Correio de Carajás

Guilherme de Pádua fala sobre o assassinato de Daniella e pede perdão a Glória Perez

Ex-ator diz ser uma pessoa "diferente" após o assassinato e que seu maior sonho é conversar com Gloria Perez e Raul Gazolla

Guilherme de Pádua: "muitas pessoas não acreditam na minha conversão"(foto: Reprodução/Youtube)

Em vídeo publicado em seu canal no YouTube, Guilherme de Pádua pediu perdão pelo assassinato de Daniella Perez, cometido por ele e a companheira Paula Thomaz, em 1992. Ele se diz arrependido do crime e pediu perdão à mãe Gloria Perez e ao então marido de Daniella, Raul Gazolla.

“Glória Perez, eu te peço perdão por todo sofrimento que eu te causei, eu jamais esqueci daquele encontro na carceragem, nunca esqueci”, disse às câmeras.

“Raul Gazolla, eu te peço perdão, nunca esqueci do dia em que fui chamado na delegacia, você estava lá e se arrastou até mim, me abraçou chorando e ali eu vi que era a pior pessoa do mundo”, relembrou De Pádua.

Leia mais:

pela internet ou vídeo”, afirmou. “Será que ela vai querer? Se isso não é forçar uma barra, constranger a pessoa que está sofrendo?”, lançou perguntas.
Conversão pós cárcere

Durante oito minutos, o agora pastor Guilherme de Pádua fala sobre as pessoas não acreditarem no seu real arrependimento e o vídeo seria uma forma de afirmar isso. Ele responde ao comentário do teólogo e palestrante, Tiago Brunet:

“Ainda que pareça estranho para mim um cristão ‘lacrar’ ou julgar que outra pessoa não é cristão de verdade, eu não tiro a razão de quem duvida da minha conversão, até porque eu mesmo duvido da minha conversão”, disse.

(Fonte: O POVO)

Comentários