Correio de Carajás

Enchente

“Sinceramente não entendo a dificuldade que as autoridades têm em manter um placo certinho para tratar com os desabrigados da enchente todos os anos. Que vai ter cheia, isso é uma certeza de quase todo ano, mas sempre fica essa impressão que fazem as coisas às pressas, na intuição. A Defesa Civil é um escritoriozinho com meia dúzia de pessoas que não têm poder de nada. E não me digam que a culpa é do povo que vai morar nas áreas baixas, pois isso também tem como ser combatido se quiserem fazer de verdade. O mesmo pessoal da Postura, que aborda todo mundo que tá fazendo uma obra em casa, nunca foi visto quando sobe um barraco novo numa área alagadiça. Essa é a realidade” – Gilson Almeida Júnior, em mensagem à Redação.

Comentários
No Judiciário

No Judiciário

Nesta sexta-feira, dia 20, a presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB – Subseção Marabá, Irismar Melo, juntamente com…
Voz do Povo

Voz do Povo

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou em decisão terminativa o substitutivo do Projeto de Lei do Senado (PLS) 523/2011,…
Preocupante

Preocupante

Um vídeo caseiro postado nas redes sociais mostra cena que atestaria que mototaxistas de Parauapebas atearam fogo no outdoor publicitário…
Família na escola

Família na escola

Mobilizando as famílias e da comunidade para participar do Dia D da Família na Escola, neste sábado, dia 7, em…
Carga saqueada

Carga saqueada

Cena lamentável ontem à tarde no sul do Pará, mais exatamente no entroncamento da BR-155, com a chamada estrada do…
Festejo e bingo

Festejo e bingo

Teve início ontem à noite e segue até domingo (1º de maio), o Festejo de São José Operário, na paróquia…