Correio de Carajás

Enfermeiros de Parauapebas organizam manifestação

PL 2564/2020 tramita pelo Senado e institui piso salarial para profissionais da enfermagem (Imagens: Davi Andrade)

LUTA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Carreata da Associação de Enfermagem de Parauapebas acontecerá nesta quarta-feira (12) para chamar atenção à votação da PL 2564/2020, que institui piso salarial nacional para enfermeiros

A Associação de Enfermagem de Parauapebas realizará uma carreata nesta quarta-feira (12) para chamar atenção à votação da PL 2564/2020, que atualmente está em tramitação no Senado e institui piso salarial para enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e parteiras.

A carreata está prevista para iniciar a concentração às 16h, em frente às Lojas Havan, e percorrerá a PA-275 (sentido centro da cidade), passando pela Praça dos Metais e adentrando a Rua A.

No dia 20 de maio outra manifestação está prevista para acontecer, com os enfermeiros do município realizando uma “blitz” que sairá da Praça do Cidadão, no Bairro Rio Verde. Os eventos também giram em torno do Dia Internacional da Enfermagem, celebrado em 12 de maio.

Leia mais:

DESCASO

Em entrevista ao CORREIO, a enfermeira Leonice de Oliveira, representante da Associação de Enfermagem de Parauapebas, relatou que a base salarial para a classe dos enfermeiros é uma demanda de muitos anos.

Ela diz que desde quando começou a trabalhar na área da Saúde, há mais de 30 anos, vê colegas de trabalho brigarem pelo piso e pela redução da jornada de trabalho para 30 horas semanais, “mas até hoje não vimos um retorno”, comentou.

Leonice de Oliveira é profissional da saúde há mais de 30 anos e permanece lutando por mais direitos para profissionais da enfermagem

“Temos colegas em municípios que trabalham em três ou quatro locais, se acidentaram porque iam de um emprego para outro. Se ele tivesse um salário digno e a jornada reduzida para 30 horas, ele não estaria sofrendo essas consequências”, disse Leonice, convocando os companheiros de profissão para irem à luta pelos direitos reivindicados.  (Juliano Corrêa – com informações de Ítalo Almeida)

Comentários

Mais

Covid: Marabá inicia vacinação da população em geral no dia 19

Covid: Marabá inicia vacinação da população em geral no dia 19

A notícia mais esperada e sonhada pela população de Marabá finalmente foi confirmada na tarde desta quarta-feira (16) pela Prefeitura…
É falso que jogador dinamarquês tenha se vacinado antes de sofrer mal súbito

É falso que jogador dinamarquês tenha se vacinado antes de sofrer mal súbito

INVESTIGADO POR: VERIFICADO POR:   Leia mais: + Covid: Marabá inicia vacinação da população em geral no dia 19 + Estudo…
Estudo com hidroxicloroquina não comprova eficácia no ‘tratamento precoce’

Estudo com hidroxicloroquina não comprova eficácia no ‘tratamento precoce’

INVESTIGADO POR:  VERIFICADO POR:  É enganosa postagem no Twitter que associa um estudo pré-publicado, portanto sem revisão dos pares, com…
Produtores de citrus, na região, precisam se cadastrar na Adepará

Produtores de citrus, na região, precisam se cadastrar na Adepará

Com o objetivo de realizar um trabalho preventivo e obter dados dos produtores de citrus – laranja, limão e tangerina…
Ao contrário do que afirma post, ivermectina em altas doses pode causar até convulsão

Ao contrário do que afirma post, ivermectina em altas doses pode causar até convulsão

INVESTIGADO POR:  VERIFICADO POR: É enganosa postagem de médico no Twitter e no Instagram afirmando que a ivermectina é um…
Saiba quem não deve tomar a Sputnik V; Anvisa autorizou Pará a comprar vacina

Saiba quem não deve tomar a Sputnik V; Anvisa autorizou Pará a comprar vacina

A importação da vacina Sputnik V ao Pará, aprovada nessa terça-feira, 15, deverá ser realizada sob condições controladas. Por isso de acordo…