Correio de Carajás

Em procura por chocolates, clientes fazem fila em Parauapebas

Parauapebenses fazem fila na frente de chocolateria na véspera da Páscoa (Foto: Juliano Corrêa)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A Páscoa é um período de fé e devoção, mas para muitos o período da ressurreição de Jesus é sinônimo de uma coisa: um ovo de páscoa para se deleitar. O doce é uma tradição muito apreciada no Brasil, onde mais de 10 mil toneladas de chocolate em ovos e outros formatos especiais para a Páscoa foram produzidos em abril de 2020, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates (ABICAB).

Ovos de Páscoa ou barras de chocolate? (Foto: Juliano Corrêa)

Em um supermercado de Parauapebas, Irene da Silva diz estar usando o dinheiro da aposentadoria para comprar ovos de páscoa para os netos. “Os meninos ficam alegres, sorrindo. A mãe dos meninos está doente da garganta, então eu tô aqui fazendo uma fé”, conta dona Irene, enquanto “sorri com os olhos” e segura os presentes de Páscoa nas mãos.

Irene da Silva e os ovos que seus netos receberão na Páscoa (Imagem: Davi Teixeira)

Ao contrário dos netos de Irene, os netos de Josélia Santos, de 61 anos, preferem barras de chocolate aos ovos de Páscoa – uma discussão antiga que sempre é trazida à tona nesta época. “Eu sempre comprei ovo, mas eles falam assim: ‘Vó, da próxima vez traz barra de chocolate, que a gente prefere’”, conta ela ao escolher a barra favorita das crianças, sem deixar de se queixar dos preços.

Leia mais:
Josélia Santos escolhe com cuidado as barras de chocolate dos netos

O preço do produto em meio à pandemia preocupa: o escritório paraense do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) verificou um acréscimo de 6,2% acima da inflação no preço de Motivos de Chocolate para a Páscoa (como ovos e coelhos de chocolate) nos principais supermercados e lojas de departamento da Região Metropolitana de Belém.

Mesmo assim, Rafael Sobral, gerente de uma franquia de loja de departamentos do Bairro Cidade Nova, diz que a expectativa pela venda de ovos de Páscoa e chocolates em geral é altíssima a partir da sexta-feira (2). “Estamos com descontos prontos para receber o público na sexta, sábado e domingo”, pontua Rafael.

Rafael, de vermelho, ajuda Josélia e outros clientes nas compras de Páscoa (Foto: Juliano Corrêa)

Ele prevê faturamento maior que o do ano passado, quando a Páscoa coincidiu com o início da quarentena gerada pela pandemia do coronavírus, e comenta que a procura por caixas de bombons e barras de chocolate também é alta.

Iasmim e Thiago trocarão ovos de Páscoa neste domingo (Foto: Acervo Pessoal)

Mas será que faz tanta diferença comprar um ovo de Páscoa ao invés de caixa de bombons ou barra de chocolate? Para Iasmim Almeida, engenheira florestal, o presente de Páscoa tem que ser no formato de ovo. “Mesmo que o ovo não seja um símbolo da Páscoa, não é legal receber uma barra de chocolate, que é comum fora da época comemorativa”, ela diz. Iasmim e o namorado, Thiago Rocha, têm o costume de comprar ovos de Páscoa um para o outro, preferindo fazê-lo em chocolaterias ou lojas de departamento.

A Páscoa de Lene Oliveira promete muitas vendas para ela e muitas delícias para os clientes (Foto: Acervo Pessoal / Aromas do Céu)

Outra opção muito procurada na Páscoa é o ovo artesanal, produzido por comerciantes autônomos como Lene Oliveira, confeiteira moradora do Bairro Nova Carajás. A ex-cabelereira, que se diz apaixonada por cozinhar, conta que a Páscoa é como um Natal para a sua profissão, pois o volume de pedidos aumenta muito e, com isso, o faturamento também. E não são só ovos tradicionais ou de colher: os pedidos também envolvem tortas doces e taças confeitadas para serem servidas de sobremesa nas tradicionais refeições de Páscoa. Não importa o jeito que o doce é posto à mesa: Semana Santa combina com chocolate. (Juliano Corrêa)

Comentários

Mais

Caminhão a serviço do Dnit derruba tanque e VP-8 é parcialmente bloqueada

Caminhão a serviço do Dnit derruba tanque e VP-8 é parcialmente bloqueada

Uma das rotatórias da avenida VP-8 da nova Marabá estava parcialmente isolada nesta manhã de domingo (20), bem perto da…
Presidente do Incra exalta reforma agrária

Presidente do Incra exalta reforma agrária

Presidente do Incra exalta reforma agrária Em seu discurso no evento em Marabá, o presidente do Incra, Geraldo Melo Filho,…
Começa hoje a vacinação da  população sem prioridade

Começa hoje a vacinação da população sem prioridade

Um mutirão de dois dias vai marcar o momento tão esperado pelos marabaenses: o início da vacinação contra a covid-19…
Dose extra de vacina é insuficiente para imunizar a população

Dose extra de vacina é insuficiente para imunizar a população

A Secretaria Municipal de Saúde de Canaã dos Carajás recebeu do Governo do Estado 3.140 doses de vacina contra o…
Venezuelanos acampados em praça recebem ‘ultimato’

Venezuelanos acampados em praça recebem ‘ultimato’

A administração pública de Parauapebas trabalha para resolver a situação dos indígenas venezuelanos da etnia Warao, que estão acampados há…
Tião Miranda pede que Bolsonaro ajude a duplicar 3 rodovias em Marabá

Tião Miranda pede que Bolsonaro ajude a duplicar 3 rodovias em Marabá

Logo após a execução do Hino Nacional, no Parque de Exposições, nesta sexta-feira, dia 18, o prefeito de Marabá, Tião…