Correio de Carajás

Biden diz que Trump deixou carta ‘muito generosa’ na Casa Branca

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, é fotografado em sua mesa no Salão Oval da Casa Branca no 1º dia no cargo — Foto: Tom Brenner/Reuters
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou que o seu antecessor, Donald Trump, lhe deixou uma “carta muito generosa” antes de deixar a Casa Branca, mas que não revelaria imediatamente o conteúdo da carta em respeito a Trump.

“O presidente escreveu uma carta muito generosa”, disse Biden a repórteres no Salão Oval na noite de quarta-feira (20). “Porque é privada, não vou falar sobre isso [o conteúdo] até falar com ele [Trump]. Mas foi generosa”.

A declaração foi dada após a assinatura de diversas ordens executivas — algumas revendo importantes decisões de Trump, como o retorno ao Acordo de Paris para o Clima e à OMS (Organização Mundial da Saúde).

Leia mais:

Deixar uma nota para o sucessor é uma tradição entre presidentes dos EUA desde 1988, quando Ronald Reagan fez um texto para George H.W. Bush (veja mais abaixo).

Segundo a rede de televisão CNN, a carta é uma “nota pessoal” que deseja a Biden sucesso para o país e que pede que a nova administração cuide do país.

Posse sem Trump

Apesar da carta, Trump rompeu uma outra tradição, de mais de 150 anos: se recusou a participar das cerimônias de transferência de poder para Biden.

Antes dele, só três presidentes americanos faltaram à posse de seus sucessores: John Adams (1801), John Quincy Adams (1829) e Andrew Johnson (1869).

O agora ex-presidente dos EUA deixou a Casa Branca às 8h de quarta e decidiu passar seus últimos momentos no cargo em seu resort na Flórida.

Presidente Trump e Melania Trump deixam a Casa Branca em 20 de janeiro de 2021 — Foto: Alex Brandon/AP
Presidente Trump e Melania Trump deixam a Casa Branca em 20 de janeiro de 2021 — Foto: Alex Brandon/AP

Cartas aos sucessores

Deixar uma nota para o sucessor é uma tradição que começou na transferência de poder entre Ronald Reagan e George H.W. Bush.

Quatro anos depois, Bush deixou um recado maior para Bill Clinton. O conteúdo era encorajador, desejava sucesso e dizia para Clinton não se deixar desanimar.

No velório de Bush, Clinton descreveu as palavras de seu antecessor como honradas, graciosas e decentes e disse que elas representavam também o próprio político.

Da esquerda para a direita: Michelle e Barack Obama, Laura e George W. Bush e Hillary e Bill Clinton durante a posse de Joe Biden — Foto: Tom Brenner/Reuters
Da esquerda para a direita: Michelle e Barack Obama, Laura e George W. Bush e Hillary e Bill Clinton durante a posse de Joe Biden — Foto: Tom Brenner/Reuters

George W Bush, filho de George H. W. Bush, recebeu uma carta de Bill Clinton.

E o segundo Bush a ocupar a Presidência dos EUA também deixou uma carta para Barack Obama, em que o parabenizava e o incentivava.

Obama deixou uma carta mais longa a Trump, mas o texto tinha um tom mais distante. Depois de assumir o poder, Trump disse que ligou para Obama para agradecer pelo documento. (Fonte:G1)

Comentários

Mais

Brasil aplica mais de 2,56 milhões de doses de vacina em 24 horas

Brasil aplica mais de 2,56 milhões de doses de vacina em 24 horas

O Brasil estabeleceu um novo recorde nesta quinta-feira (17) ao aplicar 2.561.553 doses de vacinas contra a covid-19 em 24…
Queiroga, Pazuello e Araújo estão entre os 14 investigados da CPI da Covid

Queiroga, Pazuello e Araújo estão entre os 14 investigados da CPI da Covid

O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), anunciou nesta sexta-feira a lista com 14 pessoas que passam a ser investigadas…
Em Marabá, Bolsonaro cumprimenta apoiadores no Aeroporto e Parque de Exposições

Em Marabá, Bolsonaro cumprimenta apoiadores no Aeroporto e Parque de Exposições

O presidente da República Jair Messias Bolsonaro (sem partido) chegou a Marabá às 11 horas desta sexta-feira, 18 de junho,…
Guedes: sobras da classe média poderiam alimentar pobres

Guedes: sobras da classe média poderiam alimentar pobres

Oministro Paulo Guedes (Economia) defendeu nesta quinta-feira (17) que sobras de restaurantes sejam destinadas a mendigos e pessoas fragilizadas, de…
Senado aprova MP que viabiliza a privatização da Eletrobras

Senado aprova MP que viabiliza a privatização da Eletrobras

O Senado aprovou, hoje (17), a medida provisória (MP) que viabiliza a privatização da Eletrobras. O texto foi aprovado com 42…
Wizard não aparece e Aziz pede condução coercitiva

Wizard não aparece e Aziz pede condução coercitiva

Diante do não comparecimento do empresário Carlos Wizard para falar à CPI da Covid, o presidente da comissão, Omar Aziz…