Correio de Carajás

Brasileiro morre após sofrer infarto enquanto surfava em Pipeline

Foto: reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O bodyboarder santista Marcus Vinicius Silva e Silva, de 44 anos, conhecido como ‘Marcus Biju’, faleceu na tarde desta quinta-feira (17) após sofrer um infarto enquanto surfava em Banzai Pipeline, no Havaí, Estados Unidos.

Abalada, a agente de viagens Flavia Renata Silva e Silva, de 46 anos, irmã de Biju, informou  que a mãe e o irmão irão até o Havaí para realizar os trâmites para a cremação. “A gente não vai trazer o corpo dele. Ele queria ficar no Havaí, então vai ser cremado lá”, diz.

“Era uma pessoa muito querida”

Flavia conta que ele sempre sonhou em morar fora. Biju se formou em técnico de informática e guardava o dinheiro para poder investir na viagem – sem volta – ao exterior. “Ele era uma pessoa muito querida. Tenho certeza que ele não sofreu. Ele sempre falou para mim que ia morrer no mar e lá [Havaí], que foi o lugar onde ele escolheu para viver a vida dele”, afirma.

Leia mais:

Ele começou a surfar quando tinha aproximadamente oito anos. “Minha avó que carregava a prancha para ele”, recorda Flavia. Ela diz que a última vez que Marcus e a mãe se viram foi há quatro anos, quando ela viajou com o neto para o Havaí. “Minha mãe está arrasada, era o filhinho do coração”.

Biju saiu de Santos há 20 anos para morar na região de North Shore de Oahu, onde ganhou o apelido de ‘Barrel Hunter’, que significa caçador de tubos.

Campanha de arrecadação

“Meus sinceros sentimentos para a família do meu amigo e bodyboarder do coração Marcus Biju, que nos deixou mais cedo desse mundo para descansar na paz de Deus”, disse em sua conta no Facebook o bodyboarder carioca Guilherme Tâmega, hexacampeão mundial.

Para ajudar a arcar com os custos, Tâmega criou uma campanha de arrecadação pela internet. Em 16 horas, foram arrecadados US$ 5.715 dólares, de uma meta total de US$ 20 mil.

Santista era conhecido como "caçador de tubos". — Foto: Arquivo Pessoal

Santista era conhecido como “caçador de tubos”. — Foto: Arquivo Pessoal
Marcus Biju com a irmã, Flavia, aos 3 anos. — Foto: Arquivo Pessoal

Marcus Biju com a irmã, Flavia, aos 3 anos. — Foto: Arquivo Pessoal
Marcus Biju com a mãe e o sobrinho. — Foto: Arquivo Pessoal

Marcus Biju com a mãe e o sobrinho. — Foto: Arquivo Pessoal

(Fonte:G1)

Comentários

Mais

Atletas devem ser acompanhados por psicólogos, defendem especialistas

Atletas devem ser acompanhados por psicólogos, defendem especialistas

A saúde mental de atletas de alto rendimento tem ganhado destaque durante os jogos olímpicos de Tóquio. Especialistas ouvidos pela…
Paulo André avança à semifinal dos 100m rasos das Olimpíadas

Paulo André avança à semifinal dos 100m rasos das Olimpíadas

O brasileiro Paulo André Camilo avançou para a semifinal dos 100m rasos das Olimpíadas de Tóquio. Neste sábado, o velocista…
Brasil domina a Sérvia e salta para a liderança no vôlei feminino

Brasil domina a Sérvia e salta para a liderança no vôlei feminino

Era, de fato, o maior desafio até aqui. O Brasil, porém, ignorou qualquer receio. Em seu melhor momento em Tóquio,…
Com um gol de Matheus Cunha, Brasil vence e está na semi

Com um gol de Matheus Cunha, Brasil vence e está na semi

Neste sábado, a Seleção Olímpica duelou com o Egito nas quartas de final dos Jogos Olímpicos de Tóquio. O time…
Olimpíada: Bruno Fratus alcança final dos 50 m livre da natação

Olimpíada: Bruno Fratus alcança final dos 50 m livre da natação

O brasileiro Bruno Fratus garantiu vaga na final dos 50 metros (m) livre da Olimpíada ao terminar a primeira semifinal…
Thiago Braz vai à final do salto com vara nas Olimpíadas de Tóquio

Thiago Braz vai à final do salto com vara nas Olimpíadas de Tóquio

Atual campeão do salto com vara, Thiago Braz está na final da prova nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Na noite…