Correio de Carajás

Chega ao fim o impasse entre Sindicom e Sindecomar e acordo coletivo é negociado

Sindicom e Sindecomar conseguiram chegar a um acordo após alguns meses de entraves

COMÉRCIO DE MARABÁ

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Após várias reuniões e diversos impasses, o Sindicato do Comércio Varejista de Marabá (Sindicom) e o Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Marabá (Sindecomar) chegaram a um acordo e fecharam as negociações sobre a convenção coletiva da categoria.

Nesta quinta-feira (2), o Correio de Carajás conversou com Raimundo Neto, vice-presidente do Sindicom, que afirmou que as duas instituições conseguiram chegar a um denominador comum após alguns meses de entraves.

Dentre as conquistas estão o reajuste salarial de 7,59%, retroativo à data de 1º de maio de 2021. Ou seja, o trabalhador deverá receber o pagamento do reajuste dos meses de maio, junho julho e agosto no prazo de 60 dias após o registro do documento, que foi feito ontem, dia 1º de setembro.

Leia mais:

“Essa é a data base da categoria, e nós entendemos que como a inflação está alta, houve aumento no valor da cesta básica, nós achamos por bem pagar o retroativo. A gente poderia dar ou não, mas fazer isso para reconhecer o trabalho do colaborador. A gente sabe que o salário é muito pequeno e não dá para atender as necessidades básicas”, explica Raimundo Neto.

“O Dia do Comerciário estava sendo um dos nossos grandes impasses. Conseguimos liberar a segunda e a terça-feira”, afirma Raimundo Neto

Ainda segundo o representante do Sindicom, foram melhorados alguns termos de cargos e funções da convenção. A partir de agora, existem só duas faixas salariais, com exceção dos comissionados, que recebem um salário mínimo mais a comissão das vendas.

Outro ponto que foi reivindicado, mas que não foi possível conseguir alteração é o recebimento das cestas básicas. Somente os trabalhadores do segmento de gêneros alimentícios continuarão recebendo a cesta básica uma vez ao ano, no mês do seu aniversário.

“O Dia do Comerciário estava sendo um dos nossos grandes impasses. Nós conseguimos liberar a segunda e a terça-feira e tiramos a quarta-feira. Antes os trabalhadores retornavam somente às 12h da quarta-feira. Tentamos sensibilizar os trabalhadores do comércio que essa é uma data que o comércio precisa faturar e eles entenderam isso”, conta Neto, informando que a cada ano esses pontos de negociação podem sofrer alterações.

O Correio de Carajás procurou o representante jurídico do Sindecomar, Rodrigo Botelho, para saber se os trabalhadores estão satisfeitos com as negociações.

“O Sindecomar faz um balanço positivo dessa negociação. Estamos há seis meses na gestão e a primeira negociação coletiva foi essa. Tivemos alguns meses negociando alguns impasses, mas no final deu tudo certo. Acreditamos que foi uma negociação justa e, acima de tudo, acredito que existe um pacto de solidariedade para que todos nós consigamos nos desenvolver com plenitude, tanto os empreendedores como os colaboradores. Vamos continuar lutando pela melhoria dos trabalhadores”, informou o advogado. (Ana Mangas)

 

Comentários

Mais

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

José Divino Naves, mais conhecido como Dr. Naves, desembarcou às 16h30 deste sábado (18) em Marabá, após passar 5 meses…
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Passados 11 anos desde a realização do último censo nacional, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, uma associação sem…
Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou na noite desta sexta-feira que aprovou a indicação do medicamento baricitinibe para…
Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

O Pará contabilizou mais 51 casos de Covid-19 e 4 mortes causadas pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“O Forma Pará, antes de qualquer coisa, é um programa que cuida de pessoas. E vocês também serão profissionais que…
Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

A família do adolescente Marcos Henrique dos Santos, de 14 anos, que foi morto na noite desta quinta-feira (16), no…