Correio de Carajás

Comprova lança novo número de WhatsApp para receber sugestões de verificação

NOVIDADE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O Projeto Comprova, iniciativa colaborativa liderada pela Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) e que reúne jornalistas de 33 diferentes veículos de comunicação brasileiros para descobrir e investigar informações enganosas, inventadas e deliberadamente falsas compartilhadas nas redes sociais ou por aplicativos de mensagens, lança nesta quarta-feira (18), um novo serviço de atendimento aos usuários via WhatsApp.

A aplicação foi desenvolvida para o Comprova pela empresa alemã MessengerPeople com o patrocínio do WhatsApp. Pelo número 11 97045-4984, ou clicando no link https://wa.me/5511970454984, os usuários poderão enviar sugestões de verificação ao Comprova de conteúdos cuja veracidade esteja sendo questionada. Os jornalistas do projeto verificam conteúdos suspeitos acerca de pandemia, de políticas públicas do governo federal e sobre as eleições presidenciais de 2022.

Caso o conteúdo já tenha sido investigado pelo Comprova, os usuários receberão imediatamente os links para as respectivas verificações e poderão compartilhar essas checagens com suas redes. Conteúdos ainda não checados serão adicionados às listas de monitoramento do Comprova e poderão ser investigados caso sejam publicações suspeitas que tenham sido muito compartilhadas nas redes sociais.

Leia mais:

A colaboração dos cidadãos é extremamente útil para organizações como o Comprova, que monitoram o ecossistema de desinformação. Nas dez semanas que antecederam as eleições presidenciais de 2018, o Comprova recebeu por WhatsApp 78 mil arquivos com sugestões de checagem de conteúdos considerados duvidosos pelo público. Destes, 48 mil eram imagens e 24 mil eram arquivos de vídeo.

O presidente da Abraji, Marcelo Träsel, reforça a importância da participação da audiência na contenção de danos causados pela desinformação: “A imprensa está na linha de frente, verificando os fatos, mas a responsabilidade por combater a desinformação é de toda a sociedade. Esperamos que ainda mais cidadãos possam colaborar com o projeto Comprova usando esse novo canal.”

“O WhatsApp acredita que a melhor forma de combater a desinformação é com informação confiável e amplamente acessível para a população. A parceria com o Projeto Comprova reforça nosso compromisso de conectar os usuários do WhatsApp de forma simples e segura com fontes de credibilidade”, afirma Dario Durigan, Head de Políticas Públicas do WhatsApp no Facebook Brasil.

O número antigo do Comprova será desativado em setembro de 2021.

Desde 2020 o Correio de Carajás integra o Projeto Comprova, que reúne jornalistas de 33 diferentes veículos de comunicação brasileiros para descobrir e investigar informações enganosas, inventadas e deliberadamente falsas sobre políticas públicas e a pandemia de covid-19 compartilhadas nas redes sociais ou por aplicativos de mensagens.

Comentários

Mais

CTA realiza “Dia D” no combate à AIDS em Parauapebas

CTA realiza “Dia D” no combate à AIDS em Parauapebas

Uma ação nomeada como “Dia D” pelo Centro de Testagem e Aconselhamento de Parauapebas (CTA) foi realizada na manhã desta…
No Dia Mundial de Combate à Aids, papa pede solidariedade a vítimas

No Dia Mundial de Combate à Aids, papa pede solidariedade a vítimas

 O papa Francisco pediu nesta quarta-feira (1º) mais solidariedade com aqueles que sofrem com o vírus HIV, para garantir os…
Confira quem tem direito à tarifa social de energia elétrica com as novas regras

Confira quem tem direito à tarifa social de energia elétrica com as novas regras

O brasileiro poderá ter um desconto na conta de luz de 100% graças a um projeto de lei que prevê…
Nascidos em dezembro têm até o dia 31 para aderir ao saque-aniversário

Nascidos em dezembro têm até o dia 31 para aderir ao saque-aniversário

Trabalhadores nascidos em dezembro têm, de hoje (1º) até 31 de dezembro, para aderir ao saque-aniversário do Fundo de Garantia…
São Paulo confirma terceiro caso da variante ômicron no Brasil

São Paulo confirma terceiro caso da variante ômicron no Brasil

A Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo confirmou nesta quarta-feira (1°) o terceiro caso da variante Ômicron no…
Vacinas devem proteger infectados por variante Ômicron, diz secretário

Vacinas devem proteger infectados por variante Ômicron, diz secretário

O secretário de Saúde do Reino Unido, Sajid Javid, disse, nesta quarta-feira (1º),que é possível que as vacinas sejam menos…