Correio de Carajás

Encerra o período de defeso na região do Lago de Tucuruí

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Encerrou no domingo, 28, o período do defeso da pesca comercial na Bacia Hidrográfica do rio Tocantins e Gurupi. Com o objetivo de garantir o cumprimento da legislação ambiental vigente e o período reprodutivo das espécies de peixes na região do Mosaico de Unidades de Conservação Lago de Tucuruí, o Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-Bio), em parceria com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Secretarias Municipais de Meio Ambiente de sete cidades, Comando de Policiamento Regional IV e Eletronorte, realizaram diversas ações de fiscalização ambiental durante o período do defeso, que ocorreu de 1º de novembro a 28 de fevereiro. 

“O principal objetivo das ações de fiscalização ambiental durante o período do defeso é garantir que os peixes realizem o processo reprodutivo, e dessa forma, possibilitar a manutenção dos estoques pesqueiros em níveis que permitam a sustentabilidade da atividade da pesca na região”, diz a a gerente do Ideflor-Bio, Mariana Bogéa.

Durante o período do defeso, foram realizados 57 dias de ações que resultaram na apreensão de 62 mil metros de malhadeiras, 9 amarradores (técnica de pesca altamente predatória e proibida), mais de 20 toneladas de pescado, 181 passariformes e 167,57 m³ de madeira.

Leia mais:

“Infelizmente, os resultados das ações de fiscalização ambiental, em termos de números, ainda refletem a falta de consciência de parte da população em relação aos recursos naturais”, enfatiza Socorro Almeida, diretora de Gestão e Monitoramento de Unidades de Conservação do Ideflor-Bio.

Desde 2020, o lago da Usina Hidrelétrica de Tucuruí é um Mosaico de Unidades de Conservação, formado por uma área de Proteção Ambiental APA-Lago de Tucuruí e duas Reservas de Desenvolvimento Sustentável – RDS Alcobaça e RDS Pucuruí-Ararão, sob a gestão do governo do Estado, por meio do Ideflor-Bio.

“Conciliar o desenvolvimento econômico, a preservação e conservação dos recursos naturais em um ambiente impactado são desafios à gestão ambiental. No entanto, garantir a manutenção dos níveis dos estoques pesqueiros e, por consequência, a sustentabilidade econômica e social dos atores envolvidos na cadeia produtiva da pesca que é realizada no Lago de Tucuruí faz parte da missão institucional do Ideflor-Bio, que não irá medir esforços para dar continuidade às ações de fiscalização ambiental na região”, afirma Karla Bengtson, presidente do Instituto.

A presidente ainda ressalta que as ações de fiscalização ambiental realizadas na região do Mosaico Lago de Tucuruí apresentam excelentes resultados, que já são sentidos pelos usuários dos recursos naturais. “É comum em reuniões com representantes da região receber notícias de que já é possível viver da pesca na região, graças ao trabalho que o Ideflor-Bio executa de forma recursiva. Esse retorno é muito gratificante, uma vez que, quanto mais pessoas envolvidas nesse processo de conservação e proteção, mais aliados a gestão ambiental ganha”, destaca a presidente. (Agência Pará)

Comentários

Mais

Divisa interdita empresa que envasava oxigênio de forma irregular em Marabá

Divisa interdita empresa que envasava oxigênio de forma irregular em Marabá

A Divisa (Divisão de Vigilância Sanitária) de Marabá recebeu denúncia anônima de suposto envasamento inapropriado de gás oxigênio para fins…
Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa

Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa

Em isolamento social, as pessoas tendem a sentir falta de sair e do contato com a natureza, por isso, ter…
Mundo chega a 3 milhões de mortes por Covid com piora da pandemia na América do Sul

Mundo chega a 3 milhões de mortes por Covid com piora da pandemia na América do Sul

O mundo chegou neste sábado (17) à triste marca de 3 milhões de mortes causadas pela Covid-19, em meio à…
Pará gera mais de 3 mil postos formais de trabalho no setor de serviços

Pará gera mais de 3 mil postos formais de trabalho no setor de serviços

“Eu atuo no ramo de eventos, sou segurança, e em meio à pandemia o nosso trabalho parou. Atualmente, a banda…
Novo estudo descarta elo entre tipo sanguíneo e a incidência de Covid

Novo estudo descarta elo entre tipo sanguíneo e a incidência de Covid

Uma investigação feita com mais de 100 mil pessoas nos Estados Unidos demonstrou que não há relação entre o tipo sanguíneo…
Pequeno ouvinte da Correio FM é premiado com bolo de aniversário

Pequeno ouvinte da Correio FM é premiado com bolo de aniversário

O garoto Angelo Miguel, pequeno ouvinte da nossa rádio, foi o grande ganhador da Promoção Aniversariante do Mês da Correio…