Correio de Carajás

Assalto ao cofre

O coordenador das Metas 4 e 6, desembargador Ronaldo Vale, ressalta a importância das atividades de mutirão e atuação dos grupos de trabalho de juízes nas 80 comarcas onde os processos estão sendo julgados.

Isso ocorre, segundo Vale, “não só para impulsionar processos, mas também para dar uma satisfação à sociedade de que o Poder Judiciário está atento na coibição das faltas praticadas pelos gestores municipais e estaduais na malversação do dinheiro público”.

Os três grupos estão sediados em Belém, Marabá e Santarém, mas atendem a todas as comarcas do Estado.

Leia mais:

O coordenador das Metas 4 e 6, desembargador Ronaldo Vale, ressalta a importância das atividades de mutirão e atuação dos grupos de trabalho de juízes nas 80 comarcas onde os processos estão sendo julgados.

Isso ocorre, segundo Vale, “não só para impulsionar processos, mas também para dar uma satisfação à sociedade de que o Poder Judiciário está atento na coibição das faltas praticadas pelos gestores municipais e estaduais na malversação do dinheiro público”.

Os três grupos estão sediados em Belém, Marabá e Santarém, mas atendem a todas as comarcas do Estado.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.