Correio de Carajás

Entregadores de comida por aplicativo são presos por dar golpe de R$ 51 mil em idosa com Alzheimer

Acusado sendo preso pela polícia. — Foto: Agência Pará

A Polícia Civil do Pará prendeu três pessoas, nesta quarta-feira (25), durante a operação “Delivery”, que ocorreu em Ananindeua. Os acusados se aproveitaram de uma idosa com Alzheimer e subtraíram da conta dela R$ 51,3 mil.

Além da doença degenerativa, a vítima tem problemas de visão e dava o cartão de crédito para os criminosos, que entregavam comida na casa dela. A família da idosa descobriu o desvio na conta quando a idosa precisou fazer uma prova de vida.

Os infratores são acusados pelos crimes de associação criminosa e furto qualificado mediante fraude e com abuso de confiança, por meio de dispositivos eletrônicos. O crimes começaram em 2020 e duraram cerca de três meses.

O crime contra a idosa foi feito inicialmente por um entregador de delivery, ele usava a máquina eletrônica do restaurante em que ele trabalhava e uma outra, era nessa outra máquina que ele retirava os valores que giravam em torno de R$ 5 mil.

O acusado acumulou um valor alto e chamou dois comparsas para fazer a mesma prática criminosa. O delegado Délcio Santos, que está cuidando do caso, explica como funcionava o esquema.

“Ela pagava na modalidade débito e crédito, passava o cartão dela na máquina do restaurante. Nos meses de outubro, novembro e dezembro, ele já tinha conquistado a confiança dela. Era ele que digitava a senha dela, passava o cartão, diante do problema de visão dela. Ele já levava duas máquinas, a máquina do restaurante, que ele passava normal o valor da refeição, e inventava que a internet estava ruim e passava em uma outra”.

A idosa só foi descobrir que estava sendo roubada por causa de uma prova de vida. Ela foi em uma agência bancária, no bairro da Pedreira, e descobriu o desfalque na conta. A família da vítima pediu o extrato para o gerente do banco e viu que os depósitos eram feitos na hora que a idosa pedia a refeição.

Foi realizada a prisão preventiva dos suspeitos envolvidos no esquema. Eles foram encaminhados para a unidade policial para fazer os procedimentos de praxe e foram encaminhados para a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). Eles vão ficar à disposição do Poder Judiciário.

(Fonte:G1)

Comentários

Mais

Agrediu vítima, roubou celular e foi preso em flagrante

Agrediu vítima, roubou celular e foi preso em flagrante

Alex Soares de Sousa foi preso na manhã de domingo (3) após derrubar uma mulher no chão e tomar, à…
Adolescente morre afogado no Rio Parauapebas

Adolescente morre afogado no Rio Parauapebas

Uma tragédia tirou a vida do jovem Victor Tarcísio Silva dos Santos, de 12 anos, neste final de semana, em…
Trânsito violento de Marabá mata 35 pessoas em 6 meses

Trânsito violento de Marabá mata 35 pessoas em 6 meses

Férias escolares, praia, lazer, curtição e bebedeira são alguns sinônimos do verão amazônico. O mês de julho marca o ápice…
Fim de semana é marcado por casos de violência contra mulher

Fim de semana é marcado por casos de violência contra mulher

Sábado e domingo seguem sendo dias conturbados para mulheres em Marabá. Como de (péssimo) costume, casos de violência foram registrados…
Condutor de caminhão atropela homem, foge, mas é pego momentos depois

Condutor de caminhão atropela homem, foge, mas é pego momentos depois

Um homem identificado como Elvis Santos Rondon dos Reis morreu na madrugada deste sábado (2), vítima de um acidente de…
Paciente xinga funcionários e quebra porta no HMM

Paciente xinga funcionários e quebra porta no HMM

Um paciente identificado como Cristiano Eduardo Campos ficou revoltado com o atendimento do Hospital Municipal de Marabá (HMM), xingou funcionários…