Correio de Carajás

Capivara encontrada há 16 dias na Folha 12 ainda não foi resgatada

O animal foi encontrado no dia 1º de março e até o momento não foi resgatado pelos órgãos responsáveis. (Foto: TV Correio Marabá)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Há 16 dias, uma capivara vem fazendo do quintal de moradores da Folha 12, Quadra 14, no Núcleo Nova Marabá, o seu lar provisório. O animal foi encontrado pela comunidade nadando em uma lagoa formada por água de esgoto, com muitas feridas e provavelmente passando fome.

No dia 1º de março, após denúncias para as equipes de reportagem do Grupo Correio, foi apurado que ela surgiu no quintal de uma moradora, onde há uma enorme poça de água que fica inundada quando ocorrem chuvas, além da água do esgoto que também fica empossada por lá.

Na época, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) foi acionada pelo próprio morador que relatou o flagrante para a Reportagem da TV Correio Marabá. Na ligação, a atendente informou que a demanda seria repassada para o Corpo de Bombeiros, já que a Semma não realiza o resgate de animais.

Leia mais:
Hoje, 16, a moradora Claudiana Nunes enviou imagens da capivara ainda no local. (Foto: Claudiana Nunes)

Hoje, 16, Claudiana Nunes, que reside próximo à lagoa onde a capivara está vivendo, relatou através do WhatsApp da Rádio Correio FM, que a capivara ainda está lá e que nenhuma equipe dos Bombeiros apareceu para resgatá-la. “Estamos com pena, pois ela está bastante ferida e fica nadando nesta água suja que pode fazer mal. Além disso, os cães a perseguem e não há nada para ela se alimentar por aqui”, desabafou Claudiana.

O Correio de Carajás entrou em contato com a Semma, pelo seu Disk Denúncias, para saber se a demanda foi realmente passada para os Bombeiros, o que a atendente não soube confirmar. “O resgate de animais é feito pelo Corpo de Bombeiros, pois aqui na Semma não temos pessoal treinado e nem equipamentos para realizar esses resgates”, informou a atendente da Semma.

Através do Coronel Lélis, o Correio de Carajás também ouviu o Corpo de Bombeiros, para saber se a denúncia foi repassada pela Semma. No entanto, o coronel informou que estava em Parauapebas e só na terça-feira, 17, poderia checar a situação e tomar as providências necessárias.

Enquanto nenhuma atitude é tomada, a capivara segue fazendo da Quadra 14 da Folha 12, o seu lar temporário, mesmo que inóspito para ela. (Zeus Bandeira)

Mais

DMTU esclarece suposta “casinha” feita por agente de trânsito

DMTU esclarece suposta “casinha” feita por agente de trânsito

Desde o final da noite de quarta-feira (5), o nome do agente de trânsito Etervan Ferreira Sousa está circulando em…
Sespa divulga orientações sanitárias para o Dia das Mães, com base em protocolos sanitários

Sespa divulga orientações sanitárias para o Dia das Mães, com base em protocolos sanitários

Para reduzir os riscos de propagação da Covid-19 durante as celebrações pelo Dia das Mães, a Secretaria de Estado de…
ONU pede investigação imparcial sobre operação no Jacarezinho

ONU pede investigação imparcial sobre operação no Jacarezinho

O Alto Comissariado da Organização das Nações Unidas (ONU) para Direitos Humanos, com sede em Genebra, na Suíça, pediu hoje…
Covid-19: mortes seguem caindo lentamente, mas casos voltam a subir

Covid-19: mortes seguem caindo lentamente, mas casos voltam a subir

As mortes por covid-19 no Brasil têm apresentado uma leve tendência de queda, segundo dados do Boletim Epidemiológico do Ministério…
Tentativa de furto aos Correios da Folha 33 termina com menor baleado

Tentativa de furto aos Correios da Folha 33 termina com menor baleado

Na semana em que a Polícia Federal desmantelou uma quadrilha que arrombava agências dos Correios do sul, sudeste do Pará…
Novo presidente da Eletrobras defende capitalização da empresa

Novo presidente da Eletrobras defende capitalização da empresa

Em sua cerimônia de posse, o novo presidente da Eletrobras, Rodrigo Limp, disse hoje (7) que vai dar sequência às ações já em implementação previstas no plano estratégico e…