Correio de Carajás

Governo Federal quer reconstruir seis pontes

Há anos as pontes de madeira da rodovia são palco de quedas de caminhões
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, assinou, esta semana, a ordem de serviço para a construção de ponte de concreto sobre o Igarapé Água Preta, localizado na BR-158, entre o município de Redenção (PA) e a divisa com o estado do Mato Grosso. O local por diversas vezes foi palco de quedas de caminhões por possuir pontes inacabadas, pavimentação precária e sem sinalização.

O evento, que ocorreu na terça-feira, dia 6, contou com a presença do senador Zequinha Marinho, deputados e prefeitos do Mato Grosso e do Pará, além de representantes do setor produtivo. A iniciativa será essencial para garantir o escoamento da produção do Centro-Oeste, além de incrementar a logística e promover a infraestrutura do sudeste paraense.

De acordo com o ministro, a assinatura representa o início de uma nova era, um novo governo. “O presidente Jair Bolsonaro trocará todas as pontes de madeira ou em estado precário na rodovia”, garantiu Freitas. Esta será a primeira das seis pontes que serão executadas pelo Governo Federal na rodovia. “Essa assinatura representa o compromisso que o Governo Federal tem com os estados do Pará e Mato Grosso. Nossa meta é iniciar duas este ano e o restante até 2020”, destacou Tarcísio.

Leia mais:

DNIT

Na tarde de ontem (7), o CORREIO entrou em contato por telefone com Jairo de Jesus Rabelo, encarregado do escritório do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em Marabá. Ele foi questionado a respeito da decisão do ministro e sobre o benefício que a obra trará para a região. “A rodovia começa no Mato Grosso, passa pelo município de Santana do Araguaia, Santa Maria das Barreiras e chega em Redenção. De Redenção para Marabá ela se torna BR-155 e essa distância soma 350 quilômetros”, explicou.

Segundo Jairo, a prioridade das obras são as pontes, já que o segmento é todo pavimentado de Redenção até a divisa com o Mato Grosso. “Como se tem agora um recurso limitado para se fazer toda a obra desses 350 km, como o recapeamento e duplicação, melhoramentos que nós chamamos de adequação de capacidade da rodovia, deu-se prioridade para a execução das pontes, por enquanto, que foi o que o ministro falou”, respondeu.

Ainda de acordo com o engenheiro, quando as pontes são ajustadas, tira-se um ponto crítico que prejudicava o tráfego. “Quando ajustamos as pontes, tiramos aquele problema de fugir do eixo principal da via, que é quando se vai no traçado definitivo e aí você depara com uma ponte de madeira que precisa desviar. Então com isso se cria um ponto crítico e é justamente isso que queremos evitar no momento”, finalizou Jairo.

ENTENDA

A BR-158, que liga o leste do Mato Grosso ao sul do Pará, juntamente com a BR-155 é considerada uma das principais rotas de escoamento da produção de grãos produzidos no Centro-oeste do país, como a soja. O corredor percorre toda a região do Vale do Araguaia, iniciando no município de Barra do Garças (MT) e seguindo pela rodovia até a divisa com o estado do Pará, e então, até o município de Redenção. Por se tratar de uma rodovia Federal, a BR-158 é de responsabilidade do Dnit.

Entenda

Segundo o Movimento Pró-Logística, em 2019 o corredor formado por BR-158/155 pode chegar a escoar até 4 milhões de toneladas de grãos, levando a produção do Centro-Oeste até Redenção, no Pará, e de lá passando por rodovias estaduais e federais. Com as obras da BR-158/155 finalizadas, a redução de custos para a região seria na ordem de 20%.

(Karine Sued com informações do Dnit)

Mais

Inauguração de prisões é momento histórico, diz governador

Inauguração de prisões é momento histórico, diz governador

Durante a inauguração da Unidade Semiaberto Masculino de Marabá (com 200 vagas) e da Cadeia Pública de Marabá (306 vagas…
Ray Athie toma posse como vereador na Câmara

Ray Athie toma posse como vereador na Câmara

Por volta de meio dia desta quarta-feira, dia 12 de maio, a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Marabá deu…
Wajngarten fala sobre campanha contra covid e vacina da Pfizer

Wajngarten fala sobre campanha contra covid e vacina da Pfizer

O ex-secretário especial de Comunicação Social Fábio Wajngarten disse nesta quarta-feira (12) que tanto a pasta que comandou quanto o…
Helder Barbalho visita Marabá nesta quarta-feira (12)

Helder Barbalho visita Marabá nesta quarta-feira (12)

O governador do Estado do Pará, Helder Barbalho, participa de uma série de eventos nesta quarta-feira (12) no município. A…
Anvisa explica entraves na aprovação da vacina Sputink V

Anvisa explica entraves na aprovação da vacina Sputink V

Em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia nesta terça-feira (11), o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância…
Guedes diz que reforma administrativa será moderada

Guedes diz que reforma administrativa será moderada

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, classificou como bastante moderada a proposta do governo de reforma administrativa, em audiência pública,…