Correio de Carajás

Dezembro Vermelho: Mais de 380 testes rápidos para detectar casos de sífilis, HIV/Aids, hepatite B e hepatite C são realizados

(Foto: Divulgação)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, foi uma das instituições que receberam o posto volante do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) pela campanha “Dezembro Vermelho”. No dia 13, usuários ambulatoriais e colaboradores da Unidade participaram da ação, que ofereceu testes rápidos para detectar casos de sífilis, HIV/Aids, hepatite B e hepatite C.
Domingos Pinheiro é morador de Serra Pelada, no município de Curionópolis. Ele aproveitou que estava na unidade acompanhando a esposa em um exame, para realizar os testes. “Logo que soube que ia ter a ação, aceitei o convite para fazer o exame. A gente pode pensar que está bom, mas só sabe quando passa pelo médico mesmo”, disse o servente.
No total, 384 testes rápidos foram realizados durante a programação no HRSP. O resultado era disponibilizado em 15 minutos para cada participante. Nos casos em que é detectada alguma alteração na sorologia, o paciente é encaminhado para o Centro de Testagem e Aconselhamento, onde é feito um novo exame e, se confirmado o primeiro resultado, o tratamento é iniciado imediatamente e de forma gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
Além dos testes rápidos, nesta semana, o Hospital Regional de Marabá, Unidade gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, também promoverá um bate-papo com os colaboradores sobre prevenção e tratamento das infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), antes chamadas de doenças sexualmente transmissíveis.
De acordo com a enfermeira do HRSP e integrante da Comissão de Humanização, Thaís Tonassi, o envolvimento da unidade no movimento “Dezembro Vermelho”, que sensibiliza a população para o combate ao HIV/Aids e demais ISTs, é uma forma da instituição contribuir para a melhora da qualidade de vida na região. “A informação é fundamental para combater esse problema, afinal é melhor prevenir do que ter tratar”, argumentou a colaboradora.
A enfermeira do CTA, Cícera Lima, comentou sobre a ação. “Em dezembro, o Centro reforça as campanhas itinerantes com o objetivo de detectar precocemente os casos, porque quanto mais cedo for confirmada a doença, mais rápido o paciente pode iniciar o tratamento e melhor pode ser a sua qualidade de vida”, explicou a enfermeira. (Ascom HRSP)

Mais

Companhia de Trânsito de Tucuruí destrói mais de 100 kadrons

Companhia de Trânsito de Tucuruí destrói mais de 100 kadrons

Como parte da programação do Maio Amarelo, mês dedicado à segurança no trânsito, a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano…
É falso tuíte afirmando que Pazuello viajou para os EUA com passaporte diplomático

É falso tuíte afirmando que Pazuello viajou para os EUA com passaporte diplomático

Falso É falso o tuíte que afirma que o general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, tenha recebido um passaporte diplomático…
EUA autorizam vacina da Pfizer para faixa etária de 12 a 15 anos

EUA autorizam vacina da Pfizer para faixa etária de 12 a 15 anos

A Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos autorizou a vacina contra covid-19 da Pfizer e da parceira…
Quase 9% das mulheres sofreram alguma violência sexual, diz IBGE

Quase 9% das mulheres sofreram alguma violência sexual, diz IBGE

Pelo menos 8,9% das mulheres brasileiras já sofreram algum tipo de violência sexual na vida, segundo dados da Pesquisa Nacional da Saúde…
Pagamentos com cartões crescem 17% no primeiro trimestre

Pagamentos com cartões crescem 17% no primeiro trimestre

As transações por cartões (crédito e débito) registraram um aumento de 17,3% nos valores movimentados no primeiro trimestre deste ano…
Cadáveres não foram violados no Cemitério da Saudade, em Marabá

Cadáveres não foram violados no Cemitério da Saudade, em Marabá

Circulou nas redes sociais na manhã desta terça-feira (11) a foto de um caixão aberto, que possivelmente seria no Cemitério…