Foto: reprodução
Ads

A Associação Protetora dos Animais Focinhos Carentes realiza neste sábado, dia 3, em parceria com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), a feira de adoção de gatos e cães, entre 8 e meio-dia, na sede do CCZ, localizada na Avenida 2000, bairro Belo Horizonte, Núcleo Cidade Nova.

Ads

Ao todo, mais de 100 animais das duas instituições estarão à disposição de adoção responsável. Eles já possuem vacinação antirrábica e parte já está castrada. Os que não estão, contudo, poderão ser castrados posteriormente e de forma gratuita no próprio CCZ.

“Tem a garantia da castração pelo Zoonoses e são vacinados contra a raiva. Lá será repassada conscientização sobre Leishmaniose, que é importante as pessoas saberem, e também acerca de maus tratos porque estamos tendo muitos casos de abandono e de animais mau tratados, também recebemos essas denúncias”, diz Deyse Araújo Mendes, coordenadora da associação.

Ela explica que a entidade mantém parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) par atuar em casos denunciados. “Quando são feitas para a gente, acionamos a Semma, ela recolhe os animais e ficamos cuidando deles até se resolver a situação destes animais que só podem voltar para os donos se for judicialmente”, afirma.

Segundo Deyse, são encontrados muitos animais abandonados na cidade e uma parte deles acaba sendo levada para a sede da Focinhos Carentes, onde há um abrigo apropriado, e outra parte é recebida pelo CCZ.

PARA ADOTAR

Para realizar a adoção, a equipe da ONG entrevista os candidatos e entrega um termo de responsabilidade, que será assinado como forma de garantia de que o animal será bem tratado no novo lar.

Para adoção, basta ser maior de 18 anos e apresentar documentação pessoal e comprovante de residência, além de assinar o termo de ação. A protetora destaca que a associação costuma acompanhar a adaptação do animal e saber se ele é bem tratado pelos novos tutores. “Caso não seja a gente pega de volta”.

A Focinhos Carentes mantém hoje 35 animais e é mantida por voluntários e possui apenas um funcionário que permanece no abrigo junto dos animais. Assistência veterinária e alimentação dos animais é mantida por doações, feitas nas clínicas parceiras do projeto. Para higiene dos cães e gatos são realizados mutirões de banho a cada 15 dias. (Karine Sued)

Ads