Correio de Carajás

Campeão de votos em Marabá conta segredos de eleição

Márcio em plenário na Câmara de Marabá no atual mandato/ Foto: Arquivo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A primazia de se eleger vereador em um município grande e complexo como Marabá é um sonho para muitos, mas a de, além disso, figurar como o campeão de votos, garante força para o início de uma nova legislatura. Em Marabá, quem alcançou o feito foi Márcio Gonçalves, o Márcio do São Félix (PSDB), com 2.814 votos. Reeleito, sua primeira fala sobre o mandato que vai começar em 2021 foi de que é preciso equalizar melhor o protagonismo da Câmara e o da Prefeitura. Na visão dele, o poder legislativo tem sofrido um desgaste público que não condiz com o nível de trabalho de seus membros.

Apesar de pertencer ao grupo governista, Márcio afirma que teve pouquíssimo apoio para a sua campanha, mas que correu atrás do que era necessário, fortalecendo o PSDB local, do qual é presidente e ampliando a sua própria base de eleitores. Na primeira ele teve grande votação entre os católicos e os moradores do complexo São Félix, bairro onde reside e onde fica a sua empresa. Desta vez, ele diz que também deu atenção a entidades que têm trabalho reconhecido e sério e que estavam precisando de voz e apoio. Isso teria sido reconhecido agora, na hora da eleição.

“Agora temos de sentar e avaliar os novos cenários. Vou lutar muito pela valorização do Legislativo. Nós temos que dar crédito a tanta coisa boa que produzimos na Câmara. Às vezes ficamos só com o ônus, a grande parte da população não compreende e nem tem acesso a tudo o que fazemos. Nessa campanha eu ouvi muitas críticas da rua para a CMM e isso não pode passar em branco”, avalia o vereador.

Leia mais:

Questionado sobre possibilidade de se lançar a presidente da Câmara, uma especulação natural que ronda o vereador mais votado da vez, Márcio, que já foi líder do governo, respondeu que não é o momento para essa discussão, que tal colocação seria prematura. “Isso aí é um outro processo que tem de ser discutido com muito desprendimento, sem vaidades, no momento certo. O fato de ser o mais votado não me faz sentir que esteja à frente de ninguém nesse sentido”, disse, sem negar, no entanto, que tenha essa vontade.

Márcio lamentou que a mudança no cálculo para uma cadeira na Câmara tenha deixado de fora colegas que na visão dele fizeram um bom trabalho e, inclusive, foram bem votados novamente. Alguns ficaram de fora para candidatos com votação menor. Segundo ele, foi um aprendizado desse novo modelo e que ainda merece análise dos partidos. (Da Redação)

Comentários

Mais

Joice Hasselmann aciona polícia para investigar se ela foi agredida

Joice Hasselmann aciona polícia para investigar se ela foi agredida

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) acionou a Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados para investigar um incidente no último fim de semana. A…
Governo desbloqueia todo o Orçamento de 2021

Governo desbloqueia todo o Orçamento de 2021

A diminuição de diversas estimativas de gastos obrigatórios criou espaço no teto federal de gastos e fez o governo desbloquear…
Ministro da Economia volta a defender reforma tributária ampla

Ministro da Economia volta a defender reforma tributária ampla

O ministro da Economia Paulo Guedes voltou a defender uma reforma tributária ampla. Durante debate sobre a reforma do Imposto…
Senador Ciro Nogueira assumirá comando da Casa Civil, diz presidente

Senador Ciro Nogueira assumirá comando da Casa Civil, diz presidente

O presidente Jair Bolsonaro confirmou hoje (22) que o senador Ciro Nogueira (PP-PI) vai assumir a Casa Civil da Presidência…
Bolsonaro reafirma que vetará fundo eleitoral de 2022

Bolsonaro reafirma que vetará fundo eleitoral de 2022

O presidente Jair Bolsonaro reafirmou na noite desta terça-feira (20) que vetará o fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões aprovado pelo Congresso…
Presidente Bolsonaro indica Aras para novo mandato na PGR

Presidente Bolsonaro indica Aras para novo mandato na PGR

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (20) que indicou o atual procurador-geral da República, Augusto Aras, para um novo…