Correio de Carajás

Anderson Silva faz história no boxe ao vencer mexicano

Spider anunciou que talvez lute muito em breve/ Foto: Reprodução
Spider anunciou que talvez lute muito em breve/ Foto: Reprodução
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

'Spider' venceu o ex-campeão mundial Julio Cesar Chavez Jr por decisão dividida na noite do último sábado (19)

Anderson Silva é um lutador brasileiro que já protagonizou momentos de alegria e tristeza no mundo do esporte. Em uma nova fase da vida, a lenda do MMA surpreendeu os fãs e amantes de uma boa disputa. ‘Spider’ fez história mais uma vez.

No último sábado (19), Anderson Silva foi até o México lutar boxe contra Julio Cesar Chavez Jr., ex-campeão mundial da modalidade, e surpreendeu ao vencer por decisão dividida. Visivelmente emocionado com o feito, ‘Spider’, de 46 anos, indicou que essa não foi a última vez que seus fãs e os amantes dos esportes de combate vão vê-lo em ação. Ele agradeceu sua equipe, composta pelo treinador Luiz Dórea, o amigo Rodrigo ‘Minotauro’, entre outros nomes, que propiciou a realização de mais um momento inesquecível em sua carreira.

“Estou muito feliz. Preciso agradecer, porque meu treinador trabalhou muito comigo. Eu preciso disso, porque amo lutar e o boxe é o meu sonho de muitos e muitos anos. Preciso provar meu respeito pelo boxe. Eu não posso entrar aqui e não dar o meu melhor. Agora, volto para casa. Meu filho tem uma luta em breve. Volto para ajudar minha equipe e talvez lute muito em breve”, declarou a lenda do MMA.

Leia mais:

Vale lembrar que, durante seus anos de reinado no peso-médio (84 kg) do UFC, a lenda do MMA nunca escondeu seu amor pelo boxe e, constantemente, expressava o interesse de atuar no esporte.

‘Spider’, de 46 anos, é um dos lutadores mais celebrados dos esportes de combate. Em seu auge no MMA, o brasileiro marcou época no UFC. Ele conquistou o título do peso-médio logo após sua estreia na companhia e o defendeu dez vezes. Não à toa, o veterano é considerado por parte da comunidade das artes marciais mistas o maior nome da história da modalidade. Seus principais trunfos foram diante de Chael Sonnen (duas vezes), Dan Henderson, Demian Maia, Forrest Griffin, Rich Franklin (duas vezes) e Vitor Belfort. (Diário Online)

Comentários

Mais

Com ouro de Ana Marcela Cunha, Brasil ultrapassa recorde de mulheres medalhistas em uma Olimpíada

Com ouro de Ana Marcela Cunha, Brasil ultrapassa recorde de mulheres medalhistas em uma Olimpíada

Se o Brasil ainda busca ultrapassar o recorde de medalhas da Rio-2016, onde atingiu 19 conquistas no quadro geral, o…
Seleção de vôlei vence Rússia e encara Coreia do Sul na semi

Seleção de vôlei vence Rússia e encara Coreia do Sul na semi

A Seleção Brasileira feminina de vôlei venceu o Comitê Olímpico Russo por 3 sets a 1, de virada, com parciais…
Rebeca Andrade será porta-bandeira do Brasil em cerimônia de encerramento das Olimpíadas

Rebeca Andrade será porta-bandeira do Brasil em cerimônia de encerramento das Olimpíadas

Despedida em grande estilo. Medalhista de ouro e prata nos Jogos de Tóquio, Rebeca Andrade será a porta-bandeira do Brasil na…
Ana Marcela Cunha é campeã olímpica na maratona aquática em Tóquio

Ana Marcela Cunha é campeã olímpica na maratona aquática em Tóquio

A espera acabou. Depois de quatro ciclos olímpicos, Ana Marcela Cunha, de 29 anos, colocou em sua gigantesca galeria de…
No Z4 da Série B, Cruzeiro acerta retorno de Vanderlei Luxemburgo

No Z4 da Série B, Cruzeiro acerta retorno de Vanderlei Luxemburgo

O Cruzeiro anunciou nesta terça-feira (3) o retorno de Vanderlei Luxemburgo. O técnico de 69 anos se apresenta à Toca da…
Brasil avança à final de saltos no hipismo em Tóquio com Yuri Mansur

Brasil avança à final de saltos no hipismo em Tóquio com Yuri Mansur

O cavaleiro Yuri Mansur é o primeiro finalista da delegação brasileira de hipismo na Olimpíada de Tóquio (Japão). O paulistano,…