Correio de Carajás

Castanheira plantada por Lady Di em Carajás dá primeiro fruto

O técnico Jeovanis Oliveira, com o ouriço da castanheira. Ele também acompanhou o plantio da árvores em meados de 1991 e ainda integra a equipe do Parque Zoobotânico Vale
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A saudosa Lady Di, princesa de Gales e também primeira esposa do Príncipe Charles, que atualmente é o primeiro na linha de sucessão da Coroa inglesa, deixou um legado de ações sociais mundo a afora, que lhe rendeu também o título de “princesa do povo”, mas ela também deixou sementes no coração da Amazônia.

Em dezembro de 2019, foi observada a primeira frutificação da árvore de Castanha-do-Pará (Bertholletia excelsa Bonpl.), plantada durante a visita do até então casal real, Príncipe Charles e a Princesa Diana, em 23 de abril de 1991 ao então Parque Botânico de Carajás, hoje Parque Zoobotânico Vale, no sudeste do Pará.

O Príncipe Charles e a Princesa Diana, juntamente com o então presidente da Vale Wilson Nélio Brumer (à esquerda), inauguram placa comemorativa, marcando a visita às instalações do Projeto Carajás, no sul do Pará. /Foto Marcelo Carnaval

O primeiro ouriço, fruto da castanheira, desprendeu em dezembro, 28 anos após o plantio feito pela Lady Di e o Príncipe Charles.

Leia mais:

O Parque Zoobotânico Vale

O Parque Zoobotânico Vale (PZV) é um dos locais mais visitados na Serra dos Carajás. O espaço proporciona uma experiência de imersão na floresta Amazônica e tem entre suas atrações árvores plantadas por visitantes ilustres, como o Príncipe e a Princesa de Gales.

O PZV é um espaço de conservação da flora e fauna amazônica e de lazer para a comunidade da região. No roteiro, os visitantes podem conhecer 70 espécies de animais da fauna amazônica, alguns deles ameaçados de extinção, como o Macaco-cuxiú-de-Uta-Hick, e o Uiraçu-falso.

No viveiro de imersão há 25 espécies de aves, como Ararajuba e Jacupiranga, ambas ameaçadas de extinção. No orquidário, o visitante poderá apreciar a floração de algumas das mais de 80 espécies de orquídeas cultivadas. Além disso, existem os espaços científicos onde a visitação é realizada mediante agendamento, como no Herbário de Carajás, que possui uma coleção de plantas desidratadas com mais de 6.700 amostras,  que servem como registro da diversidade de espécies da nossa região.

O Parque Zoobotânico Vale funciona todos os dias da semana, de 10h às 16h, na estrada Raymundo Mascarenhas, s/n KM 26 – Núcleo Urbano de Carajás – PA.

(Divulgação Vale)

Mais

Pará recebe mais uma remessa de doses de vacinas contra Covid-19

Pará recebe mais uma remessa de doses de vacinas contra Covid-19

O Pará recebeu, na tarde desta quinta-feira (6), a décima oitava remessa de vacinas contra a Covid-19. Foram enviadas pelo…
Marabá sedia encontro de promoção da igualdade racial

Marabá sedia encontro de promoção da igualdade racial

O município de Marabá sediou na tarde desta quarta-feira, 5, um encontro entre a Secretaria Nacional de Políticas de Promoção…
OMC faz apelo por negociações sobre patentes de vacinas da covid-19

OMC faz apelo por negociações sobre patentes de vacinas da covid-19

A chefe da Organização Mundial do Comércio (OMC), Ngozi Okonjo-Iweala, elogiou hoje (6) o posicionamento dos Estados Unidos a favor…
Ministério da Saúde libera 284 leitos de suporte ventilatório pulmonar

Ministério da Saúde libera 284 leitos de suporte ventilatório pulmonar

O Ministério da Saúde autorizou hoje (6) mais 284 leitos com suporte ventilatório pulmonar para tratamento de pacientes com quadro…
Colonos bloqueiam garagem da Secretaria de Obras de Parauapebas

Colonos bloqueiam garagem da Secretaria de Obras de Parauapebas

Uma manifestação promovida por colonos da Serra do Cedro, vilarejo localizado a 30 quilômetros de Parauapebas, bloqueou a garagem da…
Pará registra 480.129 casos de Covid-19 e 13.391 mortes

Pará registra 480.129 casos de Covid-19 e 13.391 mortes

O Pará registrou nesta quarta-feira (5) um total de 480.129 casos de Covid-19 e 13.391 mortes. De acordo com o…