Correio de Carajás

DMTU vai cadastrar motoristas de Uber e 99

Motoristas de Uber e 99 devem ser cadastrados nos próximos dias pelo DMTU/Foto: Divulgação
Motoristas de Uber e 99 devem ser cadastrados nos próximos dias pelo DMTU/Foto: Divulgação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Depois de a provada a proposta do Executivo Municipal de alteração da Lei 17.949/19, que definiu que todos os motoristas de aplicativos (incluindo Uber e 99) poderão trabalhar em Marabá, o próximo passo será a publicação no Diário Oficial dos Municípios e depois cadastrar os motoristas desses dois aplicativos que ainda estão vetados. Este cadastro será feito pelo Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (DMTU). Mas ainda não há prazo para isso, conforme explicou Jocenilson Silva, diretor do órgão.

“Estamos fazendo ajustes para o cadastramento e assim que tivermos prontos para fazer o cadastramento, avisaremos”, explica Jocenilson, acrescentando que hoje é difícil ter um controle sobre a quantidade de motoristas que atendem pelos dois aplicativos, mas possivelmente existem 300.

A partir da aprovação da proposta, Uber e 99, mesmo não mantendo matriz ou filial em Marabá, poderão exercer sua atividade amparados legalmente.

Leia mais:

Para o site oficial da prefeitura, o vice-prefeito de Marabá, Luciano Lopes Dias, disse que esse projeto é fruto de um consenso entre todas as categorias que trabalham com o transporte alternativo por aplicativo e gera uma “democratização de atendimento para a regularização do trabalho em Marabá”.

Por outro lado, o vereador Pedro Corrêa, presidente da Câmara Municipal de Marabá (CMM), entende que essa alteração dará mais alternativa para que os motoristas por aplicativos possam decidir qual a melhor forma de atender a população com mais economia e tempo.

Devido ao fato de as empresas não terem filial nem matriz em Marabá, motoristas que atuam pelas plataformas de Uber e 99 estão impedidos de atuar desde fevereiro. No mês de abril houve até protestos por parte de taxistas lotação e motoristas de outros aplicativos para pressionar a CMM e a prefeitura a não aceitarem a atuação dos dois aplicativos de multinacionais sem a devida representação física local, mas a prefeitura acabou aceitando a atuação de Uber e 99, por entender que a população precisa de mais opções de transporte. Agora é esperar pelo cadastro. (Chagas Filho)

Comentários

Mais

Vereadora Vanda se licencia da Câmara e Badeco assumirá em seu lugar

Vereadora Vanda se licencia da Câmara e Badeco assumirá em seu lugar

Na sessão ordinária desta terça-feira, 3, foi lida, em Plenário, uma “Carta ao povo de Marabá”, em que a vereadora…
Grupamento de Bombeiros em Marabá tem novo comandante

Grupamento de Bombeiros em Marabá tem novo comandante

O major QOBM Felipe Galúcio de Souza, de 45 anos, é o novo comandante do 5º Grupamento de Bombeiros Militar…
Bike adaptada leva Eric e a família para a Orla

Bike adaptada leva Eric e a família para a Orla

Aos 21 anos, Eric Fernandes Silva Souza integra o grupo de pedal Brutas e Cia MBA, juntamente com a mãe,…
A “magrela” que transforma vidas em Marabá

A “magrela” que transforma vidas em Marabá

Marabá ganhou um presente neste verão. É a uma ciclofaixa de cerca de 9 quilômetros, que vai do Km 6,…
MPPA firma TAC com Itupiranga para realização de concurso público

MPPA firma TAC com Itupiranga para realização de concurso público

Nesta sexta-feira (30), a Promotoria de Justiça de Itupiranga firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Município.…
Pará chega a 572.520 casos de Covid-19 e 16.058 mortes

Pará chega a 572.520 casos de Covid-19 e 16.058 mortes

O Pará registra neste segunda-feira (2) um total de 572.520 casos de Covid-19 e 16.058 mortes desde o início da…