Correio de Carajás

Em Marabá, mulheres são agredidas por companheiros no final de semana

Foto: reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Nesta segunda-feira, 8 de março, Dia Internacional da Mulher, começamos o dia com registros de um final de semana violento para algumas mulheres em Marabá. Todas elas sofreram agressões de seus companheiros. Sim, os companheiros! Aqueles homens que elas escolheram dividir a vida, por quem têm (ou tinham) afeto, carinho, admiração e amor.

Na noite de sábado (6) durante uma ronda de rotina no bairro Nova Marabá, a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de violência doméstica na Folha 7. Chegando ao local informado, a vítima relatou que foi agredida por seu companheiro, Francarlos da Cruz Barbosa.

Segunda a mulher, ele lhe deu tapas no rosto e apertou seu pescoço. O agressor apresentava sinais de embriaguez e estava exaltado, porém, não resistiu à prisão.

Leia mais:

Outra ocorrência registrada pela PM foi na madrugada de domingo (7), quando por volta de 04h20, foram atender mais uma denúncia de violência doméstica. Enquanto as autoridades policiais conversavam com a vítima em frente à residência, localizada na Folha 23, Nova Marabá, o agressor e companheiro da mulher, Poropoti Xikrin, apareceu no local alterado e pedindo para ser preso, segundo relatou Francisco das Chagas, policial militar que atendeu o caso.

A vítima informou que o agressor ficou alterado por conta da ingestão exagerada de bebida alcóolica. Foi necessário algemar Poropoti para proteger tanto a vítima quanto as autoridades policiais.

Eles foram encaminhados para a delegacia, para que as providências cabíveis fossem tomadas.

A outra ocorrência registrada foi no final da tarde de domingo (7), quando informações davam conta que uma mulher estava sendo agredida no bairro Bom Planalto.

A PM encontrou a vítima na rua, já revelando que tinha sido agredida por seu companheiro, Maikon Adriano Vieira Braga.

Chegando até a residência, os policiais encontraram o agressor com indícios de embriaguez, precisando ser algemado, para que pudesse ser conduzido até a DEAM.

A equipe do CORREIO DE CARAJÁS alerta sobre a importância de se denunciar os crimes de violência doméstica. Mulheres, denunciem! Existe uma rede de apoio que vocês podem contar. Não aceitem ser agredidas fisicamente e psicologicamente.

 Violência contra mulher é crime!

Disque Denúncia Sudeste do Pará

(94) 3312-3350

(94) 98198-3350 (Whatsapp)

Dique 180

Ministério Público do Estado do Pará

(91) 98115-9181 (Whatsapp)

(Ana Mangas)

Comentários

Mais

Guarda é solto e Justiça determina que corregedorias da PC e da PM investiguem abuso de autoridade

Guarda é solto e Justiça determina que corregedorias da PC e da PM investiguem abuso de autoridade

O Guarda Municipal Robson Leite Gomes, preso no sábado (24) sob a acusação de desacato, perturbação, desobediência, resistência e porte…
Membro do PCC forneceu nome errado à polícia

Membro do PCC forneceu nome errado à polícia

Ezequiel Lopes de Oliveira, preso na madrugada de domingo (25) junto com Alessandro Kelves Lima Moreira, chama-se, na verdade, Isael…
Casal morre após moto colidir com trator parado

Casal morre após moto colidir com trator parado

Rosiana Vieira da Silva, de 34 anos, e Matheus Delfino da Silva, de 21 anos, morreram na noite deste domingo…
Polícia Civil investiga queda do quarto andar

Polícia Civil investiga queda do quarto andar

O delegado Élcio de Deus, diretor da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, em Parauapebas, informou nesta segunda-feira (26) que…
Mais um guarda municipal é preso em Parauapebas

Mais um guarda municipal é preso em Parauapebas

Durante o fim de semana, enquanto a Polícia Militar de Parauapebas realizava a Operação Heimdall, com foco em melhorar a…
PRF apreende 38,78 m³ de madeira sendo transportada de forma ilegal, em Altamira

PRF apreende 38,78 m³ de madeira sendo transportada de forma ilegal, em Altamira

O flagrante ocorreu por volta das 16h, no km 6 da BR-230, neste sábado (24), quando os policiais abordaram um…