Correio de Carajás

Hábito de consumo adquirido na pandemia deve permanecer após Covid-19

Foto: Marcello Casal Jr
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Um estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) mostrou que os brasileiros aumentaram suas compras online, passaram a usar meios digitais de pagamentos e devem continuar com esses hábitos de compra e consumo no pós-pandemia. Segundo os dados,  61% dos clientes que compraram online durante a quarentena aumentaram o volume de compras devido ao isolamento social. Em 46% dos casos esse aumento foi superior a 50%. O destaque foi para a compras de alimentos e bebidas para consumo imediato que cresceram 79%.

De acordo com o estudo “Novos hábitos digitais em tempos de Covid-19, que entrevistou mil pessoas em todo o país, a crise do coronavírus fez com que a transformação digital do varejo se tornasse prioridade para poder manter os negócios em operação. “Os consumidores estão cientes do risco de contaminação ao sair de casa e por isso, ainda que saiam às ruas para comprar itens essenciais, têm apresentado um comportamento mais digital, usando apps para compra e pagamento, por exemplo”, analisou o presidente da SBVC, Eduardo Terra.

O levantamento também mostra que devido ao aumento da demanda no comércio eletrônico, os prazos para entrega aumentaram, com 69% dos consumidores notaram prazos mais longos e 57% considerando esse aumento aceitável. Pelo menos 11% dos consumidores deixaram de comprar online devido ao prazo de entrega.

Leia mais:

“Nesta quarentena, as compras de muitas categorias passaram a ser mais planejadas e, com isso, um prazo de entrega mais alongado se tornou aceitável. A satisfação dos clientes, na faixa de 80%, mostra que o e-commerce vem conseguindo absorver bem o aumento de demanda”, disse Terra.

Segundo os resultados da pesquisa depois de experimentarem o comércio eletrônico em novas categorias, o consumidor brasileiro indica que está mudando o comportamento de consumo, com 52% dos entrevistados comprando mais em sites e aplicativos durante a quarentena e 70% que pretendem continuar comprando mais online do que faziam antes da covid-19.

“Está havendo uma mudança real de comportamento e empresas que conseguirem se relacionar bem com os clientes neste momento terão uma grande vantagem no pós-crise”, avaliou o presidente da SBVC. (Agência Brasil)

Comentários

Mais

Covid-19: Profissionais da indústria serão vacinados em Marabá

Covid-19: Profissionais da indústria serão vacinados em Marabá

A Prefeitura de Marabá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, vai aplicar a primeira dose da vacina contra a…
CNPq identifica problema e vai retomar funcionamento de plataformas

CNPq identifica problema e vai retomar funcionamento de plataformas

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) informou hoje (27) que identificou o problema que está causando indisponibilidade…
Pará recebe mais 180 mil doses de vacinas contra covid-19, nesta terça-feira (27)

Pará recebe mais 180 mil doses de vacinas contra covid-19, nesta terça-feira (27)

O Pará recebeu, na tarde desta terça-feira (27), mais uma remessa de vacinas contra a Covid-19. São 180.100 mil doses…
Magalu compra Sode, plataforma que faz entregas em até uma hora

Magalu compra Sode, plataforma que faz entregas em até uma hora

O Magazine Luiza (MGLU3) anunciou na noite de segunda-feira (26) que concluiu a aquisição da Sode Intermediação de Negócios, uma…
MP promove curso para atuação da Rede de Proteção à Criança e Adolescente

MP promove curso para atuação da Rede de Proteção à Criança e Adolescente

Durante a manhã de sábado, (24) no salão do júri do Fórum da Comarca de São Geraldo do Araguaia ocorreu…
É falso que trilha sonora da ginasta Rebeca Andrade na Olimpíada seja homenagem a Bolsonaro

É falso que trilha sonora da ginasta Rebeca Andrade na Olimpíada seja homenagem a Bolsonaro

Falso São falsas postagens afirmando que a música utilizada pela ginasta Rebeca Andrade na classificatória da ginástica artística da Olimpíada…