Correio de Carajás

Assembleia de Deus comemora 106 anos

Uma grande cerimônia com apresentações musicais e teatrais marcou o encerramento das comemorações pelos 106 anos de fundação da Assembleia de Deus, na noite desta segunda-feira, 19, no Centenário Centro de Convenções, em Belém. Centenas de pessoas participaram do evento.

 O presidente da Assembleia de Deus em Belém, pastor Samuel Câmara, comemorou a aprovação do Projeto de Lei 8.513, que declara e reconhece a instituição religiosa como Patrimônio Cultural, Histórico e Turístico do Pará. O documento foi sancionado na terça-feira, 20.

 O titular da igreja anunciou, ainda, o tema que será destaque no próximo ano: Trabalhando e orando por um Brasil melhor. “Essa temática foi pensada olhando para a atual conjuntura do Brasil. Precisamos meter a mão na massa. O Brasil está precisando de muito trabalho e de muita oração para ser um país melhor”, explicou o pastor Samuel Câmara.

Leia mais:

 A programação de comemoração dos 106 anos teve início no sábado, 17. Pela manhã, os assembleianos encenaram a chegada dos missionários Daniel Berg e Gunnar Vingren a Belém, saindo da Escadinha da Estação das Docas e até a Praça da República. Vingren e Berg deram início ao maior Movimento Pentecostal do mundo e fundaram, aqui mesmo em Belém, a Igreja-mãe das Assembleias de Deus no Brasil.

 

Uma grande cerimônia com apresentações musicais e teatrais marcou o encerramento das comemorações pelos 106 anos de fundação da Assembleia de Deus, na noite desta segunda-feira, 19, no Centenário Centro de Convenções, em Belém. Centenas de pessoas participaram do evento.

 O presidente da Assembleia de Deus em Belém, pastor Samuel Câmara, comemorou a aprovação do Projeto de Lei 8.513, que declara e reconhece a instituição religiosa como Patrimônio Cultural, Histórico e Turístico do Pará. O documento foi sancionado na terça-feira, 20.

 O titular da igreja anunciou, ainda, o tema que será destaque no próximo ano: Trabalhando e orando por um Brasil melhor. “Essa temática foi pensada olhando para a atual conjuntura do Brasil. Precisamos meter a mão na massa. O Brasil está precisando de muito trabalho e de muita oração para ser um país melhor”, explicou o pastor Samuel Câmara.

 A programação de comemoração dos 106 anos teve início no sábado, 17. Pela manhã, os assembleianos encenaram a chegada dos missionários Daniel Berg e Gunnar Vingren a Belém, saindo da Escadinha da Estação das Docas e até a Praça da República. Vingren e Berg deram início ao maior Movimento Pentecostal do mundo e fundaram, aqui mesmo em Belém, a Igreja-mãe das Assembleias de Deus no Brasil.

 

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.