Correio de Carajás

Beth Gomes quebra recorde mundial e é ouro no lançamento de disco

PARALIMPÍADA

Beth Gomes conquista o ouro no lançamento de disco — Foto: Wander Roberto /CPB
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Brasileira, última a se apresentar, garante o ouro logo na primeira tentativa, mas melhora marcas e estabelece novo patamar ao bater 17,62m na final nas Paralimpíadas de Tóquio

Beth Gomes precisou esperar por horas até se posicionar para seus lançamentos. Grande favorita na classe F52, para competidores em cadeiras de rodas, a brasileira só teve pressa quando deu início à apresentação. Com 15,68m logo em sua primeira tentativa, confirmou as expectativas e conquistou o ouro no lançamento de disco nesta segunda-feira nas Paralimpíadas de Tóquio. Mas ainda havia espaço para mais. Na sequência, Beth quebrou o recorde mundial duas vezes, estabelecendo a nova melhor marca em 17,62m. Com a vitória da atleta santista, o Brasil chega a 99 medalhas de ouro na história dos Jogos e fica a uma da centésima.

– Parece um sonho, mas um sonho que se tornou realidade. Foram cinco anos esperando por esse feito, quando fiquei fora das Paralimpíadas de Rio, por conta de uma reclassificação funcional. E hoje posso comemorar esse feito, que venho galgando com a minha treinadora a cada treino, a cada suor derramado. Essa medalha também são para meus pais, que estão no céu. Esse grande feito é para vocês. Quero agradecer a minha família, que tanto me apoiou, e meus amigos, que não me deixaram para trás – disse a santista, de 56 anos.

Beth, que sofre de esclerose múltipla, foi a última a se apresentar na final. Uma a uma, viu suas rivais lançarem e esperou. Garantiu a medalha de ouro logo em seu primeiro lançamento, com 15,68m. Na segunda tentativa, quebrou o recorde paralímpico, com 16,35m. Mas ainda cabia mais. Em suas duas últimas tentativas, quebrou o recorde mundial duas vezes, com 17,33m e 17,62m. A marca anterior, também dela, de 16,89m, durava desde 2019. O ouro estava garantido nas melhores mãos.

Leia mais:

No fim, Beth, ainda no campo de competição, chorou. E muito. A brasileira, campeã no Parapan de Lima e no Mundial de Dubai, em 2019, completa a trinca de títulos dos sonhos dos atletas. Dona de todos os recordes possíveis, a brasileira confirma seu domínio no lançamento de disco.

Beth colocou mais de dois metros de vantagem para as rivais mais próximas. As ucranianas Iana Lebedieva, com 15,48m, e Zoia Ovsii, com 14,37m, completaram o pódio com a prata e o bronze, respectivamente.

Beth Gomes em ação em Tóquio — Foto: Wander Roberto /CPB @wander_imagem
Beth Gomes em ação em Tóquio — Foto: Wander Roberto /CPB @wander_imagem

(Fonte:G1)

Comentários

Mais

The Best: Lewandowski é eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa

The Best: Lewandowski é eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa

Robert Lewandowski é o melhor jogador do mundo da temporada 2020/2021. O atacante do Bayern de Munique venceu o prêmio…
Primeira fase da Copa do Brasil tem confrontos definidos por sorteio

Primeira fase da Copa do Brasil tem confrontos definidos por sorteio

Um sorteio na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nesta segunda-feira (17) definiu os 40 duelos da primeira fase da…
Brasil convoca 11 atletas para Olimpíada de Inverno de Pequim

Brasil convoca 11 atletas para Olimpíada de Inverno de Pequim

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) anunciou nesta segunda (17), por meio do Twitter, os onze integrantes da delegação que…
Sem vacina, Djokovic não poderá competir em Roland Garros

Sem vacina, Djokovic não poderá competir em Roland Garros

O governo da França informou que todas as pessoas envolvidas na disputa de Roland Garros, incluindo atletas, deverão estar vacinadas…
Djokovic tem visto cancelado novamente pelo governo australiano

Djokovic tem visto cancelado novamente pelo governo australiano

O tenista sérvio Novak Djokovic, número 1 do mundo, voltou a ter o visto de entrada na Austrália negado nessa…
Enchente atinge Zinho Oliveira e Águia ‘voa’ para Parauapebas

Enchente atinge Zinho Oliveira e Águia ‘voa’ para Parauapebas

Não deu outra: as águas do rio Tocantins avançaram sobre o Estádio Zinho Oliveira e o sonho do Águia de…