Correio de Carajás

Com limitação, Missa de Ramos abriu a Semana Santa na Diocese de Marabá

Aspecto de uma das missas do Domingo de Ramos em Marabá/Foto: Pascom
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mesmo com limitações e adaptações, a Igreja Católica realizou suas tradicionais missas do Domingo de Ramos, que abrem a Semana Santa todos os anos. Entre as alternativas para garantir participação dos fieis sem aglomeração esteve a maior disponibilidade de faixas de horário, o que se percebeu na Catedral, na Marabá Pioneira. A missa da noite foi ministrada pelo próprio bispo dom Vital Corbellini.

A Catedral tem orientado os católicos a retirar senha para garantir vaga nas missas de quarta e domingo, o que é feito na Secretaria da Catedral, em horário comercial.

ENTENDA

Leia mais:

A Semana Santa começa no Domingo de Ramos, porque celebra a entrada de Jesus em Jerusalém montado em um jumentinho – o símbolo da humildade – e aclamado pelo povo simples que O aplaudia como “Aquele que vem em nome do Senhor”. Esse povo, há poucos dias, tinha visto Jesus ressuscitar Lázaro de Betânia e estava maravilhado, pois tinha a certeza de que esse era o Messias anunciado pelos profetas, mas, esse mesmo povo tinha se enganado com tipo de Messias que Cristo era. Pensava que, fosse um Messias político, libertador social, que fosse arrancar Israel das garras de Roma e devolver-lhe o apogeu dos tempos de Salomão.

Para deixar claro a este povo que Ele não era um Messias temporal e político, um libertador efêmero, e sim, o grande Libertador do pecado, a raiz de todos os males, então, o Senhor entra na grande cidade, a Jerusalém dos patriarcas e dos reis sagrados, montado em um jumentinho; expressão da pequenez terrena. Ele não é um Rei deste mundo! Dessa forma, o Domingo de Ramos dá o início à Semana Santa, que mistura os gritos de hosanas com os clamores da Paixão de Cristo. O povo acolheu Jesus abanando seus ramos de oliveiras e palmeiras.

Os ramos lembram batismo

Esses ramos significam a vitória: “Hosana ao Filho de Davi: bendito seja o que vem em nome do Senhor, o Rei de Israel; hosana nas alturas”. Os ramos santos nos fazem lembrar que somos batizados, filhos de Deus, membros de Cristo, participantes da Igreja, defensores da fé católica, especialmente nestes tempos difíceis em que essa é desvalorizada e espezinhada. Os ramos sagrados que levamos para nossas casas, após a Missa, lembram-nos de que estamos unidos a Cristo na mesma luta pela salvação do mundo, a luta árdua contra o pecado, um caminho em direção ao Calvário, mas que chegará à Ressurreição.

O Domingo de Ramos nos ensina que seguir o Cristo é renunciarmos a nós mesmos, morrermos na terra como o grão de trigo para poder dar fruto, enfrentar os dissabores e ofensas por causa do Evangelho do Senhor. Ele nos arranca das comodidades e das facilidades, para nos colocar diante d’Aquele que veio ao mundo para salvá-lo. A Semana Santa tem início neste Domingo de Ramos, 28, quando é celebrada a entrada de Jesus em Jerusalém, montado em um jumento e aclamado pelo povo que o aplaudia como “aquele que vem em nome do Senhor”. (Da Redação)

Comentários

Mais

“Não tem como não se emocionar”, diz devota de Nossa Senhora de Nazaré

“Não tem como não se emocionar”, diz devota de Nossa Senhora de Nazaré

Se tem um mês que certamente é o mais amado pelos paraenses é outubro, quando é celebrado o Círio de…
Sindecomar: Diretores denunciam presidente e falam em assédio moral

Sindecomar: Diretores denunciam presidente e falam em assédio moral

O Portal Correio de Carajás recebeu uma série de denúncias em desfavor do atual presidente do Sindicato dos Trabalhadores no…
Butantan recebe autorização para iniciar testes de soro anti-covid

Butantan recebe autorização para iniciar testes de soro anti-covid

O Instituto Butantan recebeu hoje (15) a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para iniciar, em humanos, testes complementares do…
“A faculdade é na sala de aula; é ela quem nos forma”, diz professora

“A faculdade é na sala de aula; é ela quem nos forma”, diz professora

Há muitas salas de aula de Marabá com educadores motivados – seja na rede pública ou privada. E são eles…
Teste de anticorpos não deve substituir vacina contra a covid, como sugere deputado do PR

Teste de anticorpos não deve substituir vacina contra a covid, como sugere deputado do PR

Falso São falsas as alegações do deputado estadual Ricardo Arruda (PSL-PR) em um vídeo em que ele afirma que os…
Tuíte engana ao dizer que vacina da Pfizer tem partículas contaminantes

Tuíte engana ao dizer que vacina da Pfizer tem partículas contaminantes

Enganoso É enganosa a publicação que circula nas redes sociais afirmando que há micropartículas contaminantes na vacina desenvolvida pela Pfizer…