Correio de Carajás

Enem 2018: Tema da redação não assustou candidatos

Tudo ocorreu sem maiores problemas nos locais de realização do exame em Marabá no primeiro domingo de provas do Enem/ Foto: Josseli Carvalho
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Dos mais de cinco milhões de inscritos para realizar o Exame Nacional do Ensino Médio no Brasil, 1.374.430 não compareceram ao primeiro dia de provas. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Educação, durante coletiva realizada no último domingo (4), após a realização do exame. Conforme levantamento, este foi o menor percentual de ausentes (24,9%) registrado desde 2009, quando o Enem passou a acontecer em dois dias. O número de abstenções ainda pode cair, levando-se em conta que a informação considera os dois dias de aplicação (4 e 11 de novembro).

Em Marabá, milhares de candidatos compareceram aos locais de prova para resolver as questões de linguagens, códigos e suas tecnologias; e de ciências humanas e suas tecnologias; além da redação, que teve como tema “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”.

Moradora de São Domingos do Araguaia, Isabele Gomes Rodrigues se preparou por dois anos para realizar o exame. Ela não considerou a temática da redação difícil, completando que é um assunto bem atual. “Mas foi um pouco puxado, porque muitas pessoas não estudaram sobre esse tema, talvez por não acharem que ia cair”.

Leia mais:

A futura estudante de direito revelou que para obter sucesso em uma prova tão complexa quanto a de domingo (4) é preciso muito estudo, interpretação de texto e determinação. Segundo ela, foram necessários três ônibus escolares para transportar os alunos do município até Marabá. Quem também achou a redação “não tão difícil” foi Lucas Patrick Ferreira da Silva. Para ele, toda a prova estava razoável, sendo necessário se concentrar e ter muita atenção para resolvê-la. “Tem que estudar e, às vezes, deixar o lazer de lado para focar nos estudos”.

Apesar de já ser universitária, Maelen Mariane de Melo Silva prestou o Enem neste fim de semana. A meta dela é dar continuidade à vida acadêmica. Em entrevista ao Correio a jovem contou que foi surpreendida pela proposta da redação.

“Esperava algo que estava sendo mais abordado ultimamente, como a questão da barragem de Mariana que se rompeu, a questão de fake news também. Teve até um pouco a ver com a internet, mas eu não gostei desse tema”, confirmou. A aluna Maria Graziele Santos Rodrigues está no 3º ano do Ensino Médio chegou a Marabá às 8h30 para a realização das provas.

“Quero alcançar a nota e entrar na faculdade pública para cursar direito”, contou. Apesar de ter encontrado algumas dificuldades na realização do exame, a estudante não deixou questões em branco.

PANORAMA

O Enem aconteceu de forma tranquila em todo o país, sem ocorrências graves, segundo o MEC. Os casos de interrupção de energia elétrica chegaram a 87, porém, somente em dois locais de prova o Exame precisou ser interrompido. No total, 71 participantes foram eliminados. As provas continuam no próximo domingo (11), com as questões de ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias. Os gabaritos e cadernos de questões vão ser liberados em 14 de novembro, no site do Enem, enquanto os resultados estão programados para 18 de janeiro de 2019. (Nathália Viegas com informações de Josseli Carvalho)

 

 

Mais

Companhia de Trânsito de Tucuruí destrói mais de 100 kadrons

Companhia de Trânsito de Tucuruí destrói mais de 100 kadrons

Como parte da programação do Maio Amarelo, mês dedicado à segurança no trânsito, a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano…
É falso tuíte afirmando que Pazuello viajou para os EUA com passaporte diplomático

É falso tuíte afirmando que Pazuello viajou para os EUA com passaporte diplomático

Falso É falso o tuíte que afirma que o general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, tenha recebido um passaporte diplomático…
EUA autorizam vacina da Pfizer para faixa etária de 12 a 15 anos

EUA autorizam vacina da Pfizer para faixa etária de 12 a 15 anos

A Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos autorizou a vacina contra covid-19 da Pfizer e da parceira…
Quase 9% das mulheres sofreram alguma violência sexual, diz IBGE

Quase 9% das mulheres sofreram alguma violência sexual, diz IBGE

Pelo menos 8,9% das mulheres brasileiras já sofreram algum tipo de violência sexual na vida, segundo dados da Pesquisa Nacional da Saúde…
Pagamentos com cartões crescem 17% no primeiro trimestre

Pagamentos com cartões crescem 17% no primeiro trimestre

As transações por cartões (crédito e débito) registraram um aumento de 17,3% nos valores movimentados no primeiro trimestre deste ano…
Cadáveres não foram violados no Cemitério da Saudade, em Marabá

Cadáveres não foram violados no Cemitério da Saudade, em Marabá

Circulou nas redes sociais na manhã desta terça-feira (11) a foto de um caixão aberto, que possivelmente seria no Cemitério…