Correio de Carajás

Exército, Ibama e ICMBio promovem apreensões

Crimes ambientais estão na mira das forças integradas de segurança nesta região/ Foto: Divulgação

SAMAÚMA

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Operação Samaúma consiste no emprego das Forças Armadas e dos órgãos e agências envolvidos em ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais

No município de Novo Progresso, militares do 53º Batalhão de Infantaria de Selva participaram de um patrulhamento, juntamente com agentes do Ibama e do ICMBio, dando cumprimento à Operação Samaúma. Na missão, os agentes federais apreenderam diversos materiais utilizados em crimes contra o meio ambiente.

Segundo nota oficial, enviada pelo Exército, entre as apreensões se destacam motosserras, motocicletas, carreta transportando pá carregadeira, além de suprimentos e combustível para motosserras.

“Dessa forma, o Comando Conjunto Norte prossegue em alerta diuturno, realizando operações interagências de combate aos crimes ambientais. A integração entre as instituições possibilita a redução dos índices de desmatamento, contribuindo para a preservação do meio ambiente”, diz a nota enviada pela Seção de Comunicação das Forças Armadas.

Leia mais:
Operação Samaúma foi apresentada esta semana para a Imprensa de Marabá/ Foto: Evangelista Rocha

Lançada esta semana, a Operação Samaúma consiste no emprego das Forças Armadas e dos órgãos e agências envolvidos em ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais, em especial o desmatamento ilegal, em terras indígenas, em unidades federais de conservação ambiental, em áreas de propriedade ou sob posse da União localizadas nos municípios de Altamira, Itaituba, Jacareacanga, Novo Progresso, São Félix do Xingu e Trairão e, mediante requerimento do governador, em outros sítios do Estado do Pará.

A operação garantiu incremento em material e pessoal tem por finalidade estabelecer mais bases de operações, apoiando os militares e os agentes para a realização de patrulhamentos terrestres e aéreos diários, vasculhamento da área e o estabelecimento de postos de bloqueio nas estradas e nos rios na área de operações.

De acordo com o Exército, até o momento, já estão ativas as bases em Itaituba, Moraes de Almeida (Distrito de Itaituba), Novo Progresso, Altamira e São Félix do Xingu. A intenção é expandir o número de bases, cobrindo uma maior área e dificultando a prática dos ilícitos ambientais. (Fonte: Ascom/EB)

Comentários

Mais

Redes de pesca, arma e equipamentos são apreendidos no Lago de Tucuruí

Redes de pesca, arma e equipamentos são apreendidos no Lago de Tucuruí

Durante fiscalização ambiental na região do Lago de Tucuruí para o combate à pesca predatória, a Secretaria de Meio Ambiente…
Mãe acusa Samu por óbito e serviço diz que bebê já estava morta

Mãe acusa Samu por óbito e serviço diz que bebê já estava morta

Na manhã desta sexta-feira (23), o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi chamado ao Residencial Alto Bonito, em…
Se beber, não vandalize a viatura

Se beber, não vandalize a viatura

Um fato atípico foi registrado em Marabá no início da semana e divulgado nesta sexta-feira (23). Na madrugada da última…
Ex padrasto é condenado a mais de 13 anos por estuprar enteada

Ex padrasto é condenado a mais de 13 anos por estuprar enteada

A Polícia Civil de Marabá cumpriu na noite desta quinta-feira (22) mandado de prisão contra Fernando Dias Xavier, de 33…
Câmeras flagram baleamento de Bruce Lee

Câmeras flagram baleamento de Bruce Lee

Na noite desta quarta-feira (21), Bruce Lee Henrique Coelho dos Santos foi baleado duas vezes, na perna e na cabeça,…
Moto roubada é recuperada em menos de 24 horas

Moto roubada é recuperada em menos de 24 horas

Motocicleta que havia sido roubada há menos de um dia foi encontrada na noite desta quarta-feira (21), em Marabá. Ana…