Correio de Carajás

Defesa Civil: Marabaense assume coordenação nacional

Engenheiro Carlos Ribeiro assumiu ontem o cargo e já exerce a função
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O engenheiro eletricista marabaense Carlos Ribeiro Correia Neto acaba de ser nomeado novo coordenador-geral da Defesa Civil Nacional. A portaria do Ministério da Integração Nacional com esta providência foi publicada no Diário Oficial da União do último dia 9 de agosto e ele tomou posse ontem (17). O órgão é um dos mais importantes da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil e está dentro de um orçamento bilionário, da ordem de R$ 1,48 bilhão apenas em 2017. Só em 2018, a secretaria já investiu R$ 970 milhões em ações de Defesa Civil no Brasil.

A secretaria é distribuída em três grandes divisões: no pré-desastre – Diretoria de Prevenção e Preparação (DPP); no desastre – Diretoria de Resposta à Desastres e no pós-desastres – Diretoria de Reabilitação e Reconstrução (DRR). É à frente da primeira que Carlos Correia vai trabalhar, em ações que são de vital importância para o País.

O Departamento de Prevenção e Preparação formula e define as diretrizes gerais relacionadas com a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil; desenvolve e implementa planos, programas, projetos e estudos de prevenção e de preparação relacionados com gerenciamento de riscos e desastres; promove o desenvolvimento de estudos relacionados com a identificação, a avaliação e o mapeamento de riscos de desastres, com a elaboração de mapas de áreas de risco.

Leia mais:

“Além disso, o departamento promove e orienta, em articulação com os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, a organização e a implementação de órgãos de proteção e defesa civil. Está na nossa responsabilidade o planejamento para a atuação de proteção e defesa civil, por meio de planos diretores, preventivos, de contingência, de operação e plurianuais”, explica.

Carlos Neto tem 38 anos, pertence às famílias Ribeiro e Rocha de Marabá, sendo um dos netos do veterano comerciante Onildo Rocha. Teve sua formação acadêmica em Brasília e já trabalhou aqui na terrinha na Secretaria de Viação e Obras Públicas da Prefeitura de Marabá em 2016, antes disso na Leolar, Brasil Telecom e Telemar. Atualmente ele estava trabalhando pela Empresa Concremat Engenharia, gerenciadora da Obra da Transposição do Rio São Francisco. É pós-graduado em Redes de Transmissão de Dados e cursa MBA em Projeto, Execução e Controle de Engenharia Elétrica.

“Já vínhamos dando apoio à Defesa Civil e ao Ministério da Integração e essa possibilidade de estar na coordenação nacional é um grande desafio, o qual vamos encarar com responsabilidade e foco na missão desse importante departamento”, disse ao CORREIO, o agora coordenador nacional. (Da Redação)

Mais

DMTU faz o lançamento do Movimento Maio Amarelo

DMTU faz o lançamento do Movimento Maio Amarelo

Com o objetivo de colocar em pauta o tema da segurança viária, o Movimento Maio Amarelo nasce com a proposta…
Dia 10 de maio marca a emancipação de oito municípios da região

Dia 10 de maio marca a emancipação de oito municípios da região

Esta segunda-feira, 10 de maio, será um feriado especial para muitas cidades do Pará. Mais precisamente para 15 municípios, que…
DMTU esclarece suposta “casinha” feita por agente de trânsito

DMTU esclarece suposta “casinha” feita por agente de trânsito

Desde o final da noite de quarta-feira (5), o nome do agente de trânsito Etervan Ferreira Sousa está circulando em…
Sespa divulga orientações sanitárias para o Dia das Mães, com base em protocolos sanitários

Sespa divulga orientações sanitárias para o Dia das Mães, com base em protocolos sanitários

Para reduzir os riscos de propagação da Covid-19 durante as celebrações pelo Dia das Mães, a Secretaria de Estado de…
ONU pede investigação imparcial sobre operação no Jacarezinho

ONU pede investigação imparcial sobre operação no Jacarezinho

O Alto Comissariado da Organização das Nações Unidas (ONU) para Direitos Humanos, com sede em Genebra, na Suíça, pediu hoje…
Covid-19: mortes seguem caindo lentamente, mas casos voltam a subir

Covid-19: mortes seguem caindo lentamente, mas casos voltam a subir

As mortes por covid-19 no Brasil têm apresentado uma leve tendência de queda, segundo dados do Boletim Epidemiológico do Ministério…