Correio de Carajás

Cosanpa faz mutirão para cortar água de 15 mil devedores

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Atenção caso você esteja devendo mais de 30 dias para a Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa). A partir de amanhã, quarta-feira (12), um mutirão formado por uma equipe entre 15 e 20 cortadores começa a atuar na Folha 28, Nova Marabá. Até o final da semana deverá alcançar também a Folha 10 e o órgão estuda quais as próximas regiões que irão receber a ação. Apenas no município são aproximadamente 15 mil inadimplentes.

O objetivo da medida é que as pessoas procurem a companhia durante a campanha “Conta em Dia”, iniciada no último dia 1º, para firmar acordo e assim pagar os débitos parceladamente e com grandes descontos. Robson Querino, coordenador estadual comercial da Cosanpa, destaca a inadimplência aumentou na cidade nos últimos quatro meses e a atualmente a companhia arrecada apenas 40% do que fatura.

“O mutirão começa oficialmente amanhã em Marabá e semana que vem passamos para a capital e demais municípios. Há um crescimento muito grande da inadimplência e em virtude disso foi lançada novamente a campanha ‘Conta em Dia’, que tínhamos lançado no final do ano. Tivemos grande sucesso, mas depois, com a crise do país, voltamos de novo à inadimplência. Decidimos reeditá-la com algumas mudanças”, explicou.

Leia mais:

Ele destaca que qualquer cliente com conta vencida a mais de 30 dias está sujeito ao corte. “Nas nossas contas existe o aviso, anteriormente, de que ele possui débitos, então não estamos escolhendo. Atrasados a um, dois ou três meses, se tiver atrasado a mais de 30 dias está sujeito à corte. Por isso a gente pede que venham logo e negociem”.

Querino destaca que a partir do momento que o cliente negociar o débito não haverá mais suspensão do fornecimento, mas deve haver alguém na residência para apresentar aos cortadores o boleto de entrada pago. Acrescenta que assim que forem definidos os próximos bairros eles serão divulgados, mas mesmo os inadimplentes que vivem em regiões não anunciadas devem aproveitar a campanha.  “Lógico que só porque não foi anunciada alguma folha, por exemplo, não quer dizer que a pessoa não deva vir negociar porque vai chegar a vez de todo mundo”.

Além do corte, os clientes estão susceptíveis à negativação de débito. “O cliente que estiver com débitos estará com seu nome negativado. Em Marabá, acredito que a partir da próxima semana, vai começar a haver também cobrança por call center, ou seja, aquele cliente que estiver devendo poucos dias vai receber ligação alertando para ele se regularizar, para não haver nenhum tipo de problema”.

Ele destaca que entre os 15 mil clientes devedores há quantidade significativa de empresas devendo grandes quantias em água. “Há vários tipos de débitos, desde um mês a vários meses. Continua havendo grandes quantidades de débitos de empresas, são débitos muito altos e já chegamos a cobrar, mas agora temos uma negociação especial que cria a possibilidade de elas negociarem”. Já há ofícios assinados e prontos para serem entregues aos 100 maiores devedores da cidade. “Se não conseguirmos êxito iremos acionar o departamento jurídico”, alerta.

A negociação pela campanha “Conta em Dia” permite que os usuários recebam 100% de descontos em juros e multas por atraso e obtenham descontos de até 90% no débito principal. “Estamos dando a possibilidade de se negociar. Se o cliente quiser pagar à vista ele ainda ganha mais 20% de desconto”.

Jonatas Ramos, coordenador comercial regional, explica que em reunião realizada hoje pela manhã com a Prefeitura Municipal de Marabá, a Cosanpa fechou acordo para instalar pontos de atendimento em escolas nos bairros, o que facilitaria o acesso da população ao atendimento. Em breve os pontos serão.

“Queremos incentivar as pessoas a participarem da campanha porque nesses termos em que ela foi proposta é excelente para a negociação do débito. Não há situação melhor que a de agora”, observou. A campanha está disponível em Marabá apenas até o próximo dia 6, sem prorrogação. De acordo com ele, em Marabá a Cosanpa é responsável pelo fornecimento de água nos núcleos Marabá Pioneira, Cidade Nova, Nova Marabá e no Residencial Morumbi.

Por enquanto, para negociar débitos e evitar o corte o usuário deve procurar o atendimento da Cosanpa na Folha 30, Quadra Especial, Lote Especial, na Nova Marabá, das 8 às 17 horas ou na Estação Cidadania, localizada no Shopping Pátio Marabá, das 10 às 17 horas. É necessário apresentar uma fatura e a documentação pessoal. (Luciana Marschall)

 

Atenção caso você esteja devendo mais de 30 dias para a Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa). A partir de amanhã, quarta-feira (12), um mutirão formado por uma equipe entre 15 e 20 cortadores começa a atuar na Folha 28, Nova Marabá. Até o final da semana deverá alcançar também a Folha 10 e o órgão estuda quais as próximas regiões que irão receber a ação. Apenas no município são aproximadamente 15 mil inadimplentes.

O objetivo da medida é que as pessoas procurem a companhia durante a campanha “Conta em Dia”, iniciada no último dia 1º, para firmar acordo e assim pagar os débitos parceladamente e com grandes descontos. Robson Querino, coordenador estadual comercial da Cosanpa, destaca a inadimplência aumentou na cidade nos últimos quatro meses e a atualmente a companhia arrecada apenas 40% do que fatura.

“O mutirão começa oficialmente amanhã em Marabá e semana que vem passamos para a capital e demais municípios. Há um crescimento muito grande da inadimplência e em virtude disso foi lançada novamente a campanha ‘Conta em Dia’, que tínhamos lançado no final do ano. Tivemos grande sucesso, mas depois, com a crise do país, voltamos de novo à inadimplência. Decidimos reeditá-la com algumas mudanças”, explicou.

Ele destaca que qualquer cliente com conta vencida a mais de 30 dias está sujeito ao corte. “Nas nossas contas existe o aviso, anteriormente, de que ele possui débitos, então não estamos escolhendo. Atrasados a um, dois ou três meses, se tiver atrasado a mais de 30 dias está sujeito à corte. Por isso a gente pede que venham logo e negociem”.

Querino destaca que a partir do momento que o cliente negociar o débito não haverá mais suspensão do fornecimento, mas deve haver alguém na residência para apresentar aos cortadores o boleto de entrada pago. Acrescenta que assim que forem definidos os próximos bairros eles serão divulgados, mas mesmo os inadimplentes que vivem em regiões não anunciadas devem aproveitar a campanha.  “Lógico que só porque não foi anunciada alguma folha, por exemplo, não quer dizer que a pessoa não deva vir negociar porque vai chegar a vez de todo mundo”.

Além do corte, os clientes estão susceptíveis à negativação de débito. “O cliente que estiver com débitos estará com seu nome negativado. Em Marabá, acredito que a partir da próxima semana, vai começar a haver também cobrança por call center, ou seja, aquele cliente que estiver devendo poucos dias vai receber ligação alertando para ele se regularizar, para não haver nenhum tipo de problema”.

Ele destaca que entre os 15 mil clientes devedores há quantidade significativa de empresas devendo grandes quantias em água. “Há vários tipos de débitos, desde um mês a vários meses. Continua havendo grandes quantidades de débitos de empresas, são débitos muito altos e já chegamos a cobrar, mas agora temos uma negociação especial que cria a possibilidade de elas negociarem”. Já há ofícios assinados e prontos para serem entregues aos 100 maiores devedores da cidade. “Se não conseguirmos êxito iremos acionar o departamento jurídico”, alerta.

A negociação pela campanha “Conta em Dia” permite que os usuários recebam 100% de descontos em juros e multas por atraso e obtenham descontos de até 90% no débito principal. “Estamos dando a possibilidade de se negociar. Se o cliente quiser pagar à vista ele ainda ganha mais 20% de desconto”.

Jonatas Ramos, coordenador comercial regional, explica que em reunião realizada hoje pela manhã com a Prefeitura Municipal de Marabá, a Cosanpa fechou acordo para instalar pontos de atendimento em escolas nos bairros, o que facilitaria o acesso da população ao atendimento. Em breve os pontos serão.

“Queremos incentivar as pessoas a participarem da campanha porque nesses termos em que ela foi proposta é excelente para a negociação do débito. Não há situação melhor que a de agora”, observou. A campanha está disponível em Marabá apenas até o próximo dia 6, sem prorrogação. De acordo com ele, em Marabá a Cosanpa é responsável pelo fornecimento de água nos núcleos Marabá Pioneira, Cidade Nova, Nova Marabá e no Residencial Morumbi.

Por enquanto, para negociar débitos e evitar o corte o usuário deve procurar o atendimento da Cosanpa na Folha 30, Quadra Especial, Lote Especial, na Nova Marabá, das 8 às 17 horas ou na Estação Cidadania, localizada no Shopping Pátio Marabá, das 10 às 17 horas. É necessário apresentar uma fatura e a documentação pessoal. (Luciana Marschall)

 

Comentários

Mais

MPs recomendam proteção de indígenas contra covid-19 no sudeste do PA

MPs recomendam proteção de indígenas contra covid-19 no sudeste do PA

Em recomendações conjuntas, o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) requisitaram uma série…
A arte pra “rir, chorar e refletir” de Mandie Gil

A arte pra “rir, chorar e refletir” de Mandie Gil

Artes, maquiagens, receitas, discussões político-sociais, tutoriais, dicas, gatos…. tem um pouco de muito no perfil de Amanda Gil Cardoso de…
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real

O salário mínimo em 2022 será de R$ 1.147 e não terá aumento acima da inflação, anunciou o Ministério da…
Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

A Petrobras anunciou hoje (15) aumentos de R$ 0,10 (3,7%) no preço do diesel e de R$ 0,05 (1,9%) no…
Linha Verde lança campanha “Abril Laranja”

Linha Verde lança campanha “Abril Laranja”

O programa Linha Verde aderiu à campanha “Abril Laranja”, que possui como objetivo conscientizar a população e prevenir o crime…
Sespa reforça necessidade de tomar a segunda dose da vacina contra Covid-19

Sespa reforça necessidade de tomar a segunda dose da vacina contra Covid-19

Para que a proteção à Covid-19 proporcionada pelas vacinas funcione como o previsto é necessário tomar as duas doses, tanto…