Ads

Fala moçada! O papo hoje por aqui na nossa coluna é sobre este projeto que tenho um grande carinho e admiração pela trajetória. Lá se vão quase uma década de exposições, ações e atividades de incentivo à fotografia na cidade de Marabá promovido pela Galeria de Arte Vitória Barros.

Ads

Natacha Barros informa que a intenção da galeria é ver a galera fotografando a cidade através do olhar fotográfico de cada um, caprichando nas fotinhas e seguindo as dicas do regulamento da mostra fotográfica, disponível no site da galeria, em galeriavitoriabarros.com.

Por lá você encontra o edital, a ficha de inscrição e também a ficha de autorização para uso de imagens. Uma vez que a exposição ganha outros desdobramentos após o período em que ficam aberta a visitações.

Construindo o VER-A-CIDADE!

A Galeria de Arte Vitória Barros tem contribuído ao longo de anos com a ampliação do espaço cultural e artístico da região. Na intenção de promover, discutir e incentivar a produção de arte visual neste município, instituiu em 2010, a Mostra Fotográfica VER-A-CIDADE de Marabá. Este certame tem carater exclusivamente cultural, sem qualquer modalidade de sorteio ou pagamento, com única finalidade de fomentar a arte do olhar fotográfica sobre a cidade com a sociedade em geral.

Em 2011, a edição do projeto trouxe à Marabá alguns fotógrafos de consagrada experiência no cenário paraense da fotografia, para uma troca de experiências e diálogos com a cidade. Estiveram presentes nesta edição Michel Pinho, Alexandre Sequeira e Miguel Chikaoka em rodas de conversas e oficinas. Ao longo da trajetória do VER-A-CIDADE o projeto foi estabelecendo conexões com a Unifesspa, Faculdade de Artes Visuais de Marabá, Associação dos Artistas Visuais de Marabá (ARMA), Instituto Hozana Lopes e Casa da Cultura de Marabá.

Pelas atividades da Galeria de Arte Vitória Barros passaram nomes da cidade como Jordão Nunes, Núbia Suriane, Raphael Chaves, Arllyn Mello, Jorge Britto, Edson Oliveira, Antônio Botelho, Regina Suriane, Lara Borges e tantos outros projetos e coletivos fotográficos da cidade.

Tema da IX Edição e Participação

O tema como propõe a equipe de curadoria da galeria é o motivo balizador das imagens a serem produzidas em cada edição do projeto, sendo a cada ano apresentado uma proposta por essa mesma comissão curatorial. É determinante para a seleção do material inscrito, que ele esteja ou faça referência aos temas que são propostos a cada ano.

Para 2018, em sua IX versão o tema será LIVRE. Colocando aí os sujeitos moradores da cidade a explorarem em seu universo grandioso de possibilidade de olhar fotograficamente a cidade de Marabá em seus 105 anos. Cada pessoa pode participar com até três fotos, imagens. Não podendo ser fotos de agencias de publicidades ou que já tenham sido utilizadas em campanhas comerciais.

Uma parada legal é que não há diferença em categorias na participação de todos na mostra, algo que se modificou com o tempo na trajetória do VER-A-CIDADE. Independentemente do tipo de equipamentos ou dispositivos utilizados, como câmara profissional, pinhole, câmara compacta, celular ou outras mídias fotográficas, todos são igualmente avaliados de acordo com os critérios do projeto.

Ainda de acordo com o edital, as fotografias podem ser inéditas ou já publicadas, porém, é vetada a participação de fotografias que já foram selecionadas em edições anteriores da Mostra. As inscrições estão sendo realizadas desde o dia primeiro deste mês e vão até o dia 30/03. Ou seja, temos ainda 15 dias para participação.

Elas são feitas mediante a apresentação de um envelope contendo o seguinte material: I – Fotografias impressas; II- Cópia do arquivo digital das fotografias (em pendrive, CD ou DVD); III – Ficha de Inscrição completamente preenchida com letra legível; IV – Termo de Autorização de uso de imagem de terceiros fotografados, se for o caso. Reforçando, turma, que cada participante pode inscrever até três trabalhos. O envelope deve ser entregue, por correio ou diretamente na Galeria, que fica na Av. Itacaiúnas, Nº 1519 Novo Horizonte (Núcleo Cidade Nova).

Só serão aceitas as fotografias com entrega até o dia 30 de março de 2018, independente da data de postagem, no caso de inscrições feitas por Correios. O resultado da seleção será divulgado no dia 09 de abril, no endereço: blogger/galeriadeartevitoriabarros.com.br e nas redes sociais.

E aí, vai ficar de fora de mais uma super edição?

Coloque seu celular ou máquina fotográfica a registrar cenas do cotidiano da cidade ou marque uma saída fotográfica com tua turma e participem do VER-A-CIDADE 2018.

Te vejo no próximo encontro!

Fala moçada! O papo hoje por aqui na nossa coluna é sobre este projeto que tenho um grande carinho e admiração pela trajetória. Lá se vão quase uma década de exposições, ações e atividades de incentivo à fotografia na cidade de Marabá promovido pela Galeria de Arte Vitória Barros.

Natacha Barros informa que a intenção da galeria é ver a galera fotografando a cidade através do olhar fotográfico de cada um, caprichando nas fotinhas e seguindo as dicas do regulamento da mostra fotográfica, disponível no site da galeria, em galeriavitoriabarros.com.

Por lá você encontra o edital, a ficha de inscrição e também a ficha de autorização para uso de imagens. Uma vez que a exposição ganha outros desdobramentos após o período em que ficam aberta a visitações.

Construindo o VER-A-CIDADE!

A Galeria de Arte Vitória Barros tem contribuído ao longo de anos com a ampliação do espaço cultural e artístico da região. Na intenção de promover, discutir e incentivar a produção de arte visual neste município, instituiu em 2010, a Mostra Fotográfica VER-A-CIDADE de Marabá. Este certame tem carater exclusivamente cultural, sem qualquer modalidade de sorteio ou pagamento, com única finalidade de fomentar a arte do olhar fotográfica sobre a cidade com a sociedade em geral.

Em 2011, a edição do projeto trouxe à Marabá alguns fotógrafos de consagrada experiência no cenário paraense da fotografia, para uma troca de experiências e diálogos com a cidade. Estiveram presentes nesta edição Michel Pinho, Alexandre Sequeira e Miguel Chikaoka em rodas de conversas e oficinas. Ao longo da trajetória do VER-A-CIDADE o projeto foi estabelecendo conexões com a Unifesspa, Faculdade de Artes Visuais de Marabá, Associação dos Artistas Visuais de Marabá (ARMA), Instituto Hozana Lopes e Casa da Cultura de Marabá.

Pelas atividades da Galeria de Arte Vitória Barros passaram nomes da cidade como Jordão Nunes, Núbia Suriane, Raphael Chaves, Arllyn Mello, Jorge Britto, Edson Oliveira, Antônio Botelho, Regina Suriane, Lara Borges e tantos outros projetos e coletivos fotográficos da cidade.

Tema da IX Edição e Participação

O tema como propõe a equipe de curadoria da galeria é o motivo balizador das imagens a serem produzidas em cada edição do projeto, sendo a cada ano apresentado uma proposta por essa mesma comissão curatorial. É determinante para a seleção do material inscrito, que ele esteja ou faça referência aos temas que são propostos a cada ano.

Para 2018, em sua IX versão o tema será LIVRE. Colocando aí os sujeitos moradores da cidade a explorarem em seu universo grandioso de possibilidade de olhar fotograficamente a cidade de Marabá em seus 105 anos. Cada pessoa pode participar com até três fotos, imagens. Não podendo ser fotos de agencias de publicidades ou que já tenham sido utilizadas em campanhas comerciais.

Uma parada legal é que não há diferença em categorias na participação de todos na mostra, algo que se modificou com o tempo na trajetória do VER-A-CIDADE. Independentemente do tipo de equipamentos ou dispositivos utilizados, como câmara profissional, pinhole, câmara compacta, celular ou outras mídias fotográficas, todos são igualmente avaliados de acordo com os critérios do projeto.

Ainda de acordo com o edital, as fotografias podem ser inéditas ou já publicadas, porém, é vetada a participação de fotografias que já foram selecionadas em edições anteriores da Mostra. As inscrições estão sendo realizadas desde o dia primeiro deste mês e vão até o dia 30/03. Ou seja, temos ainda 15 dias para participação.

Elas são feitas mediante a apresentação de um envelope contendo o seguinte material: I – Fotografias impressas; II- Cópia do arquivo digital das fotografias (em pendrive, CD ou DVD); III – Ficha de Inscrição completamente preenchida com letra legível; IV – Termo de Autorização de uso de imagem de terceiros fotografados, se for o caso. Reforçando, turma, que cada participante pode inscrever até três trabalhos. O envelope deve ser entregue, por correio ou diretamente na Galeria, que fica na Av. Itacaiúnas, Nº 1519 Novo Horizonte (Núcleo Cidade Nova).

Só serão aceitas as fotografias com entrega até o dia 30 de março de 2018, independente da data de postagem, no caso de inscrições feitas por Correios. O resultado da seleção será divulgado no dia 09 de abril, no endereço: blogger/galeriadeartevitoriabarros.com.br e nas redes sociais.

E aí, vai ficar de fora de mais uma super edição?

Coloque seu celular ou máquina fotográfica a registrar cenas do cotidiano da cidade ou marque uma saída fotográfica com tua turma e participem do VER-A-CIDADE 2018.

Te vejo no próximo encontro!

Ads