Correio de Carajás

Às vésperas do aniversário de Marabá, vice-prefeito vê esperança de dias melhores

Construção de mirante no encontro dos rios Tocantins e Itacaiunas será novo cartão postal de Marabá
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Em tempos de pandemia e uma espécie de mini-lockdown em seguimento na cidade, o vice-prefeito de Marabá, Luciano Lopes Dias, consegue enxergar um futuro promissor para a comunidade com a chegada da vacinação e empenho de todos em seguir orientações das autoridades de saúde.

“Nós temos de ter o pensamento, inclusive governamental, a esperança de dias melhores. Vivemos um problema crônico que ninguém nunca imaginava viver. Penso que em sã consciência, não passou na cabeça de ninguém que viveríamos uma pandemia dessa magnitude. A maior concentração de esforços que temos agora é para cuidar das pessoas, comprar vacina pelo consórcio formado pela Frente Nacional dos Prefeitos. Além disso, manteremos o diálogo aberto com o governo do Estado para que nos encaminhe mais doses de imunizantes”.

“A partir do momento em que essa doença acabar, a pujança de Marabá será ainda mais valorosa”

Segundo ele, a gestão municipal está empenhada em reforçar o atendimento nos hospitais para evitar que haja tantas mortes. “Estamos fazendo tudo isso para que a gente tenha claramente a esperança de dias melhores. Tenho fé que a partir do momento em que essa doença acabar, a pujança de Marabá, que nunca deixou de acontecer, será ainda mais valorosa”.

Leia mais:

Por falar em pujança na economia, o vice-prefeito enumerou algumas obras de infraestrutura que estão em andamento ou previstas para Marabá, como a terceira ponte sobre Rio Itacaiunas, que pode iniciar ainda este ano; construção de uma segunda ponte rodoferroviária sobre o Rio Tocantins, com investimento de cerca de R$ 1,8 bilhão, pela mineradora Vale. “Esses são indícios de que a cidade é grande e vai crescer mais ainda. Somos polo regional, e como tanto, atua tanto para o bem – porque Marabá atrai pessoas, investimentos – mas ao mesmo tempo absorve a demanda desses municípios que são pequenos, como por exemplo na área de saúde”.

Luciano Dias lamenta que, pelo segundo ano consecutivo, Marabá não poderá comemorar seu aniversário, que transcorre em 5 de abril, portanto a próxima segunda-feira. “De fato, este é um período que nós reservamos para algumas inaugurações de obras e serviços. Algumas foram preparadas durante todo o ano para chegar no aniversário da cidade e entregarmos para a população de Marabá. Infelizmente, em razão da pandemia, a gente vai adiar, pelo segundo ano seguido, deixando para celebrar os 109 anos de emancipação, em 2022. Assim como adiamos a festa de Carnaval e não sabemos como chegaremos ao período de festas juninas”.

Bairro Amapá vai ganhar mais que uma orla: junto virão quadras de esporte, pista de caminhada, academia ao ar livre e parquinho para as crianças

MIRANTE E ORLA DO AMAPÁ

O vice-prefeito observa que a obra de contenção no Bairro Amapá (chamada popularmente de Orlinha) e a construção do Mirante no encontro dos rios Tocantins e Itacaiunas, estão praticamente prontas, com fundações e aterro já realizados. “Agora nós estamos trabalhando o urbanismo dessas áreas. Estamos encaminhando várias licitações para o projeto de urbanização, exatamente nesse período que não pode trabalhar com obra física. Queremos executá-las no verão”, justifica.

No Bairro Amapá, a Prefeitura planeja construir quadras de esporte, pista de caminhada, uma academia ao ar livre, mais um parquinho para as crianças, além da iluminação e o asfaltamento das vias, para que seja realmente mais um local aprazível e se torne outro cartão postal da cidade. “Espero que essas obras comecem este ano e nós não temos ainda a ideia, se conseguimos terminá-las em 2021, em razão do trâmite legal”.

Em relação à construção da nova ponte sobre o Rio Itacaiunas, Dias argumenta que se trata de um projeto pelo qual o prefeito Tião Miranda tem o maior apreço, considerando que ela é vital para um novo corredor de trânsito na cidade. “Neste momento, estamos trabalhando no projeto executivo. Depois, vamos licitar e começar os trabalhos. Mas ainda é muito cedo para afirmar se o start será este ano, porque precisamos de muita cautela para que a gente possa ter condições efetivas de iniciarmos e terminar uma obra tão grande e importante para cidade”.

PONTE RODOFERROVIÁRIA

O vice-prefeito também não deixou de mencionar a projeção da Vale de iniciar, possivelmente este ano, a construção de uma segunda ponte sobre o Rio Tocantins, com mais de 2.300 metros de extensão, e que vai gerar muitos empregos durante cerca de cinco anos, além de injetar cerca de R$ 1, bilhão na economia marabaense. “O prefeito Tião sempre fala em suas manifestações públicas que a Vale sempre foi uma parceira do município de Marabá. Isso é fato pelos compromissos realizados junto com o município, os quais foram cumpridos. “A nova ponte é um investimento interessante para Marabá, devendo absorver mão de obra local. Queremos continuar dialogando sobre esse e outros assuntos de interesse de nosso município”, finalizou.

(Ulisses Pompeu e Henrique Garcia)

Comentários

Mais

Mega-Sena: aposta única leva prêmio de R$ 43,2 milhões

Mega-Sena: aposta única leva prêmio de R$ 43,2 milhões

Uma aposta feita em Balneário Camboriú (SC) levou o prêmio de R$ 43,2 milhões da Mega-Sena. O apostador acertou as…
Bolsonaro faz 'motociata' em SP ao lado de apoiadores

Bolsonaro faz 'motociata' em SP ao lado de apoiadores

O presidente Jair Bolsonaro está em passeata pela cidade de São Paulo, em manifestação organizada por integrantes de clubes de…
Aos 80 anos, morre o ex-vice-presidente Marco Maciel

Aos 80 anos, morre o ex-vice-presidente Marco Maciel

Morreu neste sábado (12), aos 80 anos, o ex-vice-presidente da República Marco Maciel. Segundo o genro do político, Joel Braga,…
Capacitação de profissionais é aposta para combater trabalho infantil

Capacitação de profissionais é aposta para combater trabalho infantil

No lugar da boneca e do carrinho, a enxada e a vassoura. No lugar do tempo para estudo e descanso,…
Casal passou a morar junto e construiu sua “família”

Casal passou a morar junto e construiu sua “família”

  A história de Juliana Milhomem e Victoria Kaline é semelhante à de Polyana e Amanda. Ambas se conheceram em…
Mulheres que são felizes com outras mulheres

Mulheres que são felizes com outras mulheres

“Consideramos justa toda forma de amor”. Parafraseando Lulu Santos, começamos essa história com o trecho da emblemática música “Toda forma…