Correio de Carajás

Caminhoneiros bloqueiam parcialmente a BR-155 em Marabá

Parcialmente bloqueado com pneus, trânsito na rodovia seguia de forma lenta/ Fotos: Evangelista Rocha

MANIFESTAÇÃO

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Assim como em muitas cidades do Brasil, caminhoneiros de Marabá – e que estão de passagem pela cidade – estão manifestando nas rodovias em favor do presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido), contra o Supremo Tribunal Federal (STF) e contra impostos estaduais.

Pelo segundo dia consecutivo, a classe está reunida protestando contra o alto valor do preço do combustível, do frete e da manutenção dos veículos. Na manhã desta quinta-feira (9) o bloqueio aconteceu de forma parcial na BR-155, no perímetro urbano de Marabá, na saída para Eldorado do Carajás.

Agentes da Polícia Rodoviária Federal estavam no local assegurando a ordem dos protestos e organizando o trânsito.

Leia mais:

A equipe do Correio de Carajás esteve na manifestação, que estava acontecendo de forma pacífica. Com pneus bloqueando metade da pista, os caminheiros liberavam a passagem em uma das vias para que o trânsito não ficasse completamente parado. “Essa manifestação é para combater o preço abusivo do combustível. Estamos querendo um preço correto. Não tem como trabalhar desse jeito”, fala Adailton da Silva Moraes, caminhoneiro.

Caminhoneiros protestam de forma pacífica em Marabá

Além do estado do Pará, mais 11 estados estão com manifestos em rodovias.  Adailton explica que antigamente a despesa do combustível ficava em torno de 25% do valor total do frete. “Hoje em dia está em torno de 75%. Queremos chamar atenção, assim como o restante do Brasil”.

Sobre as manifestações, Adailton explicou que dependendo das “ordens de cima” ela vai seguir por mais dias. Questionado pela reportagem o que seriam as “ordens de cima”, o motorista afirmou que é a ordem do povo. “Estamos acompanhando a movimentação pelas redes sociais e os empresários mais fortes do Brasil estão dando as ordens. Estamos aguardando. Aqui só tem trabalhador e autônomo… só queremos trabalhar”, exclama.

Essa manifestação é para combater o preço abusivo do combustível. Estamos querendo um preço correto”, diz Adailton da Silva.

Outro motorista que estava participando da manifestação era João Roberto Barbosa, natural da cidade de Flor do Sertão, em Santa Catarina. A favor dos protestos, ele diz que o preço do combustível precisa baixar. “Caminhão hoje só dá dinheiro para as grandes transportadores que tem 200, 300 caminhões. Nós autônomos não estamos conseguindo trabalhar”.

Presidente pede liberação das rodovias

Em um áudio, Jair Bolsonaro pede que os caminhoneiros liberem as estradas do país. Na gravação, o presidente diz que a ação “atrapalha a economia” e “prejudica todo mundo, em especial, os mais pobres”.

“Fala para os caminhoneiros aí, que são nossos aliados, mas esses bloqueios atrapalham a nossa economia. Isso provoca desabastecimento, inflação e prejudica todo mundo, em especial, os mais pobres. Então, dá um toque nos caras aí, se for possível, para liberar, tá ok? Para a gente seguir a normalidade. Deixa com a gente em Brasília aqui e agora. Mas não é fácil negociar e conversar por aqui com autoridades. Não é fácil. Mas a gente vai fazer a nossa parte aqui e vamos buscar uma solução para isso, tá ok? E aproveita, em meu nome, dá um abraço em todos os caminhoneiros. Valeu”, disse o presidente na gravação. (Ana Mangas, com informações de Zeus Bandeira)

Comentários

Mais

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

José Divino Naves, mais conhecido como Dr. Naves, desembarcou às 16h30 deste sábado (18) em Marabá, após passar 5 meses…
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Passados 11 anos desde a realização do último censo nacional, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, uma associação sem…
Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou na noite desta sexta-feira que aprovou a indicação do medicamento baricitinibe para…
Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

O Pará contabilizou mais 51 casos de Covid-19 e 4 mortes causadas pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“O Forma Pará, antes de qualquer coisa, é um programa que cuida de pessoas. E vocês também serão profissionais que…
Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

A família do adolescente Marcos Henrique dos Santos, de 14 anos, que foi morto na noite desta quinta-feira (16), no…