Correio de Carajás

HMM recebe a doação de mais equipamentos da Vale

Caminhão carregado de equipamentos hospitalares chegou nesta quarta-feira ao HMM
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A mineradora Vale realizou, na manhã desta quarta (10), a doação de 16 bombas de infusão e 20 camas hospitalares – que podem ser utilizadas em Unidades de Terapia Intensiva para o Hospital Municipal de Marabá. A empresa ressalta que essa entrega é um complemento da remessa que iniciou no mês de fevereiro, quando vários municípios da região, como Parauapebas, Canaã, Curionópolis e Ourilândia, também receberam equipamentos.

O analista de Relações Institucionais da Vale, Saulo Lobo, informa que esse esforço humanitário da empresa continua em toda a região, já que o momento é muito delicado, devido à nova alta nos casos de pessoas infectadas pelo coronavírus. “Estamos acompanhando análises diárias junto com o município de Marabá, sobre os dados da doença e, infelizmente, só tem aumentado”.

De acordo com Saulo Lobo, nos próximos dias mais doações deverão chegar à Marabá. “Entregaremos oito monitores e uma quantidade expressiva de equipamentos de proteção individual, como máscaras, aventais, luvas e toucas”.

Leia mais:

As bombas de infusão recebidas pelo HMM são de suma importância para pacientes infectados pela covid-19, já que uma das suas funções é entregar a medicação ao paciente em quantidades controladas, com capacidade de fornecê-los em volumes muito pequenos e até mesmo em taxas programadas, com precisão ou intervalos automatizados.

“Os pacientes que estão em UTI, com cuidados intensivos, precisam muito dessas bombas, porque conseguimos medicar de forma eficaz e controlada o medicamento de uso contínuo”, explica Arlen Braga, médico do HMM.

Segundo a administração do hospital, nesse momento a situação dentro do HMM está estagnada e não há superlotação. Contudo, essa diminuição só aconteceu nos últimos dias. “Tivemos um mês com uma demanda muito alta, números expressivos de pacientes que testaram positivo para a covid-19. Então, pedimos à população que tenha consciência para que mais pessoas não venham parar aqui. Não é fácil ter um familiar acometido com covid-9 e internado. imagina estar doente com uma doença tão grave”, avalia Frabrizzio Bastos, diretor administrativo do HMM. (Ana Mangas)

Comentários

Mais

Uepa abre inscrições para novo processo seletivo

Uepa abre inscrições para novo processo seletivo

AUniversidade do Estado do Pará (Uepa) inicia nesta quarta-feira (16) as inscrições ao novo Processo Seletivo 2021 (Prosel 2021-2), para…
IBGE atualiza limites de municípios no mapa da Amazônia Legal

IBGE atualiza limites de municípios no mapa da Amazônia Legal

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou hoje (16) o novo mapa da Amazônia Legal para 2020, com base…
Por que o dólar caiu, mas a gasolina e o diesel continuam subindo?

Por que o dólar caiu, mas a gasolina e o diesel continuam subindo?

O dólar vem se desvalorizando em relação ao real e acumula perdas de 3,74% em 2021 (de 4 de janeiro…
SAMU faz cerca de 700 atendimentos por mês em Marabá

SAMU faz cerca de 700 atendimentos por mês em Marabá

É difícil imaginar um acidente de trânsito com vítima e não lembrar de chamar o Serviço de Atendimento Móvel de…
Trabalhadores nascidos em novembro podem sacar auxílio emergencial

Trabalhadores nascidos em novembro podem sacar auxílio emergencial

A partir desta quarta-feira (16), os trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos…
Anvisa autoriza importação excepcional da vacina Sputnik V

Anvisa autoriza importação excepcional da vacina Sputnik V

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu autorização, por meio do Circuito Deliberativo nº 539/2021, para a importação excepcional…