local. Pouco depois, também pela central, receberam a informação de que uma pessoa estava sendo linchada no final da Avenida A.

“Nós seguimos para o local citado e lá, em um terreno baldio, encontramos um homem caído, com ferimentos na cabeça e desacordado, mas ainda respirando. Nós o socorremos, mas ele acabou morrendo antes de chegar à UPA”, relata policial.

De acordo com o policial, perto do homem, que não tinha nenhuma identificação ou pertence, havia uma pedra suja de sangue, com a qual provavelmente foi agredido. (Tina Santos – com informações de Ronaldo Modesto)

 

Fotos: Ronaldo Modesto

Comentários

Mais

Colisão de motos deixa dois mortos e um ferido no bairro Betânia

Colisão de motos deixa dois mortos e um ferido no bairro Betânia

Por volta das 15 horas deste sábado (17), uma colisão frontal entre duas motos no bairro Betânia, em Parauapebas, resultou…
Trio é detido por tráfico no bairro Altamira

Trio é detido por tráfico no bairro Altamira

Na noite desta sexta-feira (16), a policia autuou três jovens por tráfico de drogas no bairro Altamira, em Parauapebas. Viniciu…
Menor de idade é baleado no bairro Liberdade

Menor de idade é baleado no bairro Liberdade

Na noite desta sexta-feira (16), um menor de idade foi alvejado no antebraço em sua casa, no bairro Liberdade, em…
Dr. Jairinho é investigado por agressões a três crianças; entenda

Dr. Jairinho é investigado por agressões a três crianças; entenda

Com o novo depoimento de uma ex-namorada de Dr. Jairinho, Débora Melo Saraiva, já são três casos investigados pela polícia sobre crianças…
Drogas levam dois à cadeia em Marabá

Drogas levam dois à cadeia em Marabá

Os indivíduos Wagner Souza Andrade e Rodrigo Nascimento foram presos pela Polícia Militar por volta das 4h30 da madrugada desta…
Defensor marabaense alerta sobre “stalking”, que agora é crime

Defensor marabaense alerta sobre “stalking”, que agora é crime

No dia 1º de abril de 2021, entrou em vigor a Lei 14.132/2021, que inclui no Código Penal Brasileiro, o…