Correio de Carajás

Dnit recupera a rodovia BR-155

Obras são executadas no esquema de “pare e siga” para não prejudicar o tráfego de veículos no trecho / Fotos: Divulgação Dnit
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) está trabalhando desde agosto na recuperação de um trecho de 71 quilômetros da BR-155 entre o município de Sapucaia e o distrito de Rio Vermelho (Gogó da Onça). A obra, orçada em R$ 38 milhões, inclui reciclagem, remendo profundo, drenagem e recapeamento do importante acesso de integração do sul e sudeste do Pará.

Serviços devem garantir o fim dos atoleiros e da dor de cabeça dos usuários

Trata-se de um dos trechos mais problemáticos dessa rodovia há anos, sempre esburacado e perigoso para os motoristas. Além de tudo, suas armadilhas e defeitos tornam as viagens demoradas e desafiadoras. A expectativa desta vez é que finalmente tenha um calçamento de qualidade e que possa durar por muitos anos.

De acordo com a autarquia, os serviços objetivam garantir mais segurança e conforto aos usuários da rodovia federal. A empresa Ethos Engenharia é a executora da empreita milionária no trecho, que estava esquecido pelo poder público desde que foi federalizado – antes a estrada era estadual.

Leia mais:
Aqui, o asfalto antigo foi totalmente retirado para receber novo calçamento

As obras de recuperação da via foram iniciadas em agosto e estão bastante avançadas. O contrato com a empreiteira tem validade até o fim dos serviços. Atualmente, o DNIT trabalha com uma gestão estratégica para garantir a manutenção das rodovias federais no Pará.

BR-163

O Ministério da Infraestrutura (MInfra) informou que finalizou neste mês a recuperação de 190,34 quilômetros (km) de pista da BR-163 no Pará. A rodovia é um importante corredor logístico, responsável pelo escoamento da safra de grãos que sai do Centro-Oeste, especialmente de Mato Grosso, até os portos do Pará. Investimento total na obra, neste ano, teria sido de R$ 115,7 milhões.

As obras compreendem três contratos vigentes de recuperação ao longo da BR-163. No primeiro, com 102,3 km de extensão e atravessando Altamira e Novo Progresso, 45,3 km foram executados em 2020. No ano passado, outros 57 km já haviam sido feitos no trecho, informa o MInfra.

No oeste do Estado, a BR-163 foi reformada pelo Dnit para tráfego de carga

O segundo tem uma extensão total de 117,14 km, e passa pelos distritos de Três Bueiras e Aruri, no município de Trairão, além de cortar Itaituba. Em 2020, teriam sido recuperados 100,1 km , e outros 17,4 km no ano passado.

O último contrato para recuperação do trecho da BR-163 no estado, ainda em andamento, conta com 138,2 km de extensão e passa pelos distritos de Castelo dos Sonhos e Cachoeira da Serra, do município paraense de Altamira.

Desse total, 44,94 km foram executados neste ano e 24,4 km em 2019. A previsão é finalizar os 68,86 km restantes em 2021. (Da Redação)

Comentários

Mais

Venezuelanos acampados em praça recebem ‘ultimato’

Venezuelanos acampados em praça recebem ‘ultimato’

A administração pública de Parauapebas trabalha para resolver a situação dos indígenas venezuelanos da etnia Warao, que estão acampados há…
Tião Miranda pede que Bolsonaro ajude a duplicar 3 rodovias em Marabá

Tião Miranda pede que Bolsonaro ajude a duplicar 3 rodovias em Marabá

Logo após a execução do Hino Nacional, no Parque de Exposições, nesta sexta-feira, dia 18, o prefeito de Marabá, Tião…
Brasil aplica mais de 2,56 milhões de doses de vacina em 24 horas

Brasil aplica mais de 2,56 milhões de doses de vacina em 24 horas

O Brasil estabeleceu um novo recorde nesta quinta-feira (17) ao aplicar 2.561.553 doses de vacinas contra a covid-19 em 24…
Vereador de Marabá entrega título de Honra ao Mérito ao presidente Bolsonaro

Vereador de Marabá entrega título de Honra ao Mérito ao presidente Bolsonaro

Antes de iniciar seu discurso, o presidente Jair Bolsonaro convidou para o palco o vereador Fernando Henrique, de Marabá, e…
Em Marabá, Bolsonaro exalta “propriedade sagrada” e critica o MST

Em Marabá, Bolsonaro exalta “propriedade sagrada” e critica o MST

Festejado por apoiadores em Marabá, que estiveram aos milhares acompanhando seus passos desde o desembarque no aeroporto local, o presidente…
Parauapebas começa a vacinar pessoas sem comorbidades a partir de 50 anos

Parauapebas começa a vacinar pessoas sem comorbidades a partir de 50 anos

Neste sábado (19) todas as unidades de saúde das zonas urbana e rural de Parauapebas abrem das 9 às 17…