Correio de Carajás

Desta vez, Escola Gaspar Viana sofre um incêndio

Fotos: Josseli Carvalho
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Apenas seis dias após o Correio de Carajás reportar problema o drama dos alunos da Escola Estadual de Ensino Médio e Integral Dr. Gaspar Vianna, sem aula há mais de um mês, desde que a unidade foi interditada após parte do telhado desabar, um incêndio atingiu a cozinha da instituição de ensino na manhã de hoje, quarta-feira (27), piorando ainda mais a situação.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 6h20. De acordo com o subtenente Pontes, que atuou na ocorrência, cinco minutos depois a equipe de combate a incêndio chegou ao local.

Leia mais:

“Chegando lá, algumas pessoas da escola já tinham conseguido abrir um pouco a porta de ferro e entrar. Fizemos o arrombamento do restante, entramos, fizemos a extinção do que estava queimando, fizemos o rescaldo e a inspeção para verificar se não havia danificado mais nada”.

O bombeiro destaca que ao solicitar a documentação de vistoria do Corpo de Bombeiros à direção da escola, esta informação que não havia. “Pedimos para isolar o local, foi solicitada a perícia e depois faremos a investigação para saber o que provocou o incêndio”, destacou.

Segundo o subtente, havia merenda estocada em um freezer onde provavelmente o fogo começou. “Lá tinha até merenda guardada, em um freezer, que provavelmente foi onde deu curto. Infelizmente o vigia não tinha a chave do local, o que poderia ter salvado alguma coisa. Foram queimados objetos da escola”, completou.

Desde a queda do telhado, no dia 19 de maio, nenhuma das classes foi remanejada para outro espaço e nem tem data definida de quando a instituição será reformada. Na última semana, o pai de um dos alunos procurou a Redação para reclamar sobre o descaso do governo estadual, afirmando que ao procurar a 4ª URE ninguém informa de nada.

Na ocasião, o diretor da escola, Fernando Ferreira Santiago, informou que 11 imóveis foram visitados para abrigar os alunos e que o mais adequado é o do Instituto de Educação Profissionalizante e Politécnico do Pará, na Folha 30, mas há grande burocracia no desenrolar do processo.

Declarou, ainda, que vai enviar ofícios ao Exército Brasileiro e à Prefeitura de Marabá, solicitando apoio para transportar os móveis do colégio para o prédio onde funcionará provisoriamente, acrescentando que deve ser feito um calendário especial para reposição de aulas. Por fim, de acordo com previsão da Secretaria de Educação do Estado do Pará (Seduc), a reforma da escola deve começar em meados de julho.

Com cerca de 700 estudantes matriculados, 34 professores e 54 funcionários, a escola Gaspar Viana já soma 33 anos de existência. Porém, apenas duas reformas foram realizadas no prédio nessas mais de três décadas. (Luciana Marschall – com informações de Josseli Carvalho)

 

Mais

Prefeitura de Marabá libera espaços de eventos a partir de segunda

Prefeitura de Marabá libera espaços de eventos a partir de segunda

A partir da próxima segunda-feira (17) os espaços de eventos ficam autorizados a funcionar em Marabá. O decreto nº 196,…
Começa hoje consulta pública sobre mudanças na Nova Marabá

Começa hoje consulta pública sobre mudanças na Nova Marabá

Nesta sexta-feira, dia 14 de maio, inicia a Consulta Pública promovida pela Câmara Municipal de Marabá, para que a população…
Covid-19: Novas etapas da campanha de vacinação iniciam neste fim de semana em Marabá

Covid-19: Novas etapas da campanha de vacinação iniciam neste fim de semana em Marabá

A Secretaria Municipal de Saúde de Marabá informa que, neste final de semana, sábado (15) e domingo (16), ocorrerá uma…
Post usa notícia de 2019 para parabenizar Bolsonaro por acordo Mercosul-UE, mas negociações estão paradas

Post usa notícia de 2019 para parabenizar Bolsonaro por acordo Mercosul-UE, mas negociações estão paradas

Investigado por: Verificado por:    É enganosa uma publicação no Facebook do dia 9 de maio de 2021, em um…
Estado regulariza cerca de 2.500 lotes dos bairros Liberdade e Independência

Estado regulariza cerca de 2.500 lotes dos bairros Liberdade e Independência

A Companhia de Habitação do Estado do Para (Cohab), ligada ao Governo do Estado, está trabalhando de forma célere para…
Filhote de jacaré surge em bueiro aberto na Folha 6

Filhote de jacaré surge em bueiro aberto na Folha 6

Um morador nada comum deu o “ar da graça” e surpreendeu a população da Folha 6. Um filhote de jacaré…