Correio de Carajás

Atacante exalta invencibilidade do Paysandu e mira primeiro gol pelo clube: “Não vejo a hora”

Vinícius Leite segue em busca do primeiro gol pelo Paysandu — Foto: Jorge Luis/Paysandu
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Único time sem perder até aqui no Campeonato Paraense, o Paysandu vem sendo bastante visado pelos adversários, garante o atacante Vinícius Leite. De acordo com o jogador, entretanto, o fato de manter uma invencibilidade de seis jogos na competição não é garantia de um bom resultado no domingo, diante do São Francisco, lanterna do Grupo A1.

– O jogo poderia até parecer fácil, mas vai ser muito difícil. Eles vão querer sair dessa situação em que se encontram hoje, mas estamos focados. O gramado é bom para desempenhar o futebol e creio que vai ser um grande jogo. A equipe deles vai vir com tudo pra cima, todo mundo quer tirar essa nossa invencibilidade. Somos o único time invicto da competição e vão querer tirar isso da gente.

A invencibilidade, aliás, vem servindo de motivação extra no Papão. Vinícius Leite destaca que o objetivo do clube é garantir o 48º título estadual sem perder – a última vez que isso aconteceu foi em 2016.

Leia mais:

– Se a gente conseguir se sagrar campeão invicto, melhor. Quem não quer sempre vencer? Nós entramos nos jogos sempre com o intuito da vitória, não perder, manter essa invencibilidade. Isso motiva ainda mais a gente.

Contratado depois de duas temporadas no Vila Nova, Vinícius Leite já foi titular do Paysandu em quatro confrontos do Parazão, tendo o ápice do desempenho no clássico Re-Pa, quando deu o passe preciso para o segundo gol bicolor diante do rival, marcado por Paulo Rangel. Porém, o goiano de 25 anos ainda não conseguiu balançar a rede com a camisa bicolor. E ele afirma que não é por falta de vontade.

– Venho dando passes, mas quero fazer gol também, comemorar com a torcida. Não vejo a hora desse gol sair. O professor vem me dando bastante liberdade, falando pra fazer o que sei, que é ir pra cima. Estou pegando confiança, ritmo de jogo e creio que ainda tenho muito a crescer no Paysandu. (Fonte:G1)

Comentários

Mais

Sete meses de trabalho entram em campo pelo Parauapebas FC

Sete meses de trabalho entram em campo pelo Parauapebas FC

O final de semana dos dias 16 e 17 de outubro marca o início da Segunda Divisão do Campeonato Paraense.…
Fifa confirma a retirada de 100 jogadores e familiares do Afeganistão

Fifa confirma a retirada de 100 jogadores e familiares do Afeganistão

A Fifa, que comanda o futebol mundial, disse nesta sexta-feira (15) que trabalhou com o governo do Catar para retirar…
Fórmula 1 anuncia temporada 2022 com recorde de 23 corridas

Fórmula 1 anuncia temporada 2022 com recorde de 23 corridas

A temporada do ano que vem de Fórmula1 terá 23 corridas, uma a mais que o total de provas deste…
Neymar ainda vai jogar futebol por muitos anos, diz técnico do PSG

Neymar ainda vai jogar futebol por muitos anos, diz técnico do PSG

O técnico do Paris Saint-Germain, Mauricio Pochettino, está confiante de que Neymar jogará futebol por muitos anos ainda, depois que…
Copa Verde começa nesta quarta com 4 jogos no Norte e Centro-Oeste

Copa Verde começa nesta quarta com 4 jogos no Norte e Centro-Oeste

Seis jogos abrem na tarde desta quarta-feira (13) a oitava edição de 2021 da Copa Verde, torneio que coloca frente a frente…
Presidente da Fifa volta a defender Copa do Mundo a cada dois anos

Presidente da Fifa volta a defender Copa do Mundo a cada dois anos

Uma Copa do Mundo realizada a cada dois anos não vai diluir a magia do torneio, já que a periodicidade…