Correio de Carajás

Comissão da OMS faz recomendações para evitar próxima pandemia

Foto: Reuters

COVID-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Relatório "Covid-19: façam dela a última pandemia" foi divulgado hoje

Um novo sistema global transparente deveria ser criado para apurar surtos de doenças, habilitando a Organização Mundial da Saúde (OMS) a enviar pesquisadores com pouca antecedência e revelar suas descobertas, disse uma comissão de estudo da pandemia de covid-19 nesta quarta-feira (12).

A OMS deveria ter declarado o novo surto de covid-19 na China uma emergência internacional antes de 30 de janeiro de 2020, mas o mês seguinte foi “perdido” porque os países não adotaram medidas fortes para deter a disseminação do vírus, disse a comissão.

Em um grande relatório sobre a reação à pandemia, especialistas independentes pediram reformas ousadas na OMS e uma revitalização dos planos de prontidão nacional para evitar outro “coquetel tóxico”.

Leia mais:

“É essencial ter uma OMS empoderada”, disse Helen Clark, copresidente da comissão e ex-primeira-ministra da Nova Zelândia, à imprensa no lançamento do relatório “Covid-19: façam dela a última pandemia”.

Ellen Johnson Sirleaf, também copresidente do grupo e ex-presidente da Libéria, disse: “Estamos pedindo um novo sistema de vigilância e alerta que se baseie na transparência e permita à OMS publicar informações imediatamente”.

Ministros da Saúde debaterão as conclusões na abertura da assembleia anual da OMS, em 24 de maio. Diplomatas dizem que a União Europeia está estimulando os esforços de reforma da agência da Organização das Nações Unidas (ONU), o que exigirá tempo.

Segundo o relatório, permitiu-se que o vírus SARS-CoV-2, que surgiu na cidade chinesa de Wuhan no fim de 2019, se transformasse em uma “pandemia catastrófica” que já matou mais de 3,4 milhões de pessoas e devastou a economia mundial.

“A situação na qual nos encontramos hoje poderia ter sido evitada”, disse Johnson Sirleaf. “Ela se deve a uma série de erros, lacunas e atrasos na prontidão e na reação.”

Médicos chineses relataram casos de pneumonia atípicas em dezembro de 2019 e informaram as autoridades. A OMS recebeu relatos do Centro de Controle e Prevenção de Doenças de Taiwan e outros, disse a comissão.

De acordo com o relatório, o Comitê da OMS deveria ter declarado emergência de saúde internacional em sua primeira reunião de 22 de janeiro, em vez de esperar até 30 de janeiro.

O comitê não recomendou restrições de viagens devido aos regulamentos internacionais de Saúde da OMS, que precisam ser reformulado, segundo o documento. (Agência Brasil)

Comentários

Mais

Pacientes denunciam demora de quase 10 horas para atendimento no HMM

Pacientes denunciam demora de quase 10 horas para atendimento no HMM

Uma situação preocupante foi registrada no Hospital Municipal de Marabá (HMM). Na tarde desta quinta-feira (17), pacientes indignados com a…
Motoristas de todas as plataformas de aplicativos já podem ser regularizadas em Marabá

Motoristas de todas as plataformas de aplicativos já podem ser regularizadas em Marabá

Projeto de Lei foi enviado para câmara no dia 10 de maio e passou pelos tramites legislativo até ser aprovado…
Parauapebas inicia vacinação de profissionais de saúde bucal e farmácia

Parauapebas inicia vacinação de profissionais de saúde bucal e farmácia

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) de Parauapebas iniciou na manhã desta quinta-feira (17), a vacinação contra a covid-19 de…
Missão tripulada se acopla à estação espacial chinesa

Missão tripulada se acopla à estação espacial chinesa

Sete horas depois do lançamento na China, a missão Shenzhou-12, com três astronautas a bordo, acoplou-se “com êxito”, nesta quinta-feira…
Bolsonaro é homenageado com título de Cidadão Jacundaense

Bolsonaro é homenageado com título de Cidadão Jacundaense

As redes sociais em Jacundá em ampla discussão após a Câmara de Vereadores aprovar um título de Cidadão Jacudaense para…
Globo antecipa saída de Faustão e Tiago Leifert assume o 'Domingão'

Globo antecipa saída de Faustão e Tiago Leifert assume o 'Domingão'

A Globo anunciou nesta quinta-feira (17) que o apresentador Tiago Leifert estará à frente das tardes de domingo até a estreia do…