Correio de Carajás

Em frase desastrosa, Fernández diz que “brasileiros vieram da selva” e argentinos, “dos barcos da Europa”

Pedro Sánchez (à esquerda) e Alberto Fernández na coletiva de imprensa nesta quarta-feira em Buenos Aires/Foto: JUAN MABROMATA / AFP
Pedro Sánchez (à esquerda) e Alberto Fernández na coletiva de imprensa nesta quarta-feira em Buenos Aires/Foto: JUAN MABROMATA / AFP
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Presidente argentino distorce citação do escritor de Octavio Paz e recebe acusações de racismo por ignorar os povos originários do país. Bolsonaro publica foto com indígenas

O presidente argentino, Alberto Fernández, cometeu um erro lamentável nesta quarta-feira deturpar uma frase do escritor mexicano Octavio Paz. “Octavio Paz escreveu uma vez que os mexicanos vieram dos índios, os brasileiros vieram da selva, mas nós, os argentinos, chegamos em barcos. Eram barcos que vinham da Europa”, disse Fernández em entrevista coletiva com o presidente do Governo da Espanha (primeiro-ministro), Pedro Sánchez.

O que pretendia ser um elogio à Europa pela importância de sua imigração para a Argentina entre os séculos XIX e XX tornou-se um escândalo nos meios de comunicação e nas redes sociais, onde o mandatário foi acusado de racista sob a hashtag # VergüenzaNacional.

Na coletiva. realizada no Museu do Bicentenário de Buenos Aires, Fernández atribuiu ao Nobel de Literatura mexicano palavras de um cantor de rock argentino. Na verdade, Paz escreveu: “Os mexicanos descendem dos astecas, os peruanos dos incas e os argentinos dos barcos”. A frase citada pelo presidente argentino é uma estrofe da canção Llegamos de los barcos, do músico Lito Nebbia.

Leia mais:

Entre 1881 e 1914, o momento da explosão migratória, a Argentina recebeu mais de quatro milhões de estrangeiros, entre eles dois milhões de italianos e 1,4 milhão de espanhóis. Além disso, antes da chegada dos primeiros europeus, no século XVI, o país já era habitado e ainda hoje, segundo dados do último censo, tem quase um milhão de indígenas.

Horas depois da coletiva, o mandatário argentino se desculpou no Twitter e destacou o orgulho que representa a diversidade argentina. “Não quis ofender ninguém, de qualquer maneira, quem se sentiu ofendido ou invisibilizado, desde já minhas desculpas”, tuitou.

Comentários

Mais

GOL faz promoção de passagens para Marabá nesta madrugada

GOL faz promoção de passagens para Marabá nesta madrugada

A GOL Linhas Aéreas está com sua clássica 12 horas de promoção de passagens aéreas, que começou na noite desta…
Banco do Brasil abre concurso público com 96 vagas para o Pará; confira

Banco do Brasil abre concurso público com 96 vagas para o Pará; confira

O Banco do Brasil abriu um concurso com mais de 4.400 vagas para todo o país, sendo 96 delas para o…
Obras no São Francisco em Cabrobó foram entregues por Dilma e Temer

Obras no São Francisco em Cabrobó foram entregues por Dilma e Temer

INVESTIGADO POR:  VERIFICADO POR:   Leia mais: + GOL faz promoção de passagens para Marabá nesta madrugada + Banco do Brasil…
SINOBRAS Florestal investe em parcerias para melhoramento genético da produção do eucalipto

SINOBRAS Florestal investe em parcerias para melhoramento genético da produção do eucalipto

O melhoramento genético das plantas e manejo silvicultural são extremamente importantes para a qualidade das plantações e consequentemente das atividades…
China planeja primeira missão tripulada a Marte em 2033

China planeja primeira missão tripulada a Marte em 2033

A China pretende enviar sua primeira missão tripulada a Marte em 2033, seguida de voos frequentes, de acordo com um…
Novo lote com 300 mil doses da vacina da Janssen chega ao Brasil

Novo lote com 300 mil doses da vacina da Janssen chega ao Brasil

Chegou ao Brasil na manhã de hoje (24) mais um lote da vacina contra covid-19 da Janssen, a unidade farmacêutica…