Correio de Carajás

Evento que trará Bolsonaro a Marabá é adiado para o dia 10 de junho

O presidente da República em evento do Incra, ontem, no Maranhão /Foto: Isac Nóbrega/PR

REFORMA AGRÁRIA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A primeira data divulgada era 28 de maio, a próxima sexta-feira, mas o CORREIO apurou que já foi adiado. Ontem o presidente da República participou de evento semelhante, no Maranhão.

A vinda do presidente da República Jair Bolsonaro a Marabá foi adiada para o dia 10 de junho, segundo confirmou ao CORREIO a superintendente Regional (SR-27) do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária). A data original seria 28 de maio. O órgão não deu maiores detalhes ao jornal sobre o motivo do adiamento, mas certamente tem a ver com a agenda presidencial. Bolsonaro esteve nesta sexta-feira (21) no Maranhão, participando de evento semelhante ao que ocorrerá em Marabá, a entrega de 17.084 títulos de propriedade rural. Deste total, 16.616 são títulos para famílias assentadas da reforma agrária e 468 títulos são de regularização fundiária.

A Marabá, o presidente virá acompanhado da ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), do presidente do Incra, Geraldo de Melo Filho e outros assessores para a entrega de 1.400 títulos definitivos de terras para pequenos e médios produtores rurais do sul e sudeste do Pará.

O documento, também chamado de Título de Domínio (TD), compreende a etapa final do processo de reforma agrária. O objetivo da regularização fundiária é entregar os títulos definitivos a assentados pela reforma agrária e pequenos produtores que produzem e ocupam terras da União de forma mansa e pacífica há muitos anos e podem comprovar sua permanência e trabalho no local. O título de propriedade é fundamental para garantir o acesso dos pequenos ao crédito agrícola, por exemplo, e a programas governamentais, como o fornecimento de alimentos para a merenda escolar.

Leia mais:

AMPLIAÇÃO

Em recente audiência da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado, a ministra Tereza Cristina disse que o governo trabalha para intensificar as ações de regularização fundiária. Segundo ela, no ano passado foram emitidos mais de 109 mil títulos a produtores rurais.

“Pretendemos entregar mais 130 mil em 2021 e 170 mil em 2022, alcançando a marca de 300 mil nesses dois anos”, ressaltou. Para isso, o Incra está modernizando seus sistemas e integração das bases de dados.

Outra iniciativa é o Programa Titula Brasil, que permite que as prefeituras atuem em parceria com o Incra nos processos de regularização fundiária e titulação de assentamentos em seus municípios. Já são 436 prefeituras que aderiram ao programa.

“Precisamos modernizar nossa legislação para dar maior agilidade ao processo de regularização fundiária”, destacou a ministra, dizendo que haverá uma celeridade na titulação nos próximos meses, com a integração de sistemas do Incra. (Da Redação)

Comentários

Mais

Ricardo Salles pede demissão do governo

Ricardo Salles pede demissão do governo

o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, pediu hoje demissão do governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Logo depois, Salles…
STF confirma decisão que considera Moro parcial no caso do tríplex

STF confirma decisão que considera Moro parcial no caso do tríplex

Por 7 votos a 4, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (23) manter a decisão que reconheceu a parcialidade…
CPI vai requisitar proteção policial para deputado Luis Miranda e irmão

CPI vai requisitar proteção policial para deputado Luis Miranda e irmão

O senador Randolfe Rodrigues, vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19, afirmou que vai solicitar proteção policial para…
Deputado diz ter afirmado a Pazuello que iria "explodir na mídia" caso sobre denúncia na compra da Covaxin

Deputado diz ter afirmado a Pazuello que iria "explodir na mídia" caso sobre denúncia na compra da Covaxin

O deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) afirmou na última terça-feira, 22, que o servidor Luís Ricardo Fernandes Miranda, chefe de…
CPI da Vale chega a Marabá e deputados vão às instalações da mineradora

CPI da Vale chega a Marabá e deputados vão às instalações da mineradora

Iniciou por Marabá nesta quarta-feira, 23, uma série de diligências nas instalações da mineradora Vale no Estado. A ação faz…
Sete pretendem disputar prefeitura de Goianésia em 3 de outubro

Sete pretendem disputar prefeitura de Goianésia em 3 de outubro

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) marcou para o dia 3 de outubro deste ano a eleição suplementar para a escolha…