Correio de Carajás

Família tenta identificar corpo em estado de decomposição

Uma perícia de arcada dentária deverá esclarecer, em até 30 dias, se Erisvan Chaves da Silva, de 44 anos, é a pessoa encontrada morta em Parauapebas na última sexta-feira (8), em avançado estado de decomposição.

Familiares procuraram o Instituto Médico Legal (IML) afirmando se tratar do homem em questão, mas não é possível garantir o reconhecimento visual garantido devido às condições de putrefação apresentadas pelo cadáver.

Suspeita-se que homem morreu com golpe de machado

O corpo foi encontrado por uma mulher volta das 14 horas da sexta na Rua Nova, no Bairro Nova Esperança 2, na região da VS-10. Ela acionou a Polícia Militar e relatou que o cadáver estava no terreno dela.

Leia mais:

Aparentemente, a vítima foi golpeada na cabeça com um machado, que estava próximo do corpo, mas a causa da morte só poderá ser esclarecida com a emissão do laudo cadavérico, também em 30 dias. (Luciana Marschall – com informações de Ronaldo Modesto)

Comentários