Correio de Carajás

Dia de Finados: Velas, flores e saudades lembram quem já partiu

Cemitério da Saudade Na Folha 29 (Foto: Evangelista Rocha)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

É intenso o fluxo de pessoas e comerciantes no Cemitério da Saudade localizado na Folha 29, núcleo Nova Marabá. Desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira, 2 de novembro, familiares e amigos prestam homenagens aos seus entes queridos com velas, flores e orações neste Dia de Finados.

São diversas as manifestações, seja em grupo, identificados com camisas homenageando os falecidos, ou sozinhos, como o seu Sebastião Alves Costa, de 51 anos, que fala emocionado da mãe, que morreu há menos de três meses. “A gente nunca esquece esse momento, sabe que é uma partida, todos nós um dia iremos partir, mas a gente nunca se acostuma com esse momento”.

Ele completa falando da tristeza, da dor e da fé que sente ao visitar o túmulo da mãe neste Dia de Finados. “É um momento de dor, mas a gente sabe que Deus a acolheu como acolheu muitos que estão aqui hoje, estão nos braços de Deus, estão na mão do Senhor e é por isso que nós como católicos estamos aqui hoje para fazer essa homenagem, acendendo velas porque vela representa luz e luz tira as trevas, quem anda na luz, não anda nas trevas”.

Leia mais:

Muitas pessoas que não puderam ir para outras localidades prestar homenagens aos seus entes queridos foram ao cemitério acender velas e orar no Cruzeiro das Almas, localizado na entrada do cemitério, como fez Mauro de Souza, de 54 anos, que ao visitar túmulos de amigos, fez questão de aceder velas no local para a mãe e familiares que já se foram. “Isso representa estar próximo dos entes queridos. O corpo se vai, mas a presença deles, espiritualmente, está com a gente, então você vir no local em que deixou eles no passado é uma forma de demostrar esse amor, essa gratidão, essa fé que nós cremos e acreditamos nela”.

Salgado

Quem deixou para comprar velas no local se assustou com o preço que subiu consideravelmente em relação a mesma época do ano passado. A caixa menor, de vela simples, que custava em média R$2,50, este ano não se encontra inferior a R$ 3.

Segundo Edileuza Andrade, que há 10 anos vende velas e flores na porta do cemitério, os vendedores ambulantes que estão no local não estão revendendo velas por conta do preço alto. “Não dá pra vender mais em conta porque no mercado aumentou muito a vela esse ano e a gente tem que vender de acordo com o mercado, se não a gente não ganha nada né”.

Ela diz também que já teve que abastecer o estoque de velas simples e que espera vender tudo até as 19 horas pois, segundo ela, o fluxo de vendas está maior que ano passado.

Trânsito

Para garantir a segurança no trânsito e o estacionamento correto dos veículos nos arredores dos cemitérios de Marabá, neste Dia de Finados, o Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (DMTU) disponibilizou um contingente de 20 agentes para os três principais campos santos da cidade.

No Cemitério da Saudade, na Folha 29 (Nova Marabá), oito agentes municipais de trânsito em cinco automóveis e três motocicletas controlaram o trânsito, segundo explicou o agente Israel Salles.

De acordo com ele, um fato curioso no feriado de Finados deste ano é que a movimentação foi intensa logo nas primeiras horas da manhã, diferente de anos anteriores, quando as pessoas deixavam para ir perto de meio-dia e no final da tarde.

“Quando chegamos aqui tivemos dificuldade de retirar alguns carros que estavam mal estacionados atrapalhando o trânsito”, comentou Israel. O trabalho do DMTU nos três cemitérios segui até por volta das 19h.

Mais

Sintepp anuncia greve na educação de Marabá para esta terça-feira

Sintepp anuncia greve na educação de Marabá para esta terça-feira

Por meio de seu blog na Internet, a Subsede local do Sindicato dos Trabalhadores na Educação (Sintepp) anunciou, nesta segunda-feira,…
Banco Central abre consultas para saques e trocos via Pix

Banco Central abre consultas para saques e trocos via Pix

Até 9 de junho, correntistas e clientes de todo o país poderão apresentar sugestões para que o Banco Central (BC)…
Mais de 38 mil pessoas já participaram de contações de história durante a pandemia

Mais de 38 mil pessoas já participaram de contações de história durante a pandemia

A pandemia da covid-19 consolidou a internet como principal plataforma de entretenimento no Brasil. A rede está repleta de programações…
Petrobras firma contrato para construção de sétima plataforma

Petrobras firma contrato para construção de sétima plataforma

A Petrobras divulgou hoje (10) que assinou contrato para construção da P-78, sétima unidade a ser instalada no campo de…
79% de mulheres que atuam na música são discriminadas

79% de mulheres que atuam na música são discriminadas

Pesquisa realizada pela União Brasileira de Compositores (UBC) junto a compositoras, intérpretes, musicistas, produtoras fonográficas e técnicas, não necessariamente associadas…
Fiocruz investiga transmissão da covid-19 entre crianças e adultos

Fiocruz investiga transmissão da covid-19 entre crianças e adultos

Um estudo coordenado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com outras instituições de pesquisa constatou uma transmissão mais frequente…