Correio de Carajás

Corrupção na mira: TJPA realiza força-tarefa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
2 Visualizações

O Poder Judiciário do Estado do Pará iniciou hoje, segunda-feira (26), em todo o estado, uma ação para impulsionar 3,7 mil processos relacionados à improbidade administrativa e a ações coletivas que tramitam em todas as comarcas.

Para tanto, a força-tarefa foi dividida em três polos de execução: Belém e região metropolitana; Santarém e região oeste do Pará; Marabá e regiões sul e sudeste do Pará.

Em todos os polos, a força tarefa acontece durante as atividades de rotina das unidades judiciárias, mas neste caso os juízes titulares deverão reservar parte do expediente para impulsionar a tramitação dos processos desta natureza. A ação segue até a próxima sexta-feira (30).  

Leia mais:

De acordo com a assessoria de comunicação do TJPA, este mutirão está previsto no plano de gestão do desembargador Ricardo Ferreira Nunes (2017-2019), dentre os macrodesafios de combate à corrupção e à improbidade e de garantia dos direitos de cidadania. O projeto é supervisionado pela desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento.

Este combate também está dentre as metas determinadas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), principalmente no que diz respeito à prioridade no julgamento de processos desta natureza.

A Ascom do TJPA destaca que de 1.886 ações de improbidade administrativa, tramitando em 1º grau, até maio passado foram sentenciados 1.077. Já no âmbito do 2º grau, a meta já foi cumprida. Até maio foram julgadas 160 ações de improbidade, sendo que a meta era de 150 até dezembro. (Luciana Marschall com informações de TJPA/Ascom)

O Poder Judiciário do Estado do Pará iniciou hoje, segunda-feira (26), em todo o estado, uma ação para impulsionar 3,7 mil processos relacionados à improbidade administrativa e a ações coletivas que tramitam em todas as comarcas.

Para tanto, a força-tarefa foi dividida em três polos de execução: Belém e região metropolitana; Santarém e região oeste do Pará; Marabá e regiões sul e sudeste do Pará.

Em todos os polos, a força tarefa acontece durante as atividades de rotina das unidades judiciárias, mas neste caso os juízes titulares deverão reservar parte do expediente para impulsionar a tramitação dos processos desta natureza. A ação segue até a próxima sexta-feira (30).  

De acordo com a assessoria de comunicação do TJPA, este mutirão está previsto no plano de gestão do desembargador Ricardo Ferreira Nunes (2017-2019), dentre os macrodesafios de combate à corrupção e à improbidade e de garantia dos direitos de cidadania. O projeto é supervisionado pela desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento.

Este combate também está dentre as metas determinadas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), principalmente no que diz respeito à prioridade no julgamento de processos desta natureza.

A Ascom do TJPA destaca que de 1.886 ações de improbidade administrativa, tramitando em 1º grau, até maio passado foram sentenciados 1.077. Já no âmbito do 2º grau, a meta já foi cumprida. Até maio foram julgadas 160 ações de improbidade, sendo que a meta era de 150 até dezembro. (Luciana Marschall com informações de TJPA/Ascom)

Comentários

Mais

Lei que obriga escolas a ter Bíblia é inconstitucional, decide STF

Lei que obriga escolas a ter Bíblia é inconstitucional, decide STF

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por unanimidade, ser inconstitucional lei estadual que obrigue escolas e bibliotecas a…
Lockdowns obrigatórios são vitais para conter covid-19, diz Merkel

Lockdowns obrigatórios são vitais para conter covid-19, diz Merkel

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse nesta terça-feira (13) que sua decisão de pedir ao Parlamento poderes temporários que…
Estado autoriza construção do campus da Uepa em Parauapebas

Estado autoriza construção do campus da Uepa em Parauapebas

O governador Helder Barbalho assinou na tarde desta segunda-feira (12) a ordem de serviço para construção do campus da Universidade…
Governo decreta situação de emergência no sul e sudeste paraense

Governo decreta situação de emergência no sul e sudeste paraense

Em virtude das fortes chuvas nas regiões sul e sudeste paraense, o Governador do Estado, Helder Barbalho, decretou nesta sexta-feira…
Confaz aprova parte da regulamentação da nova Lei do Gás

Confaz aprova parte da regulamentação da nova Lei do Gás

Os estados e o Distrito Federal aprovaram nesta quinta-feira (8) a uniformização e a simplificação das regras tributárias relacionadas ao…
Presidente do BC diz que alta da inflação é temporária

Presidente do BC diz que alta da inflação é temporária

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, disse hoje (9) que a alta da inflação que vem sendo…