Correio de Carajás

Festival de talentos valoriza habilidades de pessoas com Espectro Autismo

Sessão de atendimento com equipe multiprofissional com criança com traços de autismo, segmento terá agora o Festival Talentos/ Foto: Alex Ribeiro - Ag. Pará

Conscientização do Autismo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

No Dia Mundial da Conscientização do Autismo, celebrado nesta sexta-feira (02), o Governo do Pará lança o Festival Tealentos, programado para os dias 17 e 18 de abril, pelo canal do YouTube do Governo do Estado (youtube.com/governopara). O evento pensado dentro das políticas para as pessoas com o Transtorno do Espectro Autista, quer estimular o empoderamento e o protagonismo dos autistas na sociedade.

O Festival Tealentos é conduzido pela Coordenação Estadual das Políticas para o Autismo (Cepa), da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura (Secult), por meio da Fundação Carlos Gomes (FCG), e Secretaria de Estado de Comunicação (Secom).

“Neste primeiro momento, estamos com cinco habilidades artísticas: música, dança, teatro, poesia e artes visuais, entretanto em próximas edições teremos outras modalidades como esportes, por exemplo. Essa é a oportunidade que o Governo do Estado traz de garantir a visibilidade das habilidades das pessoas com autismo. Precisamos focar naquilo que é bom, precisamos mostrar ao mundo o quão eles são capazes É a vez do protagonismo das pessoas com autismo”, destacou Nayara Barbalho, titular da Cepa. 

Leia mais:

Alan Cauê Oliveira da Silva tem 15 anos e será um dos participantes do Festival. “Acho muito legal, me sinto feliz por essa oportunidade de participar deste evento e que, com certeza, nós acabamos representando e, de certa forma, ajudando os autistas. Estou muito animado porque acho que pode nos ajudar a realizar sonhos, que a maioria dos participantes quer ser artistas, e esse festival não deixa de ser um apoio para nós”, afirmou o jovem.

Secretária de Cultura, Ursula Vidal falou sobre o papel do Estado. “As habilidades artísticas são capacidades desenvolvidas e estimuladas em ambientes onde há afeto, compromisso, responsabilidade e respeito. E o Estado e suas instituições é um destes ambientes sociais. A parceria no fortalecimento das políticas públicas de inclusão de pessoas com Transtorno do Espectro Autista é fundamental para garantir direitos e consolidar conquistas. Com a realização deste festival, reforçamos a crença de que a arte transforma e a solidariedade também. Nosso compromisso é fazer da Secult este elo permanente na rede de proteção, informação, acesso e geração de oportunidades”, enfatizou Ursula.

Especialmente na área de música, a Fundação Carlos Gomes, dotada de uma vocação tradicional no ensino dessa arte, apoiará o evento. “A música tem uma importância muito grande para o ser humano, inclusive na formação. Na formação da criança, na formação do indivíduo, eu acho que é fundamental, é uma grande ferramenta que a gente tem para ajudar inclusive pessoas dentro do espectro. E essas crianças de uma maneira geral tem um talento para música, então é muito importante essa iniciativa”, explicou a superintendente da FCG, Glória Caputo.

SERVIÇO

O Festival Tealentos será nos dias 17 e 18 de abril, de forma online e segura pelo canal  youtube.com/governopara

(Agência Pará)

Comentários

Mais

Bolsonaro faz 'motociata' em SP ao lado de apoiadores

Bolsonaro faz 'motociata' em SP ao lado de apoiadores

O presidente Jair Bolsonaro está em passeata pela cidade de São Paulo, em manifestação organizada por integrantes de clubes de…
Aos 80 anos, morre o ex-vice-presidente Marco Maciel

Aos 80 anos, morre o ex-vice-presidente Marco Maciel

Morreu neste sábado (12), aos 80 anos, o ex-vice-presidente da República Marco Maciel. Segundo o genro do político, Joel Braga,…
Capacitação de profissionais é aposta para combater trabalho infantil

Capacitação de profissionais é aposta para combater trabalho infantil

No lugar da boneca e do carrinho, a enxada e a vassoura. No lugar do tempo para estudo e descanso,…
Casal passou a morar junto e construiu sua “família”

Casal passou a morar junto e construiu sua “família”

  A história de Juliana Milhomem e Victoria Kaline é semelhante à de Polyana e Amanda. Ambas se conheceram em…
Mulheres que são felizes com outras mulheres

Mulheres que são felizes com outras mulheres

“Consideramos justa toda forma de amor”. Parafraseando Lulu Santos, começamos essa história com o trecho da emblemática música “Toda forma…
Namoro que floresce no meio na pandemia

Namoro que floresce no meio na pandemia

Sílvia e Moisés e se tornaram amigos inseparáveis, contavam tudo um para o outro, até se ajudaram a ficar com…