Correio de Carajás

Governo do Pará mapeia atividade industrial

Comitiva fez um tour pelas duas maiores empresas instaladas no DIM/Foto: Diego Costa/TV Correio

MARABÁ

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Nesta sexta-feira (23) uma comitiva do governo do Estado visitou as empresas Sinobras e Correias Mercúrio, as duas maiores instaladas no Distrito Industrial de Marabá (DIM). A visita integra uma agenda de compromissos dos representantes do governo em Marabá para fazer um mapeamento do setor produtivo local, principalmente em relação à atividade industrial.

Integram a comitiva, André Dias, secretário de Estado de Turismo; José Fernando Gomes, secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia; Rubens Magno, diretor-superintendente regional do Sebrae no Pará; e Fábio Lúcio, presidente do Conselho de Administração da Faciapa, na Seção Pará.

Ao final da visita, o titular da Sedeme confirmou que o governo está comprometido com a expansão do DIM, inclusive a Correias Mercurio apresentou um projeto de ampliação das suas atividades, com investimentos na fabricação de borrachas e um projeto de recuperação de correias industriais.

Leia mais:

“Eu saio daqui encantado vendo essa pujança do sul e sudeste do Estado, que eu já conheço, mas isso aumenta minha responsabilidade como secretário”, explica José Fernando.

Responsável pela ligação entre o governo e as comunidades regionais, o secretário de Governo do Sul e Sudeste do Pará, João Chamon Neto, a vinda da comitiva é uma determinação do governador Helder Barbalho, que presa pela articulação de toda sociedade no sentido fortalecer as atividades produtivas locais.

“Nós sabemos que existem gargalos que precisam ser solucionados no Distrito Industrial, temos um contato permanente com as empresas e, na medida do possível, avançamos nessa relação que visa fortalecer as empresas que geram emprego e, assim, fortalecemos nosso Estado”, explica.

Ocupações ilegais

No tocante aso gargalos existentes no DIM, a comitiva governamental foi informada sobre ocupações de áreas do Distrito por parte de pessoas alheias à atividade industrial, que simplesmente invadiram áreas do DIM, o que impede a expansão de investimentos.

Sobre o assunto, o presidente da Associação Comercial e Industrial de Marabá (ACIM), João Tatagiba se mostrou bastante preocupado com esta situação. “Como vamos colocar um investidor em cima de uma área invadida? A gente não tem como fornecer um ambiente seguro para o investidor”, alerta, ao acrescentar que agora o governo do Estado se mostrou atento à preocupação, diferente de anos anteriores.

Sobre o assunto o secretário da Sedeme, José Fernando, o assunto é prioridade para o governo do Pará, que acompanha a situação junto com a Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (CODEC), mas observa que a retirada dos invasores só será feita mediante decisão judicial.

Além da visita ao DIM, integram a agenda da comitiva reuniões com representantes da Câmara Municipal de Marabá (CMM) e da prefeitura. (Chagas Filho)

Mais

Brasil precisa fortalecer produção de insumos, diz Queiroga

Brasil precisa fortalecer produção de insumos, diz Queiroga

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta quinta-feira (6) em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia…
Queiroga diz que enfrentamento à pandemia requer união de forças

Queiroga diz que enfrentamento à pandemia requer união de forças

Em depoimento nesta quinta-feira (6) à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia no Senado, o ministro da Saúde, Marcelo…
Teich diz que deixou cargo por falta de autonomia e por não aceitar cloroquina

Teich diz que deixou cargo por falta de autonomia e por não aceitar cloroquina

O ex-ministro da Saúde Nelson Teich disse nesta quarta-feira (5) em depoimento à CPI da Pandemia que deixou o governo…
Bolsonaro defende liberdade e cogita decreto de livre circulação

Bolsonaro defende liberdade e cogita decreto de livre circulação

Em discurso hoje (5) em cerimônia no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre as manifestações ocorridas no 1º de…
Orçamento atende metade das necessidades da Defesa, diz ministro

Orçamento atende metade das necessidades da Defesa, diz ministro

Os recursos financeiros destinados à Defesa após o bloqueio de dotações orçamentárias para este ano são suficientes para custear apenas metade das…
Helder se reúne com embaixador Russo em estratégia pela Sputnik V

Helder se reúne com embaixador Russo em estratégia pela Sputnik V

A fim de ampliar as ações estratégicas para combater e prevenir o avanço da Covid-19 no Pará, o governador Helder…