Correio de Carajás

Brasil sobrevive à batalha e vence a República Dominicana no vôlei feminino

Fê Garay comemora a vitória — Foto: Toru Hanai/Getty Images

TÓQUIO

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

No aniversário de 40 anos de Carol Gattaz, time de José Roberto Guimarães chega à segunda vitória nas Olimpíadas em cinco sets

Foi com sufoco até o fim, mas o Brasil bateu a República Dominicana por 3 sets a 2 e continua invicto após dois jogos no vôlei feminino nas Olimpíadas de Tóquio. O placar de 15 a 12 no quinto set dá a ideia do tamanho da batalha na Arena Ariake. Fernanda Garay deu mais um show, com 26 pontos, e ofereceu a vitória de presente para Carol Gattaz, aniversariante do dia. A jogadora completa 40 anos.

Brayelin Martinez foi o grande destaque das dominicanas, com 24 pontos anotados. As adversárias venceram o primeiro set por 25 a 22. O Brasil reagiu e fez 25 a 17 e 25 a 13 nas duas parciais seguintes, com certa facilidade. No quarto set, porém, a República Dominicana conseguiu um 25 a 23 e levou o duelo para a definição no quinto.

Finalmente, as brasileiras conseguiram se impor. Após empate em 10 a 10, o time deslanchou e conquistou vitória mais suada que o previsto. Depois do triunfo sobre a Coréia do Sul na primeira rodada, o time continua na trilha da medalha no Japão.

Leia mais:

Como fica?

 

A Sérvia venceu os dois primeiros jogos por três sets a zero e lidera o grupo A. O Brasil vem logo atrás, com dois sets perdidos. As duas seleções se encaram no próximo sábado e devem decidir a liderança da chave. Japão, Quênia, República Dominicana e Coréia do Sul brigam pelas outras duas vagas para as quartas-de-final.

Próximo jogo

 

Na quinta-feira, às 7h40, as brasileiras encaram as donas da casa. O duelo terá transmissão da TV Globo e Sportv, e acompanhamento em tempo real no ge.globo. Nas duas primeiras rodadas, o Japão venceu o Quênia e perdeu para a Sérvia.

1º set – Dominicanas largam na frente

 

A República Dominicana começou quente. Com placar de 5 a 1, José Roberto Guimarães foi obrigado a pedir tempo. A ansiedade inicial foi dissipada e o empate veio no 7 a 7. O equilíbrio permaneceu até o fim do set, com as dominicanas abrindo apenas no 24 a 21. Num ataque de Martinez e bloqueio para fora, vitória por 25 a 22 em 33 minutos. Foram 17 pontos de ataque, 4 de bloqueio e 4 de erros do Brasil. Martinez foi a maior pontuadora, com 5.

2º set – Brasil reage e empata o jogo

 

Fê Garay foi a maior pontuadora do Brasil no primeiro set, com 6 pontos, e continuou sendo a bola de segurança. O time começou melhor, com 4 a 1 no placar. Virou em 10 a 3, com o jogo controlado e Gabi bastante acionada. A boa distribuição da levantadora Macris e a efetividade das centrais brasileiras levaram aos 17 a 10. Daí, foi só confirmar a vantagem e fechar em 25 a 17 em 31 minutos. Foram 16 pontos de ataques, 2 de bloqueios, 2 de saques e 5 de erros das dominicanas. Gabi foi a maior pontuadora brasileira, com 5.

Tandara ataca contra a República Dominicana — Foto: Toru Hanai/Getty Images
Tandara ataca contra a República Dominicana — Foto: Toru Hanai/Getty Images

3º set – Passeio brasileiro e vitória encaminhada

O Brasil já contava 25 a 11 em defesas nos dois primeiros sets. A competência nesta área propiciava mais oportunidades no ataque. Depois de um início de terceiro set equilibrado, o Brasil abriu 15 a 9 com Tandara no saque. Chegou a 20 a 12 e encaminhou a vitória fácil por 25 a 13 em 23 minutos. Foram 15 pontos de ataque, 2 de bloqueio, 4 de saques e 4 de erros do oponente. A aniversariante Carol Gattaz foi a maior pontuadora, com 7.

4º set – Dominicanas empatam após batalha

 

A República Dominicana começou bem o quarto set, com boa defesa e efetividade na rede. O placar chegou a 10 a 6. Mas o Brasil encostou no placar com 16 a 14, após rally espetacular que terminou com cortada de Gabi. O jogo foi equilibrado até o 23 a 23. Um ataque de Gabi foi apontado como desvio e ponto do Brasil, mas, na revisão, o ponto foi para as dominicanas. Bola direto para fora. No lance seguinte, um bloqueio decidiu o set: 25 a 23, em 40 minutos. Foram 15 pontos de ataque, 5 de bloqueio, um de saque e 4 de erros do Brasil. Martinez fez oito pontos e foi a maior pontuadora.

5º set – Brasil se impõe no fim

 

O duelo foi ponto a ponto até o 10 a 10. Então, o Brasil deslanchou com ataques de Gabi e Carol Gattaz. Placar de 15 a 12 e vitória verde e amarela. Foram 10 pontos de ataque, um de bloqueio, da aniversariante do dia, e quatro erros das dominicanas. Gabi terminou o jogo com 20 pontos. Gattaz fez 17 no total.

(Fonte:G1)
Comentários

Mais

Revitalização do Ginásio Renato Veloso avança

Revitalização do Ginásio Renato Veloso avança

A obra de revitalização do Ginásio de Esportes “Renato Veloso”, localizado na Folha 16, na Nova Marabá, iniciou em agosto…
Com gol contra, Remo vence Avaí em confronto de Leões pela Série B

Com gol contra, Remo vence Avaí em confronto de Leões pela Série B

No jogo entre os Leões Azul e da Ilha, melhor para o representante do Pará. Nesta quinta-feira (16), o Remo…
Flamengo e Grêmio duelam em busca de vaga na semifinal

Flamengo e Grêmio duelam em busca de vaga na semifinal

Em meio a uma polêmica sobre a presença de público nas arquibancadas do Maracanã, Flamengo e Grêmio se enfrentam nesta…
Gabriel Medina é tricampeão mundial de surfe nos Estados Unidos

Gabriel Medina é tricampeão mundial de surfe nos Estados Unidos

O brasileiro Gabriel Medina conquistou o Campeonato Mundial de Surfe pela terceira vez. A praia de Trestles, na Califórnia, foi tomada pela torcida…
Campanha por respeito à ciclofaixa ganha adesão

Campanha por respeito à ciclofaixa ganha adesão

Na manhã de sábado (11), em comemoração ao Dia do Ciclista, centenas de ciclistas se reuniram na campanha “Ciclofaixa é…
David Luiz é apresentado oficialmente pelo Flamengo

David Luiz é apresentado oficialmente pelo Flamengo

O zagueiro David Luiz foi apresentado oficialmente nesta segunda-feira (13) como novo reforço do Flamengo. O jogador de 34 anos…