Correio de Carajás

Belém declara situação de calamidade pública por causa de nova onda do coronavírus

Fila em frente à Policlínica Itinerante do Hangar Centro de Convenções, em Belém — Foto: Raimundo Paccó
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Prefeitura de Belém declarou situação de calamidade pública no município devido ao “ritmo acelerado das infecções e óbitos decorrentes da Covid-19”, de acordo com dados técnicos da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma). A cidade registra, neste domingo (7), 75.256 casos e 2.875 mortes causadas pela doença.

A publicação no Diário Oficial do Município ocorreu na última sexta (5) e tem prazo de 180 dias. A medida ainda deve ser homologada pela Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), mas já vigora desde o dia da publicação.

Segundo a determinação, o prefeito Edmilson Rodrigues (PSOL) determina que “o Poder Público Municipal adote medidas urgentes para prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, a fim de evitar uma maior disseminação da doença no município”.

Leia mais:

O decreto nº 99.976/2021, de 4 de março de 2021, cita ainda que:

  • “as autoridades públicas, os servidores e os cidadãos deverão intensificar a adoção de medidas e as providências necessárias para fins de prevenção e de enfrentamento à epidemia”;
  • “cada órgão ou entidade poderá propor (…) providências que forem necessárias para reduzir os impactos na economia e diminuir a propagação do vírus, o que inclui medidas relacionadas à atividade tributária e econômica, de assistência social e saúde pública”;
  • “ficam suspensos os prazos dos processos administrativos em curso (…), desde a data da edição até o prazo de vigência do presente decreto”;
  • “ficam dispensados de licitação os contratos de aquisição de bens e serviços necessários à execução das medidas necessárias e urgentes (…)”.

Neste domingo, a prefeitura divulgou uma nota informando que “reconhece a gravidade da situação da pandemia do novo coronavírus na capital paraense manifestada pela elevação dos índices de ocupação de leitos clínicos e de UTI nos últimos dias, bem como do crescente número de óbitos” e que “por esse motivo segue ipsis literis o determinado pelo decreto baixado pelo Governo do Estado do Pará para a região metropolitana de Belém realizando todas as fiscalizações que cabem à Prefeitura”.

Alto risco de contágio

Belém e todas as cidades do Pará estão sob classificação vermelha para o risco de contágio pelo novo coronavírus e pelo tempo de resposta do sistema de saúde.

O decreto estadual foi publicado no dia 3 de março, instaurando também medidas mais rígidas, como toque de recolher, para controlar a proliferação da doença. Confira as principais regras do decreto:

  • Circulação de pessoas nas ruas está proibida entre 22 h às 5 h, exceto em casos com motivo de força maior, justificado o deslocamento de uma pessoa da família ou por unidade residencial, exceto se houver necessidade de acompanhante, nos seguintes casos: para aquisição de medicamentos e gêneros alimentícios/comida pronta; para o comparecimento próprio ou de uma pessoa como acompanhante para atendimento médico-hospitalar de emergência; ou para a realização de trabalho, nos serviços e atividades consideradas essenciais.
  • Caminhadas, carreatas, passeatas e qualquer evento que gere aglomeração acima de dez pessoas estão proibidos;
  • Ficam proibidas aglomerações, reuniões, manifestações e passeatas em locais públicos com mais de 10 participantes.
  • As práticas esportivas amadoras só são permitidas com até 4 pessoas, inclusive as realizadas em arenas e similares.
  • Eventos privados em locais fechados são permitidos com até 10 participantes e apresentação de 2 músicos no máximo.
  • Supermercados, mercados e estabelecimentos afins devem controlar a entrada de pessoas, limitando o acesso a apenas 1 membro por grupo familiar, respeitando a lotação máxima de 50% de sua capacidade, inclusive na área de estacionamento. É proibida a entrada de pessoas sem máscara. Além disso, deve ser respeitado o distanciamento, a distância de 1,5m para pessoas com máscara, e fornecer alternativas de higienização, como água e sabão e/ou álcool gel.
  • Parques, museus públicos e equipamentos afins ficam fechados à visitação nos feriados e nas sextas-feiras, sábados, domingos e segundas-feiras.
  • Está proibido o funcionamento de bares, boates, casas noturnas, casas de shows e estabelecimentos afins, bem como, a realização de shows e festas abertas ao público.
  • Restaurantes, lanchonetes e afins podem funcionar com 50% da capacidade sentada, até o limite de 18h. Não são permitidas a permanência de pessoas em pé e mais de 2 músicos se apresentando.
  • Venda de bebidas alcoólicas fica proibida no horário entre 18h e 6h. A medida é válida para bares, lanchonetes, restaurantes, supermercados e lojas de conveniências, inclusive no sistema delivery. O consumo em supermercados e lojas de conveniência é proibido em qualquer horário.
  • Clubes recreativos são autorizados a funcionar, desde que mantendo medidas de distanciamento social e sem atividades coletivas com mais de duas duplas. O uso de piscinas é proibido.
  • Clínicas de estética, salões de beleza, barbearias e estabelecimentos afins continuam funcionando, respeitando aos protocolos sanitários e com atendimento individualmente agendado, com hora marcada.
  • Academias de ginástica e afins são autorizadas a funcionar, apenas com agendamento individual com hora marcada, vedada a realização de aulas coletivas com número superior a duas pessoas.
  • Supermercados, mercados e afins devem controlar a entrada de pessoas, com o limite de 1 pessoa por família, que poderá estar acompanhada de criança pequena. Deve ser respeitada a distância mínima de 1,5 m dentro do local e proibido o acesso sem máscara.
  • Praias, igarapés, balneários e similares, nos feriados e nas sextas-feiras, sábados, domingos e segundas-feiras também estão proibidos.
  • Ficam suspensas as visitas às unidades prisionais e unidades socioeducativas do Estado.

(Fonte:G1)

Comentários

Mais

Prefeito assassinado, Jones William é homenageado em Tucuruí

Prefeito assassinado, Jones William é homenageado em Tucuruí

O prefeito Jones William da Silva Galvão recebeu homenagens no quarto ano de sua morte, ocorrida no dia 25 de…
Descoberto novo site falso que rouba dados de servidores públicos

Descoberto novo site falso que rouba dados de servidores públicos

Pela segunda vez em poucos dias, o Ministério da Economia pediu a suspensão de um site falso registrado no exterior que rouba…
Contrata Marabá: Vagas de emprego disponíveis no Sine nesta terça (27)

Contrata Marabá: Vagas de emprego disponíveis no Sine nesta terça (27)

O Sine de Marabá está disponibilizando vagas para diversos setores. Quem estiver interessado é só comparecer ao escritório do órgão…
Aeroporto de Tucuruí vai retomar voos comerciais

Aeroporto de Tucuruí vai retomar voos comerciais

Com aporte financeiro de quase R$ 800 mil da Eletronorte, a Prefeitura Municipal concluirá as obras de revitalização do Aeroporto…
Marabá registra 277 animais em situação de maus-tratos em 10 meses

Marabá registra 277 animais em situação de maus-tratos em 10 meses

Desde o lançamento do Programa Linha Verde em Marabá, ocorrido no mês de setembro de 2020, o serviço já recebeu…
Butantan libera 1,5 milhão de doses da Coronavac ao PNI

Butantan libera 1,5 milhão de doses da Coronavac ao PNI

O Instituto Butantan entregou na manhã desta segunda-feira (26) mais 1,5 milhão de doses da vacina contra o SARS-CoV-2 ao…