Correio de Carajás

Corpo é entregue para família errada e chega a ser velado

Funerária devolve o corpo que foi levado por engano / Foto: Ronaldo Modesto
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A liberação de um corpo errado no Hospital Geral de Parauapebas (HGP) gerou a maior confusão envolvendo duas famílias, uma da Vila de Serra Pelada, em Curionópolis, e outra de Eldorado do Carajás, no sudeste do Pará. A confusão aconteceu na última sexta-feira, 1º, em Parauapebas.

Duas mulheres, uma internada no HGP e outra no Hospital Municipal, que ficam próximos um do outro, faleceram na tarde de sexta-feira. A família de Maria Ester Ferreira Machado, de 75 anos, que mora em Serra Pelada, iniciou os procedimentos para levar o corpo dela para ser sepultado na cidade de São Mateus, no Maranhão.

O corpo de Maria Ester foi levado por engano para Eldorado do Carajás

Já a família de Francinete Silva Rodrigues, que faleceu no Hospital Municipal, também fez os procedimentos para levar o corpo dela para Eldorado do Carajás, onde ela morava. O corpo de Francinete ficou no necrotério do HMP e de Maria Ester no necrotério do HGP, de onde seriam removidos pelas funerárias contratadas pelas famílias.

Leia mais:

A funerária de Eldorado do Carajás que veio busca o corpo de Francinete chegou primeiro e foi direto para o HGP. Segundo o responsável pela funerária, Walter Severino dos Santos, a própria família os levou até a casa de saúde e chegando lá seguiram os procedimentos, indo até a Assistência Social, onde receberam a documentação de liberação do corpo.

“A família não nos acompanhou na hora até o necrotério e, como recebemos a liberação, levamos o corpo para Eldorado. Depois fomos informados que o corpo não era da pessoa que tínhamos ido buscar”, diz Walter, que admite que não olhou o nome que é colocado no corpo para fazer a identificação, para saber se conferia com a ficha de liberação entregue pela Assistência Social.

A confusão iniciou quando a família de Maria Ester chegou no final da tarde para buscar o corpo dela. Ao descobrir que não estava mais no local, os familiares começaram a procurar e questionar o hospital.

Familiares de Maria Ester buscam pelo corpo dela no HGP

Depois de muita confusão, descobriram que o corpo dela tinha sido levado e já estava até sendo velado em Eldorado do Carajás. Segundo familiares, Maria Ester estava internada havia 30 dias no HGP, sendo 16 dias na UTI, com diversas complicações de saúde e teve uma parada cardíaca na tarde sexta-feira, vindo a óbito.

Segundo Raimunda Ferreira do Nascimento, eles tomaram um susto quando chegaram para buscar o corpo e não o encontraram. “Nós fomos até a UTI e lá nos disseram que depois que o paciente tem alta ou morre eles não têm mais nada a ver com o caso. Conversamos com um vigia e o maqueiro que a levou para necrotério e, só então ficamos sabendo que uma funerária havia levado o corpo. Isso é uma grande irresponsabilidade”, protestou a mulher.

Só após entrarem em contato com Eldorado, foi que conseguiram trazer o corpo de volta já na madrugada de sábado, 2. A família de Francinete, que já estava velando o corpo errado, não quis gravar entrevista para falar sobre o assunto.

O Jornal entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde, para saber o posicionamento do HGP sobre o caso. A assessoria se comprometeu a tentar produzir uma nota, já que, devido ao Carnaval, a Ascom da Prefeitura, que libera as informações oficiais do governo, está de recesso. (Tina Santos – com informações de Ronaldo Modesto)

Mais

Companhia de Trânsito de Tucuruí destrói mais de 100 kadrons

Companhia de Trânsito de Tucuruí destrói mais de 100 kadrons

Como parte da programação do Maio Amarelo, mês dedicado à segurança no trânsito, a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano…
É falso tuíte afirmando que Pazuello viajou para os EUA com passaporte diplomático

É falso tuíte afirmando que Pazuello viajou para os EUA com passaporte diplomático

Falso É falso o tuíte que afirma que o general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, tenha recebido um passaporte diplomático…
EUA autorizam vacina da Pfizer para faixa etária de 12 a 15 anos

EUA autorizam vacina da Pfizer para faixa etária de 12 a 15 anos

A Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos autorizou a vacina contra covid-19 da Pfizer e da parceira…
Quase 9% das mulheres sofreram alguma violência sexual, diz IBGE

Quase 9% das mulheres sofreram alguma violência sexual, diz IBGE

Pelo menos 8,9% das mulheres brasileiras já sofreram algum tipo de violência sexual na vida, segundo dados da Pesquisa Nacional da Saúde…
Pagamentos com cartões crescem 17% no primeiro trimestre

Pagamentos com cartões crescem 17% no primeiro trimestre

As transações por cartões (crédito e débito) registraram um aumento de 17,3% nos valores movimentados no primeiro trimestre deste ano…
Cadáveres não foram violados no Cemitério da Saudade, em Marabá

Cadáveres não foram violados no Cemitério da Saudade, em Marabá

Circulou nas redes sociais na manhã desta terça-feira (11) a foto de um caixão aberto, que possivelmente seria no Cemitério…