Correio de Carajás

Em jogo ruim, Águia empata com Bragantino

Águia e Bragantino fazem jogo ruim e ficam no 0x0. Aliás, zero a zero foi placar e nota do jogo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Em jogo ruim, realizado na manhã deste domingo (14), no Estádio São Benedito, o Diogão, em Bragança, Águia e Bragantino não saíram do 0x0. Com o resultado, o Águia de Marabá assume a liderança do Grupo C, com 5 pontos, empatado com o Castanhal, mas leva vantagem pelo número de gols marcados. Mas, caso o Independente, que está em terceiro na chave, vença o Gavião, nesta tarde, no Zinho Oliveira, o Águia cai para segundo.
Mais uma vez, o Águia de Marabá caiu de rendimento no segundo tempo. Não se trata de algo esporádico, mas sim estrutural. O Águia fraquejou contra a Tuna (abriu 3×0 e tonou 2 gols), fraquejou contra o Tapajós (abriu o placar e sofreu o empate) e agora sofreu demais na segunda etapa. O time simplesmente se desmanchou. Cadê o preparo físico?
Outra coisa: as substituições fizeram o time cair de rendimento. As saídas de Dé e Veraldo deixaram o time sem intensidade. Pelo menos um dos dois tem que ficar em campo, salvo em caso de contusão. Danilo Galvão ficou muito isolado e não venceu os duelos aéreos. Wendel entrou sem ritmo e não conseguiu dar sequência em praticamente nenhuma jogada.
E não é só isso: Mateus Rosas parece sem função no time. Não é um jogador de pegada, portanto pouco ajuda na fase defensiva; e na fase ofensiva, só toca de lado. Difícil entender a permanência dele em campo.
Tem mais: Romarinho, por melhor que seja, tem que tocar mais a bola. O campo é ruim, impede a progressão em velocidade, mas é preciso usar a inteligência; os homens de meio campo precisam se associar mais, do contrário não acontece nada nas chances de contra-atque.
Mais uma: o zagueirão Gilmar é muito bom tecnicamente, mas ele parece não ter noção do local do campo onde joga e tampouco dos nosso gramados. Dribles e passes arriscados vão acabar fazendo o Águia perder três pontos e, com isso, ele vai se “queimar”. Contra o Tapajós ele quase entrega um gol e no jogo deste domingo, deu pelos menos três sustos.
Por fim, se o Águia quiser mesmo ir para algum lugar no Parazão 2021 tem que vencer pelo menos uma partida fora de casa. (Chagas Filho)

Comentários

Mais

Multas, Coronavac e PCR obrigatório para os jogadores: os planos da Copa América contra a covid-19

Multas, Coronavac e PCR obrigatório para os jogadores: os planos da Copa América contra a covid-19

A Conmebol procura fazer da Copa América o primeiro torneio internacional em que os jogadores e todo o pessoal envolvido estejam vacinados contra a…
Palmeiras e Corinthians se enfrentam neste sábado pelo Brasileirão

Palmeiras e Corinthians se enfrentam neste sábado pelo Brasileirão

Palmeiras e Corinthians se enfrentam neste sábado (12) pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto realizado no Allianz Parque, às 19h (horário…
Em pesagem com direito a empurrão, Deiveson promete nocaute Moreno no primeiro round do UFC 263

Em pesagem com direito a empurrão, Deiveson promete nocaute Moreno no primeiro round do UFC 263

O clima de rivalidade segue influenciando Deiveson Figueiredo para a revanche contra Brandon Moreno. Em coletiva de imprensa do UFC 263, realizada na última…
Copa América 2021: calendário de jogos e grupos

Copa América 2021: calendário de jogos e grupos

A Copa América 2021 vai acontecer, apesar de todas as críticas à realização do torneio em plena pandemia de covid-19. O Supremo Tribunal Federal (STF)…
Remo é derrotado pelo Galo e dá adeus à Copa do Brasil

Remo é derrotado pelo Galo e dá adeus à Copa do Brasil

Nesta quinta-feira, o Clube do Remo finalizou sua participação na Copa do Brasil com nova derrota para o Atlético-MG, em…
Vitória tira o Inter da Copa do Brasil vencendo no Beira-Rio

Vitória tira o Inter da Copa do Brasil vencendo no Beira-Rio

Na base da resistência e da eficiência, o Vitória quebrou o favoritismo do Internacional e avançou para as oitavas de…