Correio de Carajás

Dia das Crianças : Procon alerta consumidores

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
3 Visualizações

A aproximação do Dia das Crianças, comemorado na próxima quinta-feira (12), tem movimentado bastante o comércio de Marabá. Em datas como assim, é necessário que os consumidores pesquisem, chequem a qualidade e os preços dos brinquedos disponíveis nas lojas para evitar aborrecimentos futuros. Apenas este ano, o Procon Municipal já registrou seis denúncias contra a publicidade enganosa em estabelecimentos da cidade.

A informação foi repassada pela coordenadora do órgão, Zélia Sousa, que confirmou que a fiscalização vem atuando na cidade há cerca de um mês para coibir abusos e golpes neste período. “A equipe de fiscalização está nas ruas verificando preço, justamente para ter mais transparência para o consumidor por parte dos fornecedores”, afirmou.

Segundo disse, existem dois ficais responsáveis designados para verificar cada estabelecimento quanto à precificação dos produtos, qualidade e tipos de publicidade praticados. Zélia ainda disse à reportagem que algumas lojas têm anunciado propagandas que não condizem com a realidade do que está sendo ofertado.

Leia mais:

“O consumidor vai todo ansioso e chegando ao estabelecimento não tem o produto ou o vendedor apresenta outro mais caro, diferente do que foi divulgado. Só que o CDC (Código de Defesa do Consumidor) é claro: se houve publicidade ela tem que ser cumprida”, declara.

Conforme explicou, se o estabelecimento não disponibilizar o produto, o comprador tem que denunciar. Ela esclarece que a publicidade só pode ser feita se a loja ainda tiver o artigo em estoque. Além disso, garantiu que no momento em que é feita a denúncia, os fiscais de plantão se dirigem à loja para que seja cumprida a oferta.

Dicas

O Procon de Marabá recomenda que alguns cuidados sejam tomados na hora da compra de brinquedos, roupas e demais artigos infanto-juvenis. “O consumidor, quando vai ao estabelecimento, deve observar o produto que está levando para casa. Ele deve ver a garantia de fábrica, se tem, e o período dela. E tem que ficar atento a prazos”, alertou Zélia.

Ainda de acordo com ela, se um brinquedo apresentar problema no prazo de 15 dias após a compra, o consumidor deve voltar à loja e exigir a troca ou concerto. “E se em 30 dias o fornecedor ou fabricante não resolver o problema, o consumidor deve procurar o Procon e denunciar. Ele tem direito à restituição do valor que foi pago”, reitera.

Zélia aconselha também que as pessoas analisem visualmente os produtos antes de levarem para casa, reparando se existe algum defeito físico. “Porque esse defeito visível, um amassado ou riscado, não tem garantia. Então, se comprou no estabelecimento físico, o consumidor não tem essa garantia”.

Compras online

Já nos casos da compra pela internet, ela diz que o prazo para troca é de sete dias. “Se dentro desses sete dias, o consumidor não conseguir acionar o fabricante ou o fornecedor, deve procurar o Procon antes de vencer esse prazo”, informou, acrescentando que é necessário anotar todas as informações referentes à compra, como dados de fornecedor e fabricante, uma vez que a loja online geralmente não tem sede em Marabá.

A coordenadora recomenda também que os clientes façam pesquisas antes de fechar a compra, para não pagar mais caro em determinados produtos. “Os próprios fiscais do Procon estão levantando os preços para montar uma planilha que será disponibilizado para o consumidor. Verificar se tem a garantia do Inmetro, observar para qual idade é recomendada o brinquedo e a idade da criança [que vai receber o presente], isso é muito importante, pois estamos falando de um público que requer todos os cuidados”, pontuou.

Como denunciar

No órgão de proteção ao consumidor de Marabá, as equipes de fiscalização ficam à disposição da população das 8 às 14 horas. O número para contato é (94) 3322-5651. Também é possível buscar o Procon, que fica localizado em frente à Praça Duque de Caxias, na Marabá Pioneira, no espaço do antigo prédio da Caixa Econômica Federal. Neste caso, é preciso ir munido de documentos pessoais e nota fiscal da compra do produto.

“Falando em nota fiscal, há outra coisa de extrema importância que o consumidor não pode deixar passar: pegar o comprovante, cupom ou nota fiscal de compra. Nós tivemos um problema recente, em um estabelecimento, em que a loja se negou a entregar, só que todo estabelecimento comercial é obrigado a emitir este documento”, ressalta.

Comércio local está movimentado, a uma semana da data

De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a previsão de crescimento nas vendas em decorrência do Dia das Crianças este ano é de 3,4%, superando os quatro anos anteriores. Marabá segue a tendência de alta do restante do País. Desde a manhã desta sexta-feira (6), consumidores tomaram os centros comerciais dos principais núcleos da cidade em busca dos melhores produtos, condições de pagamento e promoções.

A procura por brinquedos e presentes na cidade está tão favorável que muita gente resolveu antecipar as compras. Divanildo Fernandes tem um casal de filhos. Ele buscou uma loja na Marabá Pioneira para comprar o presente das crianças e gostou do resultado. “O preço está bom e o brinquedo é de boa qualidade”, contou. Quem também fez compras adiantadas foi Firmino Ferreira Bastos. “Meu dia a dia é muito corrido, por isso resolvi me antecipar e comprar logo”, disse.

Já Luís Carlos Sobral encheu o carrinho de compras. Ele contou à reportagem que vai presentear o filho, o afilhado e os sobrinhos também, daí a necessidade de comprar muitos brinquedos. “Aproveitando o embalo da promoção aqui, que está boa, a gente aproveita para fazer a felicidade das crianças e economizar um pouco”, relatou.

Diego Carvalho foi nesta sexta-feira (6) fazer as compras do Dia das Crianças e gostou bastante dos preços. “As ofertas estão melhores neste ano de 2017”, resumiu. O CNC estima que as vendas na época movimentem R$ 7,4 bilhões. Para a gerente de uma loja de brinquedos localizada na Marabá Pioneira, Magna Pereira Lima, a expectativa é a melhor possível. “Estamos preparados para atender os nossos clientes com todo carinho e atenção, oferecendo os melhores produtos e novidades no mercado de brinquedos”, garantiu.

De acordo com ela, os brinquedos mais procurados pela garotada nessa época são os carrinhos de controle remoto, carros e motos elétricos. “O fluxo de pessoas está maior este ano e nossa expectativa de vendas cresceu”. A melhora é percebida também pela vendedora de uma loja de utilidades em Marabá. Daiana Costa disse que a loja está preparada para receber os compradores com produtos bons e acessíveis. “E vai chegar bastante novidade ainda”, frisou. 

Saiba mais – Segundo o Procon, os estabelecimentos comerciais que estão com artigos em promoção são obrigados a fornecer o preço anterior do produto ao cliente. Caso haja recusa por parte da loja, o consumido deve acionar o Procon.

(Nathália Viegas com informações de Josseli Carvalho)

A aproximação do Dia das Crianças, comemorado na próxima quinta-feira (12), tem movimentado bastante o comércio de Marabá. Em datas como assim, é necessário que os consumidores pesquisem, chequem a qualidade e os preços dos brinquedos disponíveis nas lojas para evitar aborrecimentos futuros. Apenas este ano, o Procon Municipal já registrou seis denúncias contra a publicidade enganosa em estabelecimentos da cidade.

A informação foi repassada pela coordenadora do órgão, Zélia Sousa, que confirmou que a fiscalização vem atuando na cidade há cerca de um mês para coibir abusos e golpes neste período. “A equipe de fiscalização está nas ruas verificando preço, justamente para ter mais transparência para o consumidor por parte dos fornecedores”, afirmou.

Segundo disse, existem dois ficais responsáveis designados para verificar cada estabelecimento quanto à precificação dos produtos, qualidade e tipos de publicidade praticados. Zélia ainda disse à reportagem que algumas lojas têm anunciado propagandas que não condizem com a realidade do que está sendo ofertado.

“O consumidor vai todo ansioso e chegando ao estabelecimento não tem o produto ou o vendedor apresenta outro mais caro, diferente do que foi divulgado. Só que o CDC (Código de Defesa do Consumidor) é claro: se houve publicidade ela tem que ser cumprida”, declara.

Conforme explicou, se o estabelecimento não disponibilizar o produto, o comprador tem que denunciar. Ela esclarece que a publicidade só pode ser feita se a loja ainda tiver o artigo em estoque. Além disso, garantiu que no momento em que é feita a denúncia, os fiscais de plantão se dirigem à loja para que seja cumprida a oferta.

Dicas

O Procon de Marabá recomenda que alguns cuidados sejam tomados na hora da compra de brinquedos, roupas e demais artigos infanto-juvenis. “O consumidor, quando vai ao estabelecimento, deve observar o produto que está levando para casa. Ele deve ver a garantia de fábrica, se tem, e o período dela. E tem que ficar atento a prazos”, alertou Zélia.

Ainda de acordo com ela, se um brinquedo apresentar problema no prazo de 15 dias após a compra, o consumidor deve voltar à loja e exigir a troca ou concerto. “E se em 30 dias o fornecedor ou fabricante não resolver o problema, o consumidor deve procurar o Procon e denunciar. Ele tem direito à restituição do valor que foi pago”, reitera.

Zélia aconselha também que as pessoas analisem visualmente os produtos antes de levarem para casa, reparando se existe algum defeito físico. “Porque esse defeito visível, um amassado ou riscado, não tem garantia. Então, se comprou no estabelecimento físico, o consumidor não tem essa garantia”.

Compras online

Já nos casos da compra pela internet, ela diz que o prazo para troca é de sete dias. “Se dentro desses sete dias, o consumidor não conseguir acionar o fabricante ou o fornecedor, deve procurar o Procon antes de vencer esse prazo”, informou, acrescentando que é necessário anotar todas as informações referentes à compra, como dados de fornecedor e fabricante, uma vez que a loja online geralmente não tem sede em Marabá.

A coordenadora recomenda também que os clientes façam pesquisas antes de fechar a compra, para não pagar mais caro em determinados produtos. “Os próprios fiscais do Procon estão levantando os preços para montar uma planilha que será disponibilizado para o consumidor. Verificar se tem a garantia do Inmetro, observar para qual idade é recomendada o brinquedo e a idade da criança [que vai receber o presente], isso é muito importante, pois estamos falando de um público que requer todos os cuidados”, pontuou.

Como denunciar

No órgão de proteção ao consumidor de Marabá, as equipes de fiscalização ficam à disposição da população das 8 às 14 horas. O número para contato é (94) 3322-5651. Também é possível buscar o Procon, que fica localizado em frente à Praça Duque de Caxias, na Marabá Pioneira, no espaço do antigo prédio da Caixa Econômica Federal. Neste caso, é preciso ir munido de documentos pessoais e nota fiscal da compra do produto.

“Falando em nota fiscal, há outra coisa de extrema importância que o consumidor não pode deixar passar: pegar o comprovante, cupom ou nota fiscal de compra. Nós tivemos um problema recente, em um estabelecimento, em que a loja se negou a entregar, só que todo estabelecimento comercial é obrigado a emitir este documento”, ressalta.

Comércio local está movimentado, a uma semana da data

De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a previsão de crescimento nas vendas em decorrência do Dia das Crianças este ano é de 3,4%, superando os quatro anos anteriores. Marabá segue a tendência de alta do restante do País. Desde a manhã desta sexta-feira (6), consumidores tomaram os centros comerciais dos principais núcleos da cidade em busca dos melhores produtos, condições de pagamento e promoções.

A procura por brinquedos e presentes na cidade está tão favorável que muita gente resolveu antecipar as compras. Divanildo Fernandes tem um casal de filhos. Ele buscou uma loja na Marabá Pioneira para comprar o presente das crianças e gostou do resultado. “O preço está bom e o brinquedo é de boa qualidade”, contou. Quem também fez compras adiantadas foi Firmino Ferreira Bastos. “Meu dia a dia é muito corrido, por isso resolvi me antecipar e comprar logo”, disse.

Já Luís Carlos Sobral encheu o carrinho de compras. Ele contou à reportagem que vai presentear o filho, o afilhado e os sobrinhos também, daí a necessidade de comprar muitos brinquedos. “Aproveitando o embalo da promoção aqui, que está boa, a gente aproveita para fazer a felicidade das crianças e economizar um pouco”, relatou.

Diego Carvalho foi nesta sexta-feira (6) fazer as compras do Dia das Crianças e gostou bastante dos preços. “As ofertas estão melhores neste ano de 2017”, resumiu. O CNC estima que as vendas na época movimentem R$ 7,4 bilhões. Para a gerente de uma loja de brinquedos localizada na Marabá Pioneira, Magna Pereira Lima, a expectativa é a melhor possível. “Estamos preparados para atender os nossos clientes com todo carinho e atenção, oferecendo os melhores produtos e novidades no mercado de brinquedos”, garantiu.

De acordo com ela, os brinquedos mais procurados pela garotada nessa época são os carrinhos de controle remoto, carros e motos elétricos. “O fluxo de pessoas está maior este ano e nossa expectativa de vendas cresceu”. A melhora é percebida também pela vendedora de uma loja de utilidades em Marabá. Daiana Costa disse que a loja está preparada para receber os compradores com produtos bons e acessíveis. “E vai chegar bastante novidade ainda”, frisou. 

Saiba mais – Segundo o Procon, os estabelecimentos comerciais que estão com artigos em promoção são obrigados a fornecer o preço anterior do produto ao cliente. Caso haja recusa por parte da loja, o consumido deve acionar o Procon.

(Nathália Viegas com informações de Josseli Carvalho)

Comentários

Mais

Brasil deve receber mais de 842 mil doses da vacina da Pfizer em junho

Brasil deve receber mais de 842 mil doses da vacina da Pfizer em junho

O Brasil vai receber 842.400 doses da vacina da farmacêutica Pfizer/BioNTech contra a covid-19. A informação foi dada pelos coordenadores…
Fórum discute desafios à garantia de direitos da pessoa idosa

Fórum discute desafios à garantia de direitos da pessoa idosa

Teve início hoje (13) o 1º Fórum Nacional da Pessoa Idosa. O evento, organizado pelo Ministério da Mulher, Família e…
Psicóloga orienta pais a ouvirem e validarem queixas dos filhos

Psicóloga orienta pais a ouvirem e validarem queixas dos filhos

Depois de todo o país se chocar com a morte do menino Henry, de 4 anos, no Rio de Janeiro,…
Sexta edição do FIA Cinefront estreia em plataforma de streaming nesta quinta

Sexta edição do FIA Cinefront estreia em plataforma de streaming nesta quinta

Com exibição em plataforma de streaming própria, a abertura oficial do 6º Festival Internacional Amazônida de Cinema de Fronteira, o…
Filhote de onça preta é resgatado em Novo Progresso

Filhote de onça preta é resgatado em Novo Progresso

Moradores de Novo Progresso, sudoeste do Pará, resgataram um filhote de onça preta. De acordo com testemunhas, o animal estava…
Inflação acelera para todas as faixas de renda em março, diz Ipea

Inflação acelera para todas as faixas de renda em março, diz Ipea

Pelo segundo mês consecutivo, o Indicador Ipea de Inflação por Faixa de Renda registrou, em março, alta da taxa para…