Correio de Carajás

Bélgica atropela Tunísia no jogo com mais gols na Copa e fica perto das oitavas

Lukaku marcou dois gols pela Bélgica sobre a Tunísia/ Fpto: reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A “melhor geração belga da história” fez jus ao apelido, atendeu às expectativa e atropelou a Tunísia na manhã deste sábado: 5 a 2. Com a goleada no Spartak Stadium, em Moscou, a Bélgica chegou aos seis pontos dentro do Grupo G e ficou muito perto de garantir uma vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo.

Caso a Inglaterra vença ou empate com o Panamá neste domingo, a Bélgica se classifica para a próxima fase de forma antecipada. A Tunísia está quase eliminada e só mantém esperanças de seguir adiante se o Panamá derrotar os ingleses.

Na próxima rodada, no dia 28 de junho, quinta-feira que vem, belgas e ingleses medem forças na cidade de Kaliningrado, às 15h (de Brasília), prossivelmente decidindo quem fica na liderança da chave. Os tunisianos encaram os panamenhos no mesmo dia e horário.

Leia mais:

Começo arrasador

Como era de se esperar, os belgas partiram para cima dos tunisianos desde os primeiros movimentos e abriram o placar logo aos seis minutos. Hazard foi derrubado por S. Ben Youssef na área, o pênalti foi confirmado pelo VAR e o próprio Hazard fez a batida para abrir o marcador.

Aos 16, Mertens puxou contra-ataque e deixou Lukaku em excelentes condições para balançar as redes e ampliar a vantagem da Bélgica. Mas nem deu tempo para comemorar. Dois minutos mais tarde, Khazri bateu falta na área e Bronn subiu mais alto que a zaga belga para marcar o gol tunisiano e diminuir o prejuízo, de cabeça.

Depois de marcar o primeiro tento, a seleção africana quase empatou em dois lances de muito perigo, mas o goleiro Courtois estava ligado. A Bélgica tirou um pouco o pé do acelerador e passou a administrar o resultado, sem forçar muito.

Mesmo assim, os europeus conseguiram marcar o terceiro antes do intervalo. Aos 48, após roubada de bola no campo de ataque, o lateral Meunier deu um belo passe para o artilheiro Lukaku, que só tocou na saída do goleiro Ben Mustapha.

Batshuayi fez o quinto da Bélgica/ Foto: reprodução

Virou goleada (e poderia ser mais)

O segundo tempo começou com mais gol da Bélgica. Aos seis minutos, De Bruyne acertou lindo lançamento para Hazard, que dominou no peito, invadiu a área, driblou o goleiro adversário e estudou as redes. No lance seguinte ao quarto gol, Carrasco quase marcou o quinto, mas a bola saiu raspando a trave da Tunísia.

Mesmo com a goleada já consumada, os belgas seguiram pressionando em busca de mais gols. O técnico Roberto Martinez tirou Lukaku e Hazard, os artilheiros do duelo, e colocou Fellaini e Batshuayi.

E o atacante Batshuayi teve três chances claríssimas para deixar sua marca. Aos 30, ele foi lançado em profundidade, passou pelo goleiro Ben Mustapha e chutou para o gol vazio, mas o zagueiro Meriah conseguiu salvar em cima da linha. Cinco minutos depois, Carrasco finalizou, o goleiro defendeu e Batshuayi pegou a sobra, finalizando no travessão. No minuto seguinte, ele recebeu cruzamento e viu o arqueiro rival fazer uma defesa espetacular à queima roupa.

De tanto insistir, saiu o gol de Batshuayi. Tielemans cruzou na área e o centroavante apareceu livre na segunda trave para pegar de primeira e anotar o quinto. Aos 47, Batshuayi quase fez mais um. E aos 48, Khazri recebeu cruzamento na área e marcou mais um para Tunísia, definindo o marcador final.

FICHA TÉCNICA

BÉLGICA 5 x 2 TUNÍSIA

Local : Spartak Stadium, em Moscou
Data : 23 de junho de 2018, sábado
Hora : 09h00 (de Brasília)
Árbitro : Jair Marrufo (EUA)
Assistentes : Corey Rockwell (EUA) e Juan Zumba (SLV)
Cartões amarelos : Sassi (TUN)

GOLS :
BEL: Hazard, aos 6′; Lukaku, aos 16′ e 48′ do 1º tempo; Hazard, aos 6′; Batshuayi, aos 45′ do 2º tempo
TUN: Bronn, aos 18′ do 1º tempo

BÉLGICA : Courtois, Alderweireld, Boyata e Vertonghen; Meunier, Witsel, De Bruyne e Carrasco; Hazard (Batshuayi), Mertens (Tielemans) e Lukaku (Fellaini).  Técnico : Roberto Martinez

TUNÍSIA : Ben Mustapha, Bronn (Naguez), S. Ben Youssef (Ben Alouane), Meriah e Maaloul; Skhiri, Khaoui e Sassi (Sliti); F. Ben Youssef, Khazri e Badri. Técnico : Nabil Maaloul

(Fonte:IG)

Mais

Grêmio enfrenta Lanús, da Argentina, logo mais pela Sul-Americana

Grêmio enfrenta Lanús, da Argentina, logo mais pela Sul-Americana

O Grêmio vai receber o argentino Lanús nesta quinta-feira (13), na Arena do Grêmio, às 19h15. Em caso de vitória do time…
Entidades do futebol inglês apoiam nova lei contra bullying virtual

Entidades do futebol inglês apoiam nova lei contra bullying virtual

As entidades que governam o futebol inglês apoiaram uma nova lei em planejamento para punir empresas de redes sociais que…
City conquista título inglês antecipadamente após derrota do United

City conquista título inglês antecipadamente após derrota do United

O Manchester City foi confirmado como campeão da Premier League com três jogos de antecedência, depois que o segundo colocado…
Técnico do United pede que torcedores evitem protestos violentos

Técnico do United pede que torcedores evitem protestos violentos

O técnico do Manchester United, Ole Gunnar Solskjaer, pediu aos torcedores que evitem mais protestos violentos antes do jogo remarcado…
Governo anuncia plano de vacinação para atletas olímpicos

Governo anuncia plano de vacinação para atletas olímpicos

O Ministério da Saúde anunciou hoje (11) a vacinação contra a covid-19 de toda a delegação olímpica e paraolímpica brasileira que vai…
Semifinais começam com Remo, Tuna, Paysandu e Castanhal

Semifinais começam com Remo, Tuna, Paysandu e Castanhal

Remo, Paysandu, Tuna e Castanhal começam neste domingo (9) as semifinais do Parazão Banpará 2021. Pelo andar da carruagem, deve…